Criminosos explodem agência bancária em Paraibano, MA

Agência do Banco do Brasil já havia sido explodida dia 27/01/2016

Do blog Paraibano News

paraibano-banco-do-brasil-explodido

paraibano-banco-do-brasil

A madrugada desta segunda-feira (12) em Paraibano foi de terror. Bandidos detonaram explosivos e efetuaram disparos durante duas horas. Toda a ação foi ouvida pelos moradores que ficaram acuados em casa sem entender o que se passava. Os explosivos foram detonados em diversos pontos da cidade estrategicamente planejados pelos bandidos. O terminal de caixas e a sala de atendimento da gerência do banco que eram separados por vidros grossos, vieram abaixo com as explosões.

No início da manhã, populares informaram que os bandidos primeiro ficaram em frente ao Comando da Polícia no início da cidade, depois pegaram pessoas que se encontrava nas ruas, fecharam os acessos ao local onde ficam as agências bancárias e dos Correios, fizeram de refém também o segurança do Banco do Brasil e acuaram guardas noturnos de uma empresa de segurança que faziam a ronda.

Informações do comandante da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar em São João dos Patos, major Emerson Bezerra, relata que foram sete homens fortemente armados que realizaram a ação criminosa.

Ação

A ação começou por volta das duas horas e terminou por volta das três e meia da madrugada.

Os elementos explodiram todo o terminal do Banco do Brasil e tentaram explodir a porta de acesso à agência dos Correios, mas a porta é de chapa de aço e só houve ruptura da fechadura. O Banco do Bradesco que fica ao lado não foi atacado pelos bandidos.

Os bandidos também espalharam pregos na BR 230 no povoado Caminho Velho, próximo a São João dos Patos onde fica o 6º Comando da Polícia Militar, com o objetivo de furar pneus das viaturas policiais.

Em Paraibano após o terror, os bandidos seguiram para o bairro Marajá, onde libertaram os reféns e evadiram. O bairro tem várias saídas para diversos municípios.

A Polícia afirma que os bandidos conseguiram fugir em direção à cidade de Passagem Franca. Houve troca de tiros entre bandidos e policiais.

Os elementos estavam em dois veículos, sendo um carro de passeio ainda não identificado e uma Hilux. Já informados da ação dos bandidos, policiais de Passagem Franca e posicionados aguardaram, ao adentraram à cidade, os suspeitos empreenderam nova troca de tiros contra a guarnição.

Novamente os suspeitos conseguiram fugir retornando pela mesma via. No caminho, eles abandonaram os dois veículos e tomaram de assalto um carro modelo D-20 de cor vermelha e fugiram pela BR-135 em direção à Caxias. O major Emerson Bezerra afirmou que as buscas aos suspeitos vão continuar.

Os bandidos não conseguiram levar nenhuma quantia do Banco do Brasil, pois a agência ainda não havia sido abastecida. Porém levaram uma quantia dos Correios.

Em janeiro deste ano, a agência Banco do Brasil sofreu assalto e o mesmo tipo de destruição. A agência ficou parada por oito meses e voltou a funcionar há 20 dias. Informações de clientes afirmam que à noite as portas de vidros que dão acesso ao terminal dos caixas eram trancadas e escoradas com uma viga de madeira. Houve reclamações. Há rumores que a noite o dinheiro era retirado dos caixas pelo banco para evitar exatamente os assaltos.

Há meses as agências de Paraibano e Colinas, não funcionavam e os clientes se deslocavam para as agências de São João dos Patos ou Mirador para retirar dinheiro ou pagar contas.  Com a ação desta segunda-feira (12) novamente a via crucies dos paraibanenses vai se repetir e deve continuar por meses. Em relação a Colinas a informação é de que em outubro a agência volte a funcionar.

Insegurança em Paraibano

Em Paraibano o efetivo é de apenas oito policiais, a delegacia foi interditada pelo Ministério Público desde o ano passado, após um elemento fugir. O município ficou sem um delegado titular por mais de um ano, quando a criminalidade aumentou. Mesmo com a promessa do governo Flávio Dino de resolver a situação, a delegacia permanece no mesmo lugar e com os mesmos problemas de infraestrutura e o delegado titular só chegou à cidade há mais ou menos dois meses.

A insegurança é um dos maiores problemas do município há mais de quatro anos. Os assaltos ao Banco do Brasil e Correios já se tornaram frequentes no município. Em 2014 a agência dos Correios foi assaltada mais de cinco vezes, também houve assaltos ao Banco do Bradesco. Crimes hediondos tem acontecidos no município e a população convive com a fama de que Paraibano é uma cidade violenta desde a década de sessenta.

Fotos: Leo Lasan