Charge de campanha eleitoral de Alexandre Almeida associa negro a pobre

Site Atual7

Na charge de Alexandre Almeida, criança negra é pobre. Foto: Reprodução q Facebook

RACISMO Na charge de Alexandre Almeida, criança negra é pobre. Foto: Reprodução: Facebook

Não foi boa a ideia da equipe de marketing eleitoral do deputado estadual Alexandre Almeida, que disputa a reeleição em outubro próximo com a ajuda do Clã Sarney e deve lançar sua candidatura oficialmente no próximo dia 1º, em Timon, com a presença de Lobão Filho e Lobão, o pai.

Iniciando uma campanha baseada em charges nas redes sociais, o parlamentar publicou uma imagem comumente utilizada por coronéis da política neste período, a fim de causar emoção no eleitorado. Até aí, tudo bem, já que apesar da artimanha ser baixa, não recebe a repulsa que lhe é merecida.

O problema maior na charge é que, nas crianças que aparecem disputando o abraço de Alexandre Almeida, foi feita uma má associação entre cor e classe social. Enquanto uma menina loira aparece bem vestida e bem calçada, um menino negro aparece de chinelos e calção com remendos.

Pela falha grave – isso se for apenas uma falha mesmo, além do repúdio que pode receber nas urnas pelo preconceito social, Alexandre Almeida pode responder criminalmente por racismo, considerado como um crime inafiançável e imprescritível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uma Resposta para Charge de campanha eleitoral de Alexandre Almeida associa negro a pobre

  1. José da Silva disse:

    Cara, que coisa. Onde já se viu meninos negros e pobres? Isso nem existe. Pelo menos no Maranhão, onde brancos e negros são incrivelmente ricos.
    Ora, mas que frescura…
    Se fosse um branco mal vestido e uma negra bem vestida?

    Resposta: Tu vive em que planeta que não ver meninos negros e pobres? Alexandre Almeida nunca soube o que é pobreza. Pobre para ele tem valor só na hora do voto.