Delator diz que Odebrecht pagou R$ 400 mil para campanha de Flávio Dino

Folha de São Paulo

Um delator da Odebrecht disse em seu acordo que a empresa deu R$ 400 mil para a campanha de 2010 do então deputado federal Flávio Dino (PC do B-MA) para o governo do Maranhão. Dino perdeu a disputa de 2010, mas na disputa de 2014 foi eleito governador daquele Estado.

O delator José de Carvalho Filho diz que a doação ilícita foi acertada em 2010. À época, segundo ele, a Odebrecht tinha interesse na aprovação do projeto de lei 2.279, de 2007, que vetava a aplicação no Brasil de leis estrangeiras que afetem o comércio internacional. Um dos temores da Odebrecht é que leis americanas que proíbem investimentos em Cuba fossem adotadas no Brasil. O delator afirma que essa lei “atribuía segurança jurídica a investimentos do grupo Odebrecht”.

O projeto de lei é da senadora Vanessa Grazziotin (PC do B-AM), que integra o mesmo partido de Flavio Dino.