Category Archives: POLÍTICA

Propaganda enganosa! Deputado Wellington do Curso desmascara “Escola Digna” do governo Flávio Dino, em Pastos Bons (MA)


Propaganda enganosa, salas de aula em péssimas condições e sem janelas, cadeiras quebradas, muro caído, mato em todo canto, quadra destruída e traves amarradas e escoradas com taboca. É essa a triste realidade da educação pública no estado do Maranhão, que foi denunciada pelo deputado Wellington do Curso (PP).

A denúncia do deputado Wellington é quanto ao Centro de Ensino Professor Ribamar Torres, uma escola do Estado, localizada no município de Pastos Bons e vai ao encontro de reivindicações de professores, alunos e dos vereadores Jackson Coelho (PPS) e Divaldo Gomes (PPS).

Como se a situação da escola em si já não fosse revoltante, a escola de Pastos Bons consta como se tivesse sido reformada em 2016, o que causa estranheza quando se compara a propaganda com a realidade.

“Uma escola nessas condições, por si só, já nos deixa tristes. Afinal, quando a educação é prioridade, escola digna se faz na realidade e não na propaganda. Por meio do projeto ‘De olho nas escolas’, temos exercido a nossa função parlamentar, sendo a de fiscalizar e foi por isso que solicitamos a lista com os nomes das 574 escolas, supostamente, já reformadas. Na lista, o Centro de Ensino Professor Ribamar Torres consta como reformada. Fica o questionamento: Sr.Governador, qual o conceito de reforma? É pintar o muro da escola? Isso é reformar? Se for, eu até entendo que se diga que a escola tenha sido reformada. Pintada por fora, esculhambada por dentro: é assim a escola reformada do Governo Flavio Dino”, pontuou Wellington.

O deputado Wellington, que possui um mandato popular que ouve o maranhense, pode constatar que, no local, o sentimento é de revolta nos alunos e professores.

“Quem diz que reformou nossa escola está mentindo. Jogaram uma tinta na parte do frente do muro. É isso que é reformar? Isso é brincar com a nossa cara”, lamentou um estudante do 3.ano.

Sobre a situação, Wellington encaminhou um ofício à Secretaria de Educação cobrando que a escola seja reformada de verdade.

 

Veja o que aconteceu na vaquejada 2017 de Paraibano

Show de Vitor e Léo teve pequeno público

O blog do Hilton Franco fez um resumo do que se passou durante a 32ª vaquejada de Paraibano, realizada dias 21, 22 e 23 de julho. 

Veja:

RAILTON  ATRAPALHA VAQUEJADA

O chefe de gabinete do prefeito Zé Hélio e presidente da comissão organizadora da vaquejada, Railton Sousa, ajudou a desorganizar a vaquejada. Segundo os vendedores ambulantes, Railton cobrava constantemente a taxa de funcionamento das barracas de forma arrogante e prepotente. Por conta disso, recebeu várias ameaças e quase apanhava dos vendedores.

Quem não  pagava a taxa de R$ 150,00, teve a barraca tomada. Foram tomadas as barracas de um ex-vereador e de um funcionário da prefeitura contratado.

Railton proibiu que fossem instaladas barracas de palha no local do evento e prometeu que seriam distribuídas tendas.  A vaquejada acabou e não chegaram todas as tendas prometidas, cerca de 60. Isso causou revolta de algumas pessoas de Paraibano que não tiveram a oportunidade de trabalhar. Agora só ano que vem.

ERRO DE CÁLCULO

A casa de show tem aproximadamente capacidade para 6 mil pessoas. Então a conta é simples: 40% dos ingressos eram destinados para os estudantes, ou seja, 2.400 ingressos. A organização da vaquejada  anunciou que os ingressos  de meia entrada para estudantes foram esgotados. O PROCON confirmou. Entretanto, segundo informações  a casa de shows tinha aproximadamente 1.700 pessoas.

Então, se realmente os ingressos de meia entrada foram todos vendidos para o show de Vitor e Léo, no mínimo a casa de show estaria com 2.400 pessoas. Afinal, quem mentiu: o PROCON ou a organização do evento?

BLITZ EDUCATIVA

Uma blitz educativa organizada pela 15ª CIRETRAN (São João dos Patos), realizada na sexta-feira, fez distribuição de panfletos  e uso do bafômetro alertando do perigo no trânsito durante a vaquejada.

BLITZ SURPRESA CAUSA PÂNICO

A polícia militar rodoviária realizou uma blitz surpresa na sexta-feira (21) na Rua 7 de setembro e fez a apreensão de vários veículos que estavam sem licenciamento atualizado. Veículos dirigidos por pessoas não habilitadas, também foram apreendidos e levados para o pátio da CIRETRAN de São João dos Patos.

Todos os veículos irregulares receberam multas e só serão liberados após o pagamento de todas as taxas e legalização veicular.

A fiscalização era para acontecer por dois dias, mas estranhamente não aconteceu no sábado. A blitz foi apoiada por todos que tem veículos regularizados e por quem tem habilitação. Só gerou revolta daqueles que querem trafegar de maneira irregular.

Infelizmente, políticos usaram de sua influência para encerrar a blitz realizada pela PM. Segundo fontes, o deputado federal Waldir Maranhão  solicitou o fim da fiscalização.

Como pode um político interferir uma blitz numa cidade violenta? A polícia está de parabéns pelo trabalho. Já Waldir vai ser lembrado por apoiar a irregularidade no trânsito.

RECLAMAÇÃO NOS CAMAROTES

Pessoas que pagaram R$ 4.000,00 por um camarote durante dois de vaquejada tiveram surpresas desagradáveis.

Segundo relatos publicados em grupos de WhatsApp e no Facebook, os camarotes não tinham controle e entravam quem queria. “Não sei porque pulseira para subir para os camarotes se não tinha controle de gente sem as mesmas. Tá de brincadeira, escreveu Zezé, ex-secretário de esporte.

“Dois bêbados invadiram meu camarote, pegaram cadeiras e ficaram dormindo e a gente ficou em pé. Foi caro, bebidas caras e desorganizado”, disse Raiza Holanda.

A situação aconteceu também em outro camarote.  Ao chegar ao camarote o mesmo já estava ocupado por quatro pessoas.  Para retirar os intrusos, a organização foi acionada e os mesmos foram tivera que sair.

FIASCO DE PÚBLICO

Devido aos altos preços dos ingressos no primeiro dia de vaquejada  e não pagamento antecipado dos salários ou do 13°dos servidores municipais, o show de Vitor e Léo foi um fracasso de público.

No terceiro dia de festa, nem mesmo com a liberação da portaria e o sorteio de uma moto Honda Pop 110, doada por um deputado estadual com intenção de receber apoio e votos, a casa de show lotou. Até as meia noite o público era pequeno. 

Para evitar mostrar o vazio do primeiro dia de festa,  foi divulgada uma foto mostrando só as pessoas próximas ao palco. Na foto aparece mais a cidade que o local onde acontecia o show.

LIXO TOMA CONTA DO PARQUE

O parque de vaquejada não tinha coleta de lixo regular e nem coletores para depósito de lixo. Por conta disso, por todos os lados o lixo estava espalhado.

PREFEITO BARRA ENTRADA DE BEBIDAS

O prefeito Ze Hélio foi flagrado na portaria domingo (23) barrando o público que entrava com bebidas. Não podia entrar com bebidas e não tinha nenhum bar  funcionando no camarote. Tinha que ficar subindo e descendo para ir comprar bebidas, relatou Rayza Holanda.

Segundo um turista de Colinas, o prefeito lhe barrou na porta com seis latas de cerveja e disse que ninguém poderia entrar com bebidas, pois no local tinha bar para vender bebidas.

VIOLÊNCIA ZERO

O Comandante  da 6ª Companhia Independe da Polícia Militar, tenente coronel Emerson Bezerra da Silva divulgou nota  informando que durante os três dias de vaquejada não teve nenhuma ocorrência policial. Segundo Emerson, foram utilizados 30 homens por noite. Para realizar as operações, a polícia contou ainda sete carros e cinco motocicletas.

TRANSPARÊNCIA ZERO

Como virou moda, de novo os organizadores da vaquejada não divulgaram o público pagante nos três dias de festas. Também não foi divulgado o valor da contratação das bandas e se teve lucro ou prejuízo com  venda dos ingressos e bebidas.

Além disso, não foi divulgado quantas senhas foram vendidas para os vaqueiros e os valores dos aluguéis de gado.

SEM REVISTAS NA PORTARIA

Durante dos três dias de vaquejada, ninguém foi revistado ao passar na portaria para ter acesso a casa de show. Caso a pessoa quisesse entrar portando armas ou drogas, estava livre.

ROUBO DE CELULAR

Segundo relatos, varias pessoas  tiveram bolsas e celulares furtados. Essas pessoas preferiram não registrar ocorrência.

 

Pastos Bons (MA): Vereador Jackson denuncia não cumprimento da Lei que garante a meia-entrada

Lei da meia entrada segue ser ser cumprida em vários municípios do Maranhão

A Lei  Nº 12933/2013, que dispõe sobre o benefício do pagamento da meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens está sendo desrespeitada no município de Pastos Bons. A denúncia foi encaminhada ao blog do Hilton Franco por meio do vereador  Jackson Coelho (PPS), que relatou que entrou em contato com o organizador do show de Aviões do Forró, previsto para o dia 27, e o mesmo, ironicamente, pediu para o vereador “deixar passar em branco”.

Diante disso, o vereador formalizou a denúncia junto ao Procon. Em resposta, o Procon afirmou que foi feita determinação para que o idealizador do evento cumprisse a legislação em relação ao benefício de meia- entrada. Segundo o PROCON, a determinação foi feita dia 14 de julho, sendo feita uma entrega pessoalmente no dia 18 de julho, porém, segundo o fiscal, o fornecedor se recusou a receber a notificação.

“É lamentável ver que estão tirando um direito nosso e desrespeitando, de forma descarada, uma lei federal. A meia-entrada é um direito de todo estudante, jovem, pessoa com deficiência. Como que querem realizar um show e não querem cumprir a lei quanto à meia-entrada? Como jovem vereador, não posso ficar calado e é por isso que denunciei isso ao Procon”, afirmou Jackson.

Ainda em resposta à denúncia feita pelo vereador Jackson, o Procon informou que encaminhou a notificação à organização do show por meio dos Correios e, caso não seja apresentada defesa administrativa ou o devido cumprimento da Lei da meia-entrada, será instaurado processo administrativo para apuração do ocorrido e, possivelmente, aplicação de sanções administrativas.

Local de venda dos ingressos não dispõe meia entrada

Moto Club vence o Fortaleza-CE e fica perto de deixar zona rebaixamento da Série C

Pela nona rodada do Campeonato Brasileiro Série C, o Moto Club desbancou o vice-líder Fortaleza em São Luís. Na zona de rebaixamento, o Papão do Norte superou o Tricolor por 1 a 0 e renovou o fôlego para a sequência da competição.

Com a vitória, o rubro-negro chega a oito pontos e fica a um do Cuiabá, primeiro time fora do Z-2. Já o Fortaleza, permanece com 14 pontos e pode perder a vice-liderança.

O único gol da partida foi marcado ainda na primeira etapa. Aos 30 minutos, Vinícius Paquetá aproveitou bate-rebate dentro da área e finalizou cruzado para decidir a partida.

O Moto Club volta a campo no próximo sábado (15), no estádio Castelão, às 16 horas para enfrentar o Sampaio. O Fortaleza recebe o Remo, adversário direto na luta pela classificação, no domingo (16), às 18 horas, no Estádio Presidente Vargas.

Renda: R$ 20.910
Público: 1.396 pagantes (1.129 não pagante). Total: 2.525 espectadores

Juiz suspende seletivo com indícios de fraude em Paraibano

Prefeito Zé Hélio (PT) terá que demitir imediatamente os funcionários contratados assim que for intimado. Decisão cabe recurso junto ao Tribunal de Justiça do Maranhão. 

O processo seletivo realizado no mês de março de 2017 pelo prefeito de Paraibano, Zé Hélio (PT),  para contratação de profissionais ligados à educação, saúde e assistência social foi barrado pelo juiz José Francisco de Souza Fernandes, titular da comarca de Paraibano. Segundo o edital, a prefeitura pretendia contratar 227 profissionais para vários cargos.

A ação que suspendeu o seletivo foi impetrada pelo Ministério Público Estadual por intermédio do promotor Gustavo Pereira Silva.

Segundo o Ministério Publico Estadual, o processo seletivo encontra-se eivado de ilegalidade, notadamente em razão da afronta aos princípios da moralidade e impessoalidade. Afirma ainda que muitos cargos não guardam relação com a alegada necessidade temporária de excepcional interesse público.

A seleção dos candidatos ocorreu em duas etapas, sendo elas: a) a análise dos documentos apresentados pelo candidato e do currículo; e b) a realização de entrevista com os candidatos. A entrevista foi realizada sem qualquer critério objetivo para a avaliação, previa, apenas, como critério para fixação de notas, relacionar-se bem com os outros; comunicação; planejamento; iniciativa; e tomada de decisão, sendo as notas atribuídas a bel prazer dos entrevistadores. 

‘O processo seletivo foi realizado sem qualquer observância a critérios objetivos, fixando critérios subjetivos para a seleção do candidato, consistente tão somente na análise dos documentos apresentados pelo candidato e na realização de entrevista, ficando ainda mais evidente a fumaça do bom direito, no que se refere ao desrespeito aos princípios norteadores dos procedimentos seletivos’, diz o juiz  em sua decisão.

Na decisão o juiz determinou que o prefeito Zé Hélio suspenda toda e qualquer contratação realizada oriunda do seletivo, até decisão final de mérito. Com a decisão o prefeito terá que rescindir os contratos e retirar da folha de pagamento todos que foram contratados mediante o seletivo. Também Zé Hélio está proibido de realizar novas contratações até o julgamento do mérito.

Os contratos com os profissionais da área de saúde como psicólogo, enfermeiro, médico farmacêutico e cirurgião dentista continuarão, pois segundo o juiz, a precariedade da saúde pública em Paraibano é notória.

Com a saída dos contratados, o governo Zé Hélio  perde popularidade, pois os contratados certamente vão dá pressão no prefeito por terem perdido seus empregos.

A decisão do juiz data do dia 30 de junho de 2017.

Clique  Mandado de Segurança contra o prefeito Zé Hélio

Veja também

Seletivo de Paraibano (MA) tem indícios de fraude e vira alvo de críticas dos candidato

Paraibano (MA): Aparecida Furtado tem contas desaprovadas pelos vereadores e fica inelegível por 8 anos

Por 8 votos a 3, os vereadores de Paraibano desaprovaram nesta segunda-feira (3),  as contas da ex-prefeita Aparecida Furtado do ano de 2007  em desacordo com o parecer técnico emitido pelo Tribunal de Contas do Estado, que havia julgado as mesmas contas aprovadas, mas com ressalvas.

Com a decisão, a ex-prefeita torna-se inelegível pela lei da ficha limpa, que alterou a Lei de Inelegibilidades, por 08 anos a partir da decisão. Ou seja, Aparecida não poderá concorrer a nenhum cargo eletivo brasileiro até as eleições de 2026.

Votaram a favor da desaprovação das contas o vereadores Tico Leite (PC do B), João Marcelo (PSDB), Ricardo Xavier (PT),  Ricardo Campos (PEN), Denya Sá (PTN), Murilo Ribeiro (PSL), Elizângela da Tabaora (PSB) e Nilton Pitó (PSB). Votaram a favor da aprovação das contas, os vereadores Denis Nascimento (PMN), Lucimar (SD) e Ana Célia (PTB).

 

Moto Club perde para o Cuiabá-MT e segue na zona de rebaixamento

Em 8 jogos sob o comando do fraquíssimo treinador Leston Júnior, o Moto venceu apenas uma partida, perdeu cinco e empatou duas. Papão do Norte segue rumo a série D.

De novo o Moto Club perdeu no brasileiro da Série C. Jogando na Arena Pantanal, o Moto Club perdeu para o Cuiabá-MT por 1 a 0.

O único gol do jogo foi marcado em uma das poucas chances de ataque criadas pelo Cuiabá. Aos 30 minutos do segundo tempo, Bruno Sávio foi lançado pelo lateral-direito Gedeílson, bateu forte, e o goleiro Márcio Arrantes deu rebote, e a bola sobrou para o atacante Elias completar para o gol.

Essa foi a quinta derrota do Papão do Norte em oito jogos disputados sob o comando do fraquíssimo técnico Leston Júnior. 

Com a derrota, o Moto segue em nono lugar com 5 pontos, mas distante quatro pontos de Cuiabá, ASA e Confiança que estão fora da zona de rebaixamento.

No sábado que vem, o Moto Club recebe o Fortaleza no estádio Castelão, às 20h, horário de Brasília, pelo último jogo do primeiro turno.

Para desespero da torcida motense, Leston Júnior segue no comando do time rumo a Série D.

Veja a classificação do Grupo A da série C

Classificação do Grupo A

1. CSA-AL – 17 pontos
2. Fortaleza-CE – 14 pontos
3. Botafogo-PB – 14 pontos
4. Remo -PA – 11 pontos
5.  Sampaio-MA – 11 pontos
6.  Confiança – SE –4 pontos
7. ASA – AL – 9 pontos
8. Cuiabá-MT  –  9 pontos
9. Moto Club-MA – 5 pontos
10. Salgueiro -PE – 5 pontos

Foto: Pedro Lima/Cuiabá

Treinador Leston Júnior afunda o Moto Club na Série C e torcida pede sua demissão

Leston Júnior com sua teimosia em escalar o atacante Rafamar colocou o Moto na zona de rebaixamento. Situação do time está critica, mas o técnico segue mandando e demandando mais que o presidente do Moto.

O técnico Leston Júnior não tem mais a miníma condição de continuar sendo o técnico do Moto Club. O treinador está afundando o Papão do Norte a cada rodada na série C.  

A situação de Leston que não era nada boa, agora piorou com a derrota de virada para o Clube do Remo por 3 a 2 neste sábado. Sob o comando de Leston,  o Moto perdeu quatro partidas, empatou duas e venceu apenas uma. O time tem a segunda  defesa mais vazada do grupo 1, com 10 gols sofridos. Mesmo com a péssima campanha, Leston segue mandando e desmandando no time.  

A derrota para o Remo revoltou ainda mais a torcida que exige a demissão do treinador. Nos grupos de WhatsApp e no Facebook  o treinador foi detonado pelos torcedores.

‘Esse treinador é incompetente e desagregador. Ele trouxe só jogador ruim, ele só escala jogadores da panelinha dele. Treinador burro’, disse o torcedor Gustavo Bastos.

Entre os jogadores da panelinha do treinador está Rafamar, que mesmo sendo criticado e vaiado pela torcida segue como titular absoluto.   Rafamar é apontado pela torcida como o pior jogador do Papão do Norte. ‘Rafamar estava escalado mas ele nunca joga’, detonou o torcedor Gilson Lago. Os torcedores querem a saída de Rafamar e a entrada dos atacantes Vinicíus Paquetá e Toni Galego.

Os jogadores Alex Henrique e Diogo Oliveira também vem sendo criticados pela torcida. ‘ Diogo Oliveira não marca nem uma idosa grávida, não acerta um passe e joga numa lentidão incrível’, disse o torcedor José Júnior, na pagina do Moto. 

‘Continue com Leston Júnior, que o time vai continuar com esse fraquíssimo Diogo Oliveira. O Moto vai continuar não vencendo nenhum jogo na série C e vamos continuar vendo um time retranqueiro em que o técnico tira um atacante e bota um volante em um jogo que precisa vencer. Pelo visto tão achando que é muito fácil sair da série D pra C, porque é pra lá que estamos voltando’, disse o torcedor Danilo Campelo Lopes.

A torcida exige a demissão do técnico urgente e promete fazer um protesto nesta semana no Centro de Treinamento do Moto.

Enquanto o Moto Club segue a caminho do rebaixamento, o omisso, fraco e inoperante presidente do Moto, Célio Sérgio nada faz. Após a derrota do Moto para o Remo, ele foi visto cantando no Boi Sítio do Apicum, no bar da Flávia, em São José de Ribamar, como se nada tivesse acontecido.

Veja a fraca campanha do Moto sob o comando de Leston Júnior.

Dia 13/05: Moto 1 x 2 Sampaio 
Dia 21/05: Salgueiro-PE 2 x 0 Moto
Dia 27/05: Moto 4 x 0 Confiança-SE
Dia 04/06: CSA-AL 2 x 1 Moto
Dia 10/06: Moto 0 x 0 Botafogo-PB
Dia 17/06: Moto 1 x 1 ASA-AL
Dia 24/06: Remo-PA 3 X 2 Moto

Leia também:

Moto Club contrata técnico demitido do Villa Nova-MG

Maranhão vence Potiguar-RN e avança para o primeiro mata-mata da Série D

O Maranhão Atlético Clube garantiu classificação para a próxima fase da Série D do Campeonato Brasileiro após vencer o Potiguar, por 3 a 0, na noite deste domingo, no Castelão. O Potiguar já entrou em campo desclassificado.

Os gols do MAC foram marcados por Curuca e Giliard, duas vezes.

Com o resultado, o Maranhão ficou com a segunda colocação no Grupo A5, com 10 pontos. O primeiro foi o Guarany de Sobral-CE que fez 13 pontos.

Na próxima fase, o MAC vai enfrentar o Globo-RN. A primeira partida será no próximo domingo (3), em São Luis. O jogo de volta será no outro domingo (10), no estádio Barretão, em Ceará-Mirim (RN).

Pelo Grupo A4, no Estádio Olímpico Zerão, em Macapá, o Cordino perdeu  para o Santos-AP por 2 a 1 e foi eliminado.

Os confrontos do mata-mata

Atlético-AC x São Raimundo-PA
Gurupi-TO x Princesa do Solimões-AM
Rio Branco-AC x Altos-PI
Santos-AP x São Francisco-PA
Guarany-CE x Parnahyba-PI
Globo-RN x Maranhão-MA
Juazeirense-BA x Campinense-PB
Fluminense-BA x Sousa-PB
América-RN x Comercial-MS
Ceilândia x Jacobina-BA
União-MT x URT-MG
Portuguesa-RJ x Aparecidense-GO
Boavista-RJ x Espírito Santo-ES
Operário-PR x Villa Nova-MG
São Bernardo-SP x Metropolitano-SC
São José-RS x Brusque-SC

Moto Club perde de virada para o Remo aos 46 minutos do segundo tempo

O Moto Club perdeu mais uma partida no brasileiro da Série C. Jogando no estádio Mangueirão, em Belém (PA), o Moto Club perdeu para o Clube do Remo de virada por 3 a 2.

O Leão começou oi jogo a todo vapor e logo aos 7 minutos Edgar abriu o placar. O empate do Moto veio aos 28 da mesma etapa com Bruno Costa, marcando contra. Ainda no primeiro tempo, o Moto chegou a virar o jogo com gol de Vitinho, aos 41. Antes do intervalo, ainda deu tempo dos paraenses empatarem o jogo, com um golaço de Flamel, aos 47. Veio o segundo tempo e uma nova virada. Aos 46, Gabriel Lima aproveitou espaço na área do Moto e deu a vitória ao Leão, 3 a 2.

Com a derrota, o Papão do Norte segue na sétima posição com 5 pontos, mas pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.O Remo subiu para 11 pontos e ocupa o quarto lugar do grupo A.

Na oitava rodada, o Moto segue jogando fora de casa, dessa vez contra o Cuiabá, no domingo, dia 2 de julho, na Arena Pantanal, a partir das 17h, enquanto que o Remo sai da capital paraense para enfrentar um outro maranhense, o Sampaio Corrêa, na segunda-feira, dia 3, no Castelão, às 21h.