Contagem regressiva: Faltam 40 dias para a Cauê, Dalcar e GM sentarem no banco dos réus

Mesmo com o carro pago, professor Hilton Franco está sem carro há 349 dias. Cauê afronta a Justiça há 244 dias e não disponibiliza veículo ao professor.

caue

Faltam 40 dias para a Cauê Veículos, a Dalcar e a General Motors sentarem no banco dos réus e pagarem os transtornos que vem  causando ao professor Hilton Franco desde o dia 17/5/2013, quando o bloco do motor do carro ( Onix 1.4 ) rachou com 126 dias de uso.

Por conta disso, Hilton está sem carro há 349 dias.

Esta será a segunda e última audiência envolvendo as partes. A primeira foi dia 23/9/13 e não houve nenhuma proposta de acordo por parte das empresas.

Cabe ressaltar que Justiça determinou que a Cauê disponibilizasse um veiculo 0 km ao professor até perdurar a questão e a mesma afronta a lei há 244 dias.

Por descumprir a liminar, a  Cauê foi multada em R$ 1.000,00 por dia, contudo a multa foi limitada a trinta dias.

‘É revoltante você pagar um bem e não usar. Hoje ando de ônibus, táxi, moto-taxi ou carro emprestado. Quero que a Justiça seja feito e eles paguem todo o transtorno que vem me causando’, desabafa Hilton.

Clique Caso Hilton Franco contra Cauê, Dalcar e GM e veja o resumo do caso.