Crimes pelo Brasil:Fazendeiro é morto com 13 tiros

Fernando Lopes foi executado quando conversava com um amigo.

O fazendeiro e empresário Fernando Lopes de Melo, conhecido como “Fernando Porquinho”, foi assassinado com mais de dez tiros de pistola 380 na manhã deste sábado 11, quando conversava na porta da casa de um amigo identificado como ‘Zito’, no Bairro Roberto Correia de Araújo, ou “os terrenos”, em União dos Palmares-AL.

“Zito” dono de um caminhão que era utilizado para transportar pedras, brita, barro e areia da propriedade de Fernando para serem comercializados disse aos policiais que havia acabado de tomar o café da manhã com sua família quando Fernando buzinou seu carro, chamando-o para tratar de negócios.

“Desci a escadaria e sentei-me na calçada para atender Fernando. Foi quando uma motocicleta Fan, de cor preta, parou perto de nós e um homem aparentando ser jovem, desceu com o rosto descoberto, se aproximou e, sem dar uma palavra, disparou quatro tiros na cabeça do Fernando e mais nove nas costas. Ele não teve chance de reagir”- disse o motorista e principal testemunha do crime.

Familiares de Fernando, além de dezenas de pessoas conhecidas que estiveram no local comentavam que a vítima era uma pessoa pacata, honesta, bom pai de família e cumpridor de suas obrigações.

O corpo foi periciado por peritos do Instituto de Criminalística (IC) e em seguida removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Maceió para a necropsia, já que União dos Palmares e toda a região da Mata de Alagoas não dispõem desta prestação de serviços, o que deixa a população em casos semelhantes na dependência da disponibilidade de equipes e viaturas que se deslocam da capital.

A Gazeta de Alagoas