Edmundo deixa prisão após concessão de habeas corpus

Estado de Minas

O ex-jogador e comentarista esportivo Edmundo deixou a 3ª Delegacia Seccional Oeste, no bairro de Pinheiros, em Sao Paulo

O ex-jogador de futebol Edmundo não chegou a ficar preso nem 24 horas. Detido durante a madrugada desta quinta-feira em um flat no Itaim Bibi, região nobre de São Paulo, ele deixou a prisão por volta das 20h.

Edmundo deixou a 3ª Delegacia Seccional Oeste, no bairro de Pinheiros,e foi levado para fazer exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML) Oeste. Na sapida da delegacia ele não quis falar com jornalistas.

O ex-jogador foi condenado, em 1999, a 4 anos e 6 meses de prisão por homicídio culposo de três pessoas e lesões de outras três, vítimas de um acidente de trânsito que ele provocou em 1995.

A Justiça entendeu que o prazo de prescrição da pena não venceu e determinou a prisão imediatada de Edmundo na útlima terça-feira. Ele não se apresentou e foi considerado foragido pela Justiça do Rio. Uma denúncia anônima levou a polícia a encontrá-lo no flat.

A soltura dele foi garantida pela desembargadora Rosita Maria de Oliveira Netto, da 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), que expediu habeas corpus a seu favor.