Acreanos irão votar para Presidente e Referendo do fuso horário.

Hilton Franco

Os  470.975 eleitores acreanos vão às urnas escolher hoje domingo(31) o novo Presidente da República e ainda decidir sobre a mudança ou manutenção do fuso horário local.  

As votações começam a partir das 8h e terminam as 17h. Serão duas urnas eletrônicas separadas, localizadas na mesma seção. Na primeira, o eleitor deverá escolher entre a candidata Dilma Rousseff, do PT, ou o candidato José Serra, do PSDB.

Na segunda urna, a disputa será entre a Frente 55 e a Frente 77, que defendem o “Sim” e o “Não”, respectivamente, em relação a alteração do fuso horário vigente no Acre desde 2008.

 O eleitor terá que responder a seguinte pergunta: você é a favor da recente alteração do horário legal promovida em seu estado? Quem for a favor da manutenção, do “sim”, vai digitar 55. Quem for contra, do “não”, vota 77. O voto é obrigatório no referendo.

Entenda o caso – profº Hilton Franco.

O Acre fazia parte do 4º fuso horário brasileiro,juntamente com o extremo Oeste do Amazonas. 

Em 2008, um projeto do senador Tião Viana (PT-AC), eleito governador este ano, reduziu o fuso de duas para uma hora de diferença, com o intuito de aproximar do horário brasileiro.

O projeto se transformou na  Lei 11.662 e foi sancionada pelo presidente Lula em de 24 abril de 2008, alterando o  fuso horario  do Acre, Amazonas e Pará.Com a mudança, o Brasil que tinha quatro fusos horários, passou a ter três fusos horários.

O adversário de Tião (PT- AC) , deputado Flaviano Melo (PMDB/AC) , propôs um referendo e o Congresso promulgou no final de 2009 um decreto marcando para que o mesmo ocorresse junto com as eleições de 2010.

Pesquisa:

Em pesquisa que eu fiz no site do Jornal o Estado do Acre, uma enquete perguntava se os acreanos eram a favor do horário antigo ou do horário atual e o resultado parcial apontava vítória do horário antigo com 78,2% dos votos contra 21,6% a favor do horário atual e 0.2% estão indecisos

Caso se confirme a vitória do horário antigo, o Brasil voltará a ter quatro fusos horários e os livros de Geografia terão que mudar mais uma vez. Pior para alguns estudantes que terão um fuso a mais para estudar.

Nota do professor Hilton Franco:

O referendo é apenas no Acre. Caso os acreanos decidam pela volta do horário antigo, o Acre será o único estado brasileiro no 4º fuso.

O oeste do Amazonas que era do 4º fuso continuará no 3º fuso e o Oeste do Pará que era do 3º fuso continuará no 2º fuso.

As campanhas Frente 55 e Frente 77

Agência Brasil

Campanha do SIM

“Já faz mais de dois anos que a hora foi ajustada para você aproveitar melhor o dia e o Acre ficar mais integrado com o Brasil. No começo foi preciso adaptar alguns horários e costumes.

E agora, que você está bem acostumado para aproveitar melhor essa hora mais certa, pra quê mudar tudo de novo? Para não atrasar o Acre, para não atrasar você, deixe a hora como está! Vote 55” – A frente do sim é  formada pelas  Federações de empresários da indústria e do comércio

Campanha do NÃO

“Quando o fuso horário do nosso estado foi alterado, você não foi consultado. Dizem que a economia se fortaleceu com a mudança. Aí eu lhe pergunto: seu salário aumentou após a mudança? E os milhares de trabalhadores e crianças que têm de sair de suas casas para ir ao trabalho ou à escola no escuro com medo da violência? Você se acostumou na marra, por uma lei imposta.

Não está certo isso! Agora você pode escolher se quer que o Acre volte à hora antiga, como sempre foi. Para voltar ao horário antigo, vote 77”. A frente do NÃO é formada por sindicatos de trabalhadores, como professores e servidores públicos.

Informações:Agência Brasil, A Gazeta do Acre e o Jornal O Estado do Acre