Paraibano (MA): Veja os nomes dos possíveis secretários do governo Zé Hélio (PT)

ze-helio

O site do Hilton Franco teve acesso aos nomes dos prováveis secretários do governo Zé Hélio (PT), prefeito de Paraibano (MA). Nesta lista consta os nomes dos secretários e adjuntos.

A fonte ligada ao prefeito garantiu que estes serão os novos secretários a partir de 01 de janeiro de 2017. Segundo a fonte, o prefeito Zé Hélio vai divulgar a lista oficial dia 20 de dezembro.

Cada secretário receberá R$ 3.800,00 mensalmente. Secretário adjunto receberá R$ 1.900,00.

Confira a lista com os nomes dos possíveis secretário:

Secretaria de Administração Geral
Railton Sousa  – secretário
Teomar Araújo – secretário adjunta

Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico
Sebastião Pitó – secretário
Dugero – secretário adjunto

Secretaria de Assistência Social, Segurança Alimentar e Defesa Civil
Caroline Almeida Veloso   – secretária
Cyntia Sá – secretária adjunta

Secretaria de Educação e Cultura
Professora Doralina – secretária
Césia Margarete  – secretária adjunta

Secretaria Municipal de Finanças
Almiran Pereira – secretário
Joilton Sousa  – secretário adjunto

Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer 
 Zé Relógio – secretário
Aristeu Neto- secretário adjunto

Secretaria Municipal de Obras, Infraestrutura e  Urbanismo
Juracy Carvalho – secretário
Cazuquinha – secretário adjunto

Secretaria de Saúde
Geralda Alves   – secretária
Bethânia Camargo,  – secretária adjunta

Secretaria de Meio Ambiente e Turismo
José Luís  – secretário
Jair Coelho – secretário adjunto

Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres
Alciene Pereira – secretária
Lena do Antonio Marcos – secretária adjunta

Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos
Daniel Furtado Veloso

Chefe  de Gabinete
Lindon Johnson

Diretora do Hospital
 Rosilene Guerra

Os demais colaboradores da campanha deverão assumir cargos de coordenadores e diretores, entre outros.

Buriticupu (MA): Carnaval fora de época acontece no mês de dezembro

buriticupu

A organização do carnaval fora de época de Buriticupu (MA), distante 407 Km de São Luís, divulgou a programação oficial  do evento deste ano.

O evento acontece dia 9, 10 e 11 de dezembro de 2016. As atrações para os três dias de festa já estão definidas. Dia 9  e Tiago e Luan, e Jonas Esticado, dia 10 Kaká Candido e Forró Devassa  e no dia 11 Mateus Fernandes e Gabriel Diniz. A venda abadás já está disponível pelo preço de R$ 80,00. Os camarotes custam R$ 2.000,00.

Servidores públicos municipais poderão comprar abadás e camarotes com desconto na folha de pagamento.

A Central da Folia, que será o ponto de apoio para todas as operações estratégicas do evento já está funcionado desde o dia último dia 8. Lá se concentra a venda de abadas e o cadastramento dos colaboradores da festa.

Para maiores informações o folião poderá ir até a Central da Folia ao lado do Bradesco ou entrar em contato  pelo WhatsApp (98) 9 8136 3845.

Maior superlua em quase 70 anos ocorre nesta segunda-feira

UOL

lua

Se você gostou e tirou várias fotos da superlua que ocorreu no último mês de outubro, prepare seu coração: a desta segunda-feira (14) será ainda maior. O fenômeno que estará na janela da sua casa (se não houver nuvens, claro) será o maior dos últimos 68 anos.

Isso porque no auge do perigeu (momento em que a Lua fica mais próxima da Terra) o nosso satélite natural estará a apenas 356.511 km da Terra, segundo o astrônomo Gustavo Rojas, da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). A última vez que ele ficou mais perto do que isso foi em 1948, quando a distância do perigeu foi de 356.462 km.

A superlua, contudo, não será no momento do perigeu, que ocorrerá às 9h21 (horário de Brasília). O fenômeno por definição ocorre no momento da lua cheia, que será às 11h54 – nesta hora, o satélite estará a 363.338 km da Terra.

Para efeito de comparação, a superlua do último mês de outubro ocorreu com o satélite a uma distância de 364.687 km da Terra. A distância média do corpo celeste para nosso planeta é de 384.402 km.

Ficou triste pelos horários citados serem na manhã brasileira? Calma. Rojas diz que ainda assim o evento pode ser melhor aproveitado na noite de segunda-feira.

A próxima vez que a Lua chegará mais próxima da Terra será só no longínquo ano de 2034, quando no momento da superlua (encontro com a lua cheia) estará a 363.301 km de distância.

Este fim de ano ainda reserva mais uma superlua para os amantes do céu. A superlua de dezembro encerrará a sequência de três seguidas.

Roseana Sarney é denunciada por rombo de mais de R$ 400 milhões

O Globo

roseana-sarney

SÃO PAULO – A ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, foi denunciada pelo Ministério Público do Estado por causar prejuízo de mais de R$ 410 milhões aos cofres públicos em esquema fraudulento de concessão de isenções fiscais pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) a empresas. A acusação do MP foi no dia 21 de outubro, contra ela e mais dez ex-gestores, servidores públicos e demais envolvidos por práticas criminosas, e divulgada pela assessoria do órgão nesta terça-feira.

A assessoria de imprensa da ex-governadora disse que “todos foram pegos de surpresa”, que seus advogados ainda estão tomando conhecimento sobre a denúncia e que Roseana está tranquila. “Em todas as decisões tomadas em benefício do Estado, a ex-governadora agiu com respeito às leis, sempre orientada pela Procuradoria Geral do Estado do Maranhão”, informou em nota a porta-voz de Roseana.

Na denúncia, o titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís, Paulo Roberto Barbosa Ramos, chama o grupo de organização criminosa e diz que ele realizou compensações tributárias ilegais, implantação de filtro no sistema da secretaria para garantir essas operações tributárias ilegais e fantasmas, reativação de parcelamento de débitos de empresas que nunca pagavam as parcelas devidas, exclusão indevida dos autos de infração de empresas do banco de dados e contratação irregular de empresa especializada na prestação de serviços de tecnologia da informação, com a finalidade de garantir a continuidade das práticas criminosas.

“O modus operandi da organização criminosa envolvia um esquema complexo, revestido de falsa legalidade baseada em acordos judiciais que reconheciam a possibilidade da compensação de débitos tributários (ICMS) com créditos não tributários (oriundos de precatórios ou outro mecanismo que não o recolhimento de tributos). Não bastasse isso, em diversas ocasiões, foi implantado um filtro para mascarar compensações realizadas muito acima dos valores decorrentes de acordo homologado judicialmente”, escreveu o promotor de justiça na denúncia.

Os demais investigados são o ex-secretário de Estado da Fazenda, Cláudio José Trinchão Santos; o ex-secretário de Estado da Fazenda e ex-secretário-adjunto da Administração Tributária, Akio Valente Wakiyama; o ex-diretor da Célula de Gestão da Ação Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda, Raimundo José Rodrigues do Nascimento; o analista de sistemas Edimilson Santos Ahid Neto; o advogado Jorge Arturo Mendoza Reque Júnior; Euda Maria Lacerda; os ex-procuradores gerais do Estado, Marcos Alessandro Coutinho Passos Lobo e Helena Maria Cavalcanti Haickel; e o ex-procurador adjunto do Estado do Maranhão, Ricardo Gama Pestana.

Barbosa Ramos destacou, ainda, que os gestores do período de 14 de abril de 2009 a 31 de dezembro de 2014 ignoraram os procedimentos administrativos característicos da administração pública ou simplesmente deram sumiço a eles após praticarem seus crimes.

“Para consolidar a sangria dos cofres públicos sem gerar qualquer suspeita, os secretários da Fazenda deixaram de aprimorar o sistema de tecnologia da informação da Sefaz, permitindo aos membros da organização criminosa reativar frequentemente parcelamento de débitos de empresas que nunca pagavam as parcelas devidas e, ao mesmo tempo, excluir indevidamente autos de infração do banco de dados, acarretando ainda mais prejuízos aos cofres públicos em proveito próprio e de terceiros”, afirmou o membro do MP.

NEBULOSO PROCESSO LICITATÓRIO

O Ministério Público destacou que o esquema foi aperfeiçoado a partir de outubro de 2013 quando a empresa Auriga Informática e Serviços Ltda foi formalmente substituída em “um nebuloso processo licitatório” pela Linuxell Informática e Serviços Ltda, sendo que a primeira continuou prestando seus serviços, por meio de aditivo contratual.

“O fato é que a Secretaria de Estado da Fazenda pagou ao mesmo tempo duas empresas por um mesmo serviço que até então era executado por apenas uma”, destaca a denúncia.

O promotor de justiça aponta ainda que alguns funcionários da terceirizada Linuxell Informática e Serviços Ltda eram, ao mesmo tempo, comissionados da Sefaz, demonstrando “a grande ousadia da organização criminosa, respaldada pela convicção de que todos os crimes praticados permaneceriam impunes”.

DECISIVA APROVAÇÃO DE ROSEANA SARNEY

A organização criminosa contava com “o decisivo beneplácito de Roseana Sarney Murad”, segundo o MP, uma vez que ela “autorizou acordos judiciais baseados em pareceres manifestamente ilegais dos procuradores-gerais do Estado por ela nomeados”. Roseana também teria nomeado para cargos em comissão 26 terceirizados da Linuxell, para que desempenhassem na Sefaz as mesmas funções para as quais estavam contratados pela empresa Auriga.

O titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica apontou que Marcos Alessandro Coutinho Passos Lobo, Helena Maria Cavalcanti Haickel e Ricardo Gama Pestana assinaram pareceres manifestamente contrários ao art. 170 do Código Tributário Nacional, com o único objetivo de “desviar dinheiro público, em proveito próprio ou alheio, valendo-se da condição estratégica do cargo que ocupavam”.

Na denúncia, o MP indica ainda que compensações de créditos não tributários por tributários não ocorriam no Maranhão desde 2004, ano em que a Lei Estadual nº 8.152/2004 revogou a Lei Estadual nº 7.801/2002. Portanto, entre 2004 a 2009, nenhum crédito de origem não tributária tinha sido compensado por débito de origem tributária.

“De repente, com a chegada de Cláudio Trinchão e Akio Valente à Sefaz essa situação mudou drasticamente. É como se tivessem descoberto uma forma de produzir dinheiro em velocidade maior que a Casa da Moeda. Somente de 17 de abril de 2009 a 31 de dezembro de 2014, foram efetuadas 1.913 compensações. Isso mesmo. De praticamente nenhuma em toda a história do Maranhão, como em um passe de mágica, milhares de compensações em série passaram a ser feitas, tudo isso sem qualquer observação aos parâmetros legais e constitucionais e ainda utilizando-se de fraude”, afirmou Barbosa Ramos.

Fim da pausa do blog após 30 dias

Após o resultado das eleições 2016 o editor desta página deu uma pausa nas publicações. Foram 30 dias sem atualizações.

A pausa também ocorreu no Facebook e no Twitter. No Facebook os dois perfis foram desativados por 30 dias. O mesmo ocorreu no Twitter.

A pausa do blog se encerra neste terça-feira (02/11).

No Twitter e no Facebook a pausa também chegou ao fim.

Paraibano (MA): Veja a relação dos vereadores eleitos em 2016

Com 100% das urnas apuradas em Paraibano (MA) nas eleições deste domingo (2), a Câmara Municipal já tem definida sua nova composição. Novos e antigos vereadores ocuparão as 11 vagas disponíveis no parlamento municipal.

A coligação “Unidos Pela Mudança”, do candidato Zé Hélio (PT) elegeu sete vereadores, enquanto que a coligação “O Ser Humano em Primeiro Lugar”, elegeu quatro vereadores.

O número de novos vereadores chega a seis. Elizângela da Tabaroa, reeleita, foi o campeão de votos (706).

Os vereadores que não conseguiram reeleição: Cazuquinha, Jair, Chico Everton, Nato e Socorro do Chuta.

O vereador Tico do Getúlio não concorreu à reeleição.

Lista de vereadores eleitos para mandato 2017-2020

Elizangela da Tabaroa (PSB): 706 votos

Ricardo Campos (PEN): 657 votos

João Marcelo (PSDB): 632 votos

Ricardo Xavier (PT): 621 votos

Célia da Aparecida (PTB): 603 votos

Denia do Lyndon Jonhson (PTN): 597 votos

Murilo Ribeiro (PSL): 445 votos

Lucimar Sá da Silva (SD): 477 votos

Denis (PMN): 442 votos

Tico Leite (PC do B): 379 votos

Nilton Pitó (PSB): 370 votos

Zé Hélio (PT) derrota candidata da oligarquia Furtado, em Paraibano, MA

Oligarquia Furtado não perdia eleição em Paraibano desde 1982, portanto há 34 anos.

ze-helio

José Hélio Pereira de Sousa, o Zé Hélio,  do PT, foi eleito neste domingo (2) prefeito de Paraibano para os próximos quatro anos. Com 100 % das urnas apuradas, o petista teve 6.070 votos, o que corresponde a 56,91 % dos votos válidos. A atual vice-prefeita Rejany Gomes (PSC), teve 4.596 votos (43,09%).

A vitória marca a derrota da oligarquia Furtado, que manda e desmanda município desde 1982, portanto há 34 anos. A prefeita Aparecida Furtado (PDT), não concorreu à reeleição, pois é ficha suja e deu apoio a Rejany.

Zé Hélio  tem 52 anos, trabalhou em olaria na juventude, tem ensino médio completo e hoje é empresário no ramo de comércio.

Projetos

Entre as propostas de campanha, o petista prometeu criar a Guarda Municipal de Paraibano, realizar eleições para diretores e vice-diretores das escolas da rede pública municipal e criar o departamento municipal de trânsito.

Resultado final 

Abstenção 3.946 (25,45%)

Comparecimento 11.557 (74,55%)

Votos válidos (excluindo brancos e nulos):  10.666 (92,29%)
Zé Hélio (PT): 6.070 (56,91%)
Rejany Gomes (PSC): 4.596(46,09%)

Total de votos apurados: 100 %
Brancos: 128 (11,11%)
Nulos: 763(6,60%)

Foto: Hilton Franco

Vexame: Prefeita de Paraibano é retirada do local de votação por advogado

aparecida

Falta de aviso não foi.  Ontem este site anunciou a chegada em Paraibano, do advogado Ricardo Beckman – aquele que anulou o concurso fraudulento,  e alertou a prefeita Aparecida Furtado (PDT) para ter cuidado nesta eleição.

Sabe o que aconteceu? Aparecida Furtado, não seguiu o aviso e passou o maior vexame de sua vida na tarde deste domingo (2), ao ser retirada debaixo de vais da escola Sarney Costa pelo advogado Ricardo Beckman, da coligação “Unidos Pela Mudança, cujo candidato é o empresário Zé Hélio (PT).

“A mulher (Aparecida Furtado) não queria sair não. Mas com diálogo ela se retirou do local, obedecendo à determinação da portaria expedida pela Justiça Eleitoral”, disse Ricardo em contato com este editor.

Segundo um advogado consultado pelo site, somente candidatos ou credenciados podem circular nos locais de votação. Aparecida não é candidata e não está credenciada.

A presença da oligarca nos locais de votação seria uma forma de intimidar os eleitores. Mas Aparecida levou a pior e o povo vai poder votar sem pressão.

Paraibano (MA): Advogado que anulou o concurso fraudulento vai acompanhar as eleições no município

Coligação do candidato Zé Hélio (PT) contará com 11 advogados para acompanhar as eleições em Paraibano

ricardo

CHEGOU A HORA DA MUDANÇA! Se encontra no município de Paraibano/MA o advogado autor da ação popular que anulou, ano passado, o concurso com indícios de fraude realizado pela prefeita Aparecida Furtado (PDT) no ano de 2014.

Vale destacar que o advogado é atualmente membro da equipe do atuante órgão do governo do estado, PROCON/MA, e braço direito de Duarte Junior, Diretor-Geral, ambos aliados do Governador Flávio Dino (PC do B).

Em contato com o site, Ricardo explica o motivo de sua vinda à Paraibano: “Fui convidado pela coligação Unidos pela Mudança para participar deste processo em busca de justiça e igualdade social. Não apenas como jurista, mas sobretudo como cidadão que sonha com um Maranhão melhor para todos nós”, esclarece o advogado.

Dr. Ricardo Beckman, juntamente com o colega advogado Dr. Gustavo Baima vieram reforçar, portanto, o corpo jurídico da coligação “Unidos pela Mudança”, encabeçada pelo candidato a prefeito Zé Hélio (PT).

Segundo pesquisa Escutec, Zé Hélio deverá derrotar a oligarquia Furtado neste domingo (02), pondo fim à hegemonia de quase 40 (quarenta) anos na gestão do nosso Município, caracterizando um atraso ao desenvolvimento da cidade de Paraibano.

Wellington do Curso processará Márcio Jerry por injúria

jerry

O deputado Wellington do Curso (PP), candidato a prefeito de São Luís vai processar secretário de Articulação Política e Comunicação Social, Marcio Jerry (PC do B) por injúria.  Durante toda a tarde desta quinta-feira (29), Wellington foi alvo da fúria de Jerry nas redes sociais.

“Não sei se é bandido, mas foi hoje se solidarizar com movimento de bandidos repelidos por toda a sociedades”, escreveu Jerry, no Twitter, numa clara referência ao deputado Wellington.

As publicações de Jerry serviram para os “blogueiros do Eixo do Mal” partirem de novo para a pancadaria contra o deputado que ameça derrotar a comandita do PDT em São Luís, liderada pelo prefeito Edivaldo Holanda e o deputado federal Weverton Rocha (aquele que destruiu o ginásio Costa Rodrigues no governo de Jackson Lago).

Em nota, Wellington diz que Márcio Jerry é um fanfarrão e tenta atrapalhar o processo eleitoral de São Luís.

Veja a nota:

Encontrava-me hoje na praça D. Pedro II gravando um programa de televisão e, também, concedendo uma entrevista à TV Mirante, quando, um pouco adiante, um grupo de esposas e parentes de presidiários se aglomerava em frente ao Palácio dos Leões, solicitando um encontro com membros do governo.

Ao verem os equipamentos de televisão que faziam a minha gravação e, a partir daí, me reconhecerem, algumas delas se aproximaram para pedir alguns selfies, algo que, como candidato a prefeito, sempre me ocorre quando saio às ruas de São Luís.

Tratei todas elas com o respeito e a sobriedade com que sempre trato as pessoas. Nada além disso.

Para minha surpresa e indignação, tomei conhecimento de que o secretário de Comunicação e Articulação Política do Estado, o inquieto e fanfarrão Marcio Jerry, cometeu a irresponsabilidade de acusar-me de associação com o crime organizado, utilizando, para isso, as redes sociais e os blogs de sua facção, todos financiados com a verba publicitária do Governo do Estado.

Claro que essa iniciativa tem um escancarado objetivo eleitoreiro, quando faz o uso ardiloso das redes sociais, especialmente na véspera das eleições e já encerrada a propaganda eleitoral, com a visível intenção de impossibilitar-me o amplo e necessário esclarecimento à população. Uma covardia a mais.

Por tudo isso, venho comunicar aos meus conterrâneos que estou ingressando em juízo para processar o referido agressor, dentro do que faculta o artigos 243 da Lei 4.737/65 e artigos 17 e 18 da Resolução TSE 23457/2015, tudo com o objetivo de reprimir essa e tantas outras atitudes rasteiras com que o secretário Marcio Jerry busca interferir fraudulentamente no processo eleitoral.