Edital de concurso da Secretaria de Meio Ambiente do Maranhão aborda conteúdos de SP e do CE; MA fica fora

GEÓGRAFO

Oceanógrafo

Os candidatos que farão as provas do concurso da Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (SEMA) para os cargos de Geógrafo e Oceanógrafo estão reclamando dos conteúdos programáticos que estão no edital publicado pela Fundação Carlos Chagas.

Segundo o edital, página 12, para o cargo de Geógrafo, o conteúdo cobrado é sobre A Região Sudeste e o Território Paulista: a formação territorial. O meio natural (estrutura geológica, relevo, clima, hidrografia e vegetação).  Nada sobre a Região Nordeste e o Território Maranhense.

Já para o cargo de Oceanógrafo, na página 14, o conteúdo cobrado é sobre Os Impactos antrópicos sobre a biodiversidade, habitats ecossistemas marinhos com ênfases em processos que ocorrem no estado do estado do Ceará e em escala regional. Mesmo o Maranhão tendo 640 km de litoral, o estado ficou fora dos conteúdos.

As provas para o concurso da SEMA serão aplicadas dia 19 de setembro. Até lá, os maranhense terão que estudar muito sobre o estado de São Paulo e do Ceará, e nada sobre o estado do Maranhão.

Essa é mais uma trapalhada do Governo Flávio Dino (PC do B).

 Edital do concurso para a Secretaria de Meio Ambiente do Maranhão