Amapá é o último Estado a se conectar à banda larga fixa

Folha de São Paulo

Consumidor testa web em banda larga via cabo em Macapá; velocidade será de até 5 MB

Consumidor testa web em banda larga via cabo em Macapá; velocidade será de até 5 MB

O Amapá não é mais o único Estado brasileiro sem banda larga fixa por cabos de fibra ótica. Ontem, uma nova rede, de cerca de 450 quilômetros, foi inaugurada em parceria do governo estadual com a Guiana Francesa e a Oi.

Até então, os moradores do Amapá contavam apenas com uma conexão mais
lenta de internet via rádio ou satélite.

A Oi foi a única empresa que manifestou interesse em investir na implementação da rede, segundo o governo, mas outras operadoras de telefonia móvel que atuam no país também poderão utilizá-la.

Os cabos estendem-se pelo Amapá até Caiena, a capital da Guiana Francesa. A partir do país vizinho, a rede segue pelo mar até Fortaleza.

Os preços devem diminuir. Um pacote de 1 MB (velocidade máxima até hoje) deverá cair de R$ 200 para R$ 59, segundo estimativa do governo. Serão oferecidas velocidades de até 5 MB.

A lentidão atual da internet atrapalha até os serviços da gestão estadual.

O novo sistema vai cobrir a capital, Macapá, e mais 12 cidades. Outros três municípios do Amapá continuarão com a conexão antiga, porque estão distantes da rede.