Boca elimina o Corinthians no Pacaembu

O Globo

RIO – Na reedição da última final da Copa Libertadores, em partida com erros capitais de arbitragem, o Boca Juniors eliminou o Corinthians, atual campeão, em pleno Pacaembu. Depois de vencerem o jogo de ida por 1 a 0, em Buenos Aires, os argentinos arrancaram empate em 1 a 1.

A classificação do Boca assegura um time argentino nas semifinais. Isso porque a equipe vai enfrentar, nas quartas, o Newell’s Old Boys, que eliminou o Vélez. Já o Corinthians é o terceiro time brasileiro eliminado da Libertadores, assim como São Paulo e Palmeiras. Já Atlético-MG e Fluminense estão nas quartas de final, enquanto o Grêmio decide, nesta quinta-feira, a vaga contra o Santa Fé, na Colômbia. No jogo de ida, em Porto Alegre, o time brasileiro venceu por 2 a 1.

TABELA: Confira os jogos e resultados da Libertadores

Antes de Riquelme abrir o placar para os visitantes, aos 24 minutos de jogo, em chute de fora da área, encobrindo o goleiro Cássio, o árbitro Jorge Amarilla anulara um gol legítimo de Romarinho e deixou de marcar um pênalti de Marín que já havia recebido cartão amarelo e colocou a mão na bola. Paulinho, no início da segunda etapa, empatou a partida, de cabeça, após belo cruzamento de Emerson da direita. No segundo tempo, o árbitro deixou de marcar outro pênalti e voltou a anular um gol corintiano. Nos minutos finais, reconhecendo a luta do time em campo, a torcida não parou de incentivar os donos da casa. Mesmo ao fim do jogo, os torcedores não pararam de cantar: “Aqui tem um bando de loucos, loucos por ti, Corinthians”.

Resta ao Corinthians, agora, enquanto o Brasileirão não começa, buscar o título do Campeonato Paulista. No domingo, o time dirigido por Tite joga pelo empate contra o Santos, na Vila Belmiro, para sagrar-se campeão. No domingo passado, a equipe venceu por 2 a 1, no Pacaembu.