Defeito em carro gera indenização de R$ 8 mil por dano moral

Portal Terra

A 36ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão que condenou a Peugeot e uma concessionária a indenizarem um proprietário em R$ 8 mil por dano moral após o veículo que ele comprou apresentar o mesmo defeito três vezes em um período de seis meses.

De acordo com a decisão, além da indenização, a empresa terá de ressarcir o valor do carro e os prejuízos do reclamante com despesas de táxi, gastos com oficina, aluguel de garagem e honorários advocatícios.

O consumidor entrou com ação contra a Peugeot e a concessionária após o cabo da embreagem do automóvel quebrar três vezes no período de seis meses. De acordo com a Justiça, o relator do processo reconheceu o vício de fabricação e destacou em seu voto que a “injustificada demora na solução do problema configurou o dano moral”.

As empresas já entraram com recurso da decisão. O Terra entrou em contato com a Peugeot que afirmou que o caso está “em discussão na Justiça” e não irá se pronunciar “em função disso”.