Paraibano-MA: O triste fim político de Aparecida Furtado

aparecida

Aos esquecidos, relembro que a prefeita de Paraibano (MA) Aparecida Furtado (PDT), exerce o quarto mandato no executivo (16 anos), o que a coloca no rol dos políticos profissionais que sobrevive, à custa do dinheiro público, não tendo outra profissão regulamentada. 

 

Teria Aparecida o direito de concorrer a reeleição, não fosse as condenações junto ao Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, onde foi condenada a devolver mais de 6 milhões de reais, e ainda a tramitação de 17 (dezessete) processos de improbidade administrativa que responde na Justiça comum (não transitado em julgado).

 

Atualmente Aparecida Furtado é “ficha suja”, e por isso não pode concorrer a reeleição, tendo que colocar Rejany Gomes (PSC) para dar continuidade a sua fracassada gestão. 

 

Engana-se quem pensa que a prefeita “não quer” mais concorrer. Na verdade ela está atualmente INELEGÍVEL, FICHA SUJA, impedida pela justiça de ser candidata.

 

Estamos de olho nela, que pensa que enganará seu eleitorado nessas eleições com a mentira deslavada de que “está cansada”, “doente”, e que por isso vai se aposentar da política. 

 

Mentir é feio, prefeita!

Convenção oficializa candidatura de Zé Hélio à prefeitura de Paraibano (MA)

Ze Helio

Zé Hélio

O PT (Partido dos Trabalhadores) anunciou a candidatura do empresário Zé Hélio à Prefeitura de Paraibano (MA) nas eleições municipais de 2016. A decisão ocorreu em convenção do partido neste domingo (24), na escola João Furtado Brito. O indicado a vice foi Chico do Zé Veado (PC do B). Os nomes serão submetidos ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), para validação das candidaturas.

No encontro, foi formalizada ainda a coligação ‘Unidos Pela Mudança’ , que reúne, além do PT, o PC do B, PHS, PRB, PP, PEN, PSB, PSDB, PTN, PT do B e PSD. O PPS decidiu ficar neutro. Juntos, os partidos terão 22 candidatos a vereadores.

A convenção contou com a participação do deputado estadual Zé Inácio (PT), dos vereadores Nato (PSDB), Cazuquinha (PTN), Elizângela (PSB), Tico do Getúlio (PSD) e Dênia Sá (PTN), do Secretário Adjunto do Trabalho, Júlio Guterres, (PC do B), dos ex-prefeitos Sebastião Pitó e Chico Castor e várias lideranças municipais.

Veja os 22 nomes que vão concorrer às 11 vagas da Câmara Municipal de Paraibano.

Delfino José de Sousa Neto – ‘Ludru do Marajá’ (PT)

Elizângela Texeira Fernandes – ‘Vereadora Elizângela’ (PSB)

Francisco Amauri Brito Noleto – ‘Amauri do Zé do Reis’ (PC do B)

Francisco Leite da Costa – ‘Tico Leite’ (PC do B)

Francisco das Chagas Ferreira de Carvalho – ‘ Tico do Getúlio’ (PSD)

Jair Carvalho Coelho – ‘Jair’ (PT do B)

João Marcelo Furtado Veloso – ‘João Marcelo’ (PSDB)

Joaquim Soares Filho – ‘Dugero’ (PC do B)

José de Sousa Neto – ‘Zim Marão’ (PC do B)

Jucilene Maria da S . Rodrigues  – ‘Lena do Antonio Marcos’ ( PC do B)

Nilton Pereira de Sousa – ‘Nilton Pitó’ (PSB)

Solimar da Conceição Silva  – ‘Irmã Solimar’ (PT)

Maria Alie Ferreira Santos – ‘Maria Alice’ (PC do B)

Maria Alcione Pereira de Sousa –  ‘Alcione’ (PT)

Maria de Jesus Santiago de Sá – ‘Jesus'(PT)

Valdênia de Sá Dutra de Sousa – ‘Dênia’ (PTN)

Valmir Pereira de Almeida – ‘Cazuquinha’ (PTN)

Paulo Jean Alexandre da Silva – ‘Paulinho do Bar’ (PT)

Raimundo Nonato O. Santos – ‘Nato’ (PSDB)

Ricardo Kaique M. Coelho – ‘Ricardo Xavier’ ( PT)

Ricardo Henrique Queiroz Campos – ‘Ricardo Campos’ (PEN)

Sebastião Amaury Carneiro Pereira – ‘Professor Amaury’ (PT do B).

 

Filho de Maranhão vai devolver R$ 565 mil ao tribunal onde tinha cargo, mas não dava expediente

Folha de São Paulo

Filho de Waldir Maranhão, Thiago Augusto ai devolver ao Tribunal de Contas do Maranhão R$ 565.163,06 — em entrada mais 24 prestações. Augusto foi nomeado assessor da corte estadual por um aliado do pai, mas trabalhava como médico em São Paulo. Ele foi exonerado do posto em 9 de maio, quando a coluna revelou o caso.

Seu salário mensal no tribunal girava em torno de R$ 6,5 mil. Ele já estava lotado no gabinete de Edmar Cutrim quando concluiu sua residência médica, no Rio de Janeiro.

Funcionários que trabalham com gestão de pessoas no tribunal informaram à coluna que o cargo de Thiago Augusto — assessor de conselheiro TC04 — prevê expediente diário no gabinete.

Procurado pela coluna, o conselheiro que o empregava disse inicialmente que o filho de Waldir Maranhão ia ao trabalho “todo mês”. Depois se corrigiu e disse que o funcionário aparecia “duas, três, quatro vezes por semana”. Desligou o telefone e não voltou a atender às ligações. A assessoria do deputado foi contatada na sexta-feira (22), mas não se manifestou.

Ferdinan Júnior desiste de sua pré-candidatura e decide ficar neutro nas eleições de Paraibano (MA)

Ferdinan

O advogado Ferdinan Junior (PPS) enviou por e-mail nesta terça-feira (20/07) uma nota oficial ao editor deste blog  para comunicar a desistência de sua pré-candidatura a prefeito de Paraibano.

Ferdinan aponta o ‘desvio de rumo que tomava a oposição’ e ‘em nome da coerência aos princípios defendidos pela agremiação’ para justificar a decisão do partido em permanecer neutro nas eleições municipais em Paraibano.

Veja a nota oficial do PPS em Paraibano/MA

A respeito do posicionamento adotado pelo Partido Popular Socialista, em Paraibano (MA), em relação às coligações políticas para as eleições municipais de 2016, o diretório municipal vem apresentar os devidos esclarecimentos:

1)      O Diretório Municipal do PPS/Paraibano reafirma que mantém a mesma linha de pensamento e ideologia iniciais, qual seja a de contribuir com a política paraibanense de forma ética, transparente e com respeito aos preceitos constitucionais republicanos, e aos cidadãos deste município, destinatários diretos da atuação estatal;

2)      O PPS participou ativamente na construção da intitulada “nova oposição”, composta por aproximadamente 10 (dez) partidos, cuja caminhada efetiva teve inicio ainda em 2015, há 15 (quinze) meses do pleito eleitoral, algo inédito no cenário político local;

3)      No entanto, como e toda e qualquer caminhada desta natureza foram encontrados muitos percalços, o que gerou, dentro do grupo, a sua cisão em uma nova formação, denominada “via alternativa”, na qual aderiu também o pré-candidato Daniel Furtado, dissidente do grupo da situação;

4)      Após inúmeras reuniões com lideranças de bairro e políticas no município, a maioria do grupo “via alternativa” aderiu à pré-campanha do pré-candidato a prefeito pelo PT, Zé Helio, e alguns à pré-campanha da pré-candidata pelo PSC, Rejany Gomes, decisão não seguida pelo PPS, embora este respeite as decisões tomadas pelos demais partidos;

5)      Desse modo, desconfortável com o desvio de rumo que tomava a oposição, após deliberação democrática interna, o PPS esclarece, por esta nota, que não fará coligação com nenhum dos dois grupos em Paraibano, e se manterá neutro nas eleições municipais de 2016, tudo isto em nome da coerência aos princípios defendidos pela agremiação, e

6)      Embora o PPS não tenha decidido pela união/coligação com nenhum grupo, deseja sorte aos candidatos a prefeito e vereador, e espera que o pleito se desenvolva de modo tranquilo, dentro das regras eleitorais vigentes, e em respeito, principalmente, ao povo de Paraibano.

Paraibano/MA, 20 de julho de 2016.

 Ferdinan Vieira Guimarães Júnior

Presidente do PPS/Paraibano-MA

Paraibano-MA: Doze partidos políticos apoiam pré-candidatura de Zé Hélio

Zé Hélio

Na manhã desta terça-feira (19), o pré-candidato a prefeito Zé Hélio (PT), reuniu em sua residência os representantes de 12 partidos políticos e a coordenação de campanha.

A reunião  teve como pauta a definição dos pré-candidatos a vereadores que irão concorrer às eleições 2016 e a convenção partidária, que acontecerá no domingo (24).

Foram definidos 22 candidatos a vereadores pela chapa do pré-candidato a prefeito.

Veja quem são os presidentes dos partidos que participaram da reunião:

Almiran Pereira de Sousa (PT)

Railton de Sousa Oliveira (PP)

Jair Carvalho Coelho (PT do B)

Sebastião Pereira de Sousa (PSB)

Francisco das Chagas Pereira de Carvalho (PSD)

Valdênia Sá Dutra de Sousa (PTN)

Daniel Furtado Veloso (PSDB)

Ana Katarina Furtado Veloso (PHS)

Ricardo Henrique de Queiroz Campos (PEN)

Aristeu Xaxier Rego Neto (PRB)

Cândido Leonardo Coelho de Sousa Melo, representando o presidente Ferdinan Júnior (PPS)

Francisco Leite da Costa – ‘Tico’, representando a presidente Geralda Alves (PC do B)

 

 

FOTOS: Acidente com duas mortes na BR-135 e interdição da rodovia, em Paraibano

Uma batida frontal entre um caminhão e um veículo de passeio na BR-135, no povoado Coqueiro, a 12 km de Paraibano (MA),  deixou duas pessoas mortas no final da tarde desta quinta-feira (14).

A colisão provocou a morte de Erimilte Pacheco no local. O seu filho, Lucas Pacheco, de 17 anos ainda foi socorrido com vida e segundo a Polícia Militar, morreu no hospital Socorrão de Presidente Dutra (MA), distante 162 Km do local do acidente. Os dois viajavam de Fortaleza (CE) com destino a Porto Franco (MA). Para ir até Porto Franco, a  condutora deveria ter seguido pela BR-230 e errou o caminho ao entrar na BR-135.

O motorista do caminhão não teve ferimentos. A rodovia foi interditada por cerca de 16h com uma vala, pneus queimados e galhos de árvores. Após negociação com a Polícia Rodoviária Federal a rodovia foi liberada. Os manifestantes prometeram fazer nova interdição se a rodovia não for recuperada no trecho que ocorreu o acidente.

A prefeitura de Paraibano encaminhou máquinas do Programa de Aceleração do Crescimento para recuperar a rodovia de forma paliativa.

Acidente na BR 135 em Paraibao




























Acidente na BR-135 deixa mãe e filho mortos, em Paraibano (MA)

DSC_5120

DSC_5118

DSC_5152

Uma batida frontal entre um caminhão e um veículo de passeio na BR-135, no povoado Coqueiro, a 12 km de Paraibano (MA),  deixou duas pessoas mortas no final da tarde desta quinta-feira (14).

Segundo a Polícia Militar, Erimilte Pacheco Silva vinha de Fortaleza (CE), com seu filho Lucas Pacheco, de 17 anos, com destino a Porto Franco (MA) em um Hyundai BH20, quando após o veículo cair em um buraco e perder o controle bateu de frente com um caminhão Mercedes Benz, que seguia no sentido contrário. O caminhão carreado de abacaxi tombou após a colisão. O caminhoneiro identificado por Nivaldo Eduardo Vieira, de 51 anos não se feriu.

A mulher morreu no local, o seu filho Lucas Pacheco ainda foi socorrido com vida e levada para a UPA de São João dos Patos (MA) e depois para Presidente Dutra (MA), onde não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Por conta do acidente os moradores do povoado Coqueiro cavaram uma vala na rodovia, incendiaram pneus e colocaram galhos de árvores.  A rodovia está interditada desde as 18h de quinta-feira (14).

A Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal estiveram no local, mas não conseguiram liberar a pista. Os moradores garantem que a pista só será liberada com a presença de um representante do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT).

O buraco tem mais de 5 anos e já provocou vários acidentes. Agora são quatro mortes causada por esse buraco.

Fotos: Hilton Franco

Lei da meia entrada para professores não é cumprida na vaquejada de Paraibano-MA

Ingresso para o show de Aviões do Forró no domingo (17), custa entre R$ 70,00 e R$ 100,00.

Vaquejada de Paraibano

Franco

A Lei 9.683, de 28 de agosto de 2012, que garante a  meia entrada para professores em estabelecimentos que promovam lazer e cultura realizados em espaços públicos e privados segue sem ser cumprida no município de Paraibano (MA). A lei é de autoria do deputado estadual Edilázio Júnior (PV).

A contatação foi feita na tarde desta quinta-feira (14) pelos professores Hilton  Franco e Amaury Carneiro.

De posse do Diário Oficial da Assembleia Legislativa do Maranhão e dos seus contra-cheques, os professores foram até um posto de venda de ingressos da vaquejada localizado na Rua 7 de Setembro. Chegando ao local,  as vendedoras  informaram que não sabiam da Lei e não poderiam vender os ingressos. Uma das vendedoras chegou a ligar para a Kaline Brito, ‘chefe’ da organização do evento. A tentativa foi em vão. Os professores foram até o parque de vaquejada, mas não encontram a ‘chefe’.

Em seguida em outro posto de vendas dois rapazes atenderam os professores para vender os ingressos. Mas assim que souberam que era Meia Entrada, se recusaram vender e disseram que iam falar com a ‘chefe’ Kaline Brito.

Questionados se conheciam a referida Lei, um dos vendedores disse que ouviu falar, o outro disse que não.

Sem obter êxito na compra dos ingressos, os professores foram até a Delegacia de Polícia Civil de Paraibano e registraram ocorrência para fazer a denúncia no Ministério Público. Com toda a documentação em mãos, os professores foram até o Ministério Público, mas às 16h já estava fechado.

O caso já foi denunciado ao presidente do PROCON, Duarte Júnior. Os professores Hilton Franco e Amaury disseram que vão denunciar o caso na unidade do PROCON de São João dos Patos e Ministério Público de Paraibano nesta sexta-feira (15).

O objetivo da denúncia e fazer com que a lei da meia entrada para professores seja cumprida em Paraibano em todos os eventos que se realizem no município a partir desta data.

E a lei da meia entrada para estudantes? Essa é outra história.

Veja o que diz a lei no Diário Oficial do Maranhão

Buraco em avenida traz risco para motoristas em São Luís

DSC_5033

DSC_5031

Um buraco aberto há pelo menos quatro meses na Avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro Cohab, São Luís (MA), tem atrapalhado o trânsito e gerando revolta aos motoristas que passam diariamente pelo local.

Vários motoristas já caíram no buraco e tiveram os veículos danificados. À noite o perigo aumenta, principalmente para os motoqueiros.

Nesses quatro meses  o Secretário de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Antônio Araújo e o prefeito Edivaldo Holanda (PDT) nada fizeram para resolver o problema.

E assim segue São Luís, tomada por buracos.

Foto: Hilton Franco

MAC vence de goleada e Moto Club fica no empate

mac

O Maranhão Atlético Club venceu o Icasa-CE por 4 a 0 em jogo realizado neste domingo pela Série D do Brasileiro, no Castelão em São Luís. Já o Moto Club que enfrentou o Águia de Marabá, no estádio Zinho de Oliveira, empatou em 1 a 1.

MAC

O Maranhão fez dois gols no primeiro tempo, com Rodrigo, aos 30, e Elton aos 38. Na etapa final, aos 4 minutos, Rodrigo fez 3 a 0  e aos 13, Daylson fechou o placar em 4 a 0.

Com a vitória o Maranhão é o terceiro do grupo A5 com 6 pontos. O Altos-PI lidera o grupo com 13 pontos. O Juazeirense é o vice-líder com 8 pontos  e o Icasa é o lanterna com 1 ponto.

Na última rodada o MAC enfrenta o Altos fora de casa e o Icasa enfrenta o Juazeirense, no estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte. Para se classificar o MAC precisa vencer o Altos e torcer por uma derrota ou um empate do Juazeirense diante do Icasa.

MOTO

Águia e Moto ficaram no empate simples, de 1 a 1, em Marabá e ambos vão a última rodada com chances reais de classificação.

Os gols foram marcados no primeiro tempo. O Águia abriu o placar com Flamel, aos 18 minutos. Ele sofreu o pênalti e cobrou. O Moto empatou aos 39 com o estreante Müller Brenner.

Com o empate o Moto é terceiro do grupo A4 com 7 pontos. O Tocantinópolis com 8 pontos assumiu a liderança do grupo depois de vencer o Santos-AP por 2 a 1 no estádio Zerão, em Macapá. O Águia é vice-líder com 8 pontos.

Na última rodada, domingo, às 18h no estádio Castelão o Moto enfrenta o eliminado Santos-AP. No mesmo horário, em Tocantinópolis, no estádio Ribeirão, o Tocantinópolis enfrenta o Águia.

 Para se classificar o Moto Club precisa vencer o Santos por qualquer placar.