Apoiado pelos ‘hinchas’, Messi ajuda Argentina a se garantir nas quartas

Globoesporte.com

Di María, Agüero e Messi: os nomes da vitória da tranquila Argentina sobre a Costa Rica (Foto: Reuters)

Ufa! Depois de péssimas exibições contra Bolívia e Colômbia, a Argentina finalmente fez o que dela se esperava na Copa América. Contando com bela atuação de Lionel Messi, os anfitriões venceram com total autoridade a Costa Rica por 3 a 0, no estádio Mário Kempes, em Córdoba, e se garantiram nas quartas de final. O camisa 10, que teve seu nome gritado antes, durante e depois da partida, foi eleito o melhor em campo pelos torcedores: deu passe para dois gols (Di María e Agüero). O genro de Maradona, por sinal, fez outro e assumiu a artilharia da competição com três gols.

Apesar da boa atuação, Lionel Messi completou nesta segunda 15 jogos oficiais sem gols pela seleção – o último foi contra a Venezuela, no dia 23 de março de 2009, pelas eliminatórias da Copa. Por se tratar de um amistoso, a partida contra o Brasil, no dia 17 de novembro de 2010, em Doha, não entra nessa contagem.

Com o triunfo, a Argentina chegou aos cinco pontos, ficando com o segundo lugar do Grupo A. A Colômbia, que derrotou os bolivianos na véspera, terminou em primeiro. Agora, na próxima fase, os hermanos esperam o segundo colocado da chave C, que pode ser o Uruguai. Nesta terça-feira, a Celeste pega o lanterna México e, vencendo, deve ficar com a vice-liderança. Dividindo a primeira colocação provisória, chilenos e peruanos se enfrentam no mesmo dia.

Já os costarriquenhos permaneceram em terceiro, com três pontos, mas com um saldo negativo de dois gols que tende a prejudicá-los nos critérios de desempate. O 3 a 0 para a Argentina ajudou, quem dira, o Brasil, que pode se classificar com um simples empate diante do Equador.

Os gols de Argentina 3 x 0 Costa Rica pelo Grupo A da Copa América