Enquanto falta nas ruas, Roseana tem 200 militares à disposição no Palácio dos Leões

Violência na capital do estado: 98 assassinatos nos quatro municípios da Grande Ilha no mês de abril

Blog do Raimundo Garrone

Batalhão de 200 policias fazem a segurança da governadora Roseana Sarney.

Enquanto falta  efetivo policial militar nas ruas de São Luís e de todo o Maranhão, o que não falta é PM para garantir a segurança  da governadora Roseana Sarney e dos  membros do Tribunal de Justiça do Maranhão , diante dos assombrosos números de policiais à disposição dos gabinetes militares dos dois poderes .

É de assombrar porque o efetivo do Palácio dos Leões e do TJ, que somados chegam a 360 policiais, é muitas vezes maior do que o disponível nos batalhões militares, responsáveis pela segurança de toda a população.

São 200 policiais no gabinete militar sediado no Palácio dos Leões e outros 160 na sede do TJ, ambos localizados na Praça Pedro II, com certeza o local mais seguro de todo o Maranhão.

A título de comparação, as cidades de São José de Ribamar com 162 mil habitantes possui apenas 64 militares e a de Caxias com 155 mil habitantes possui 242.  O 4º BPM, por exemplo, responsável pela segurança de 14 cidades, dentre elas Balsas e Carolina possui efetivo de 133 militares, abaixo da metade do disponível para os poderes Executivo e Judiciário.

A trágica matemática de segurança do governo Roseana Sarney também revela que nem mesmo de 211 novas viaturas, como as anunciadas na terça-feira, resolverá o problema, pois não há militares disponíveis para conduzi-las. Há casos  em que as viaturas já existentes ficam paradas nos pátios dos batalhões exatamente por falta de policiais.

O mais interessante é que todo o efetivo à disposição ainda ganha gratificações em média de mil reais, sem a necessidade de correr o risco das ruas no combate à marginalidade.

Para completar, não há data prevista diante da quantidade de recursos na Justiça, para o preenchimento das 2.500 vagas (2.000 para a Polícia Miliatr e 500 para a Polícia Civil) com os aprovados no recente concurso público promovido pelo governo do estado.

O blog que possui posição crítica sobre a atuação do secretário de segurança, Aluísio Mendes, desta vez não tem como negar que desse jeito fica difícil  promover segurança pública no estado. Ainda mais quando sabe do baixíssimo investimento do governo,  onde o recurso é em sua grande maioria para custeio.

Em 2012 enquanto o governo gastou efetivamente R$ 2,4 bilhões, apenas R$ 84 milhões foram em segurança, aí incluídos custeio e investimento, o que representa 3,5% do total gasto por Roseana no Maranhão.

O resultado é que somente no último final de semana foram registrados 14 homicídios na grande São Luís.

Mas nada disso incomoda a governadora do estado, que pode dormir com a janela aberta, pois com duzentos policiais à disposição não entra nem mosquito.

Veja a distribuição do efetivo policial militar em todo o estado