Ferdinan Júnior desiste de sua pré-candidatura e decide ficar neutro nas eleições de Paraibano (MA)

Ferdinan

O advogado Ferdinan Junior (PPS) enviou por e-mail nesta terça-feira (20/07) uma nota oficial ao editor deste blog  para comunicar a desistência de sua pré-candidatura a prefeito de Paraibano.

Ferdinan aponta o ‘desvio de rumo que tomava a oposição’ e ‘em nome da coerência aos princípios defendidos pela agremiação’ para justificar a decisão do partido em permanecer neutro nas eleições municipais em Paraibano.

Veja a nota oficial do PPS em Paraibano/MA

A respeito do posicionamento adotado pelo Partido Popular Socialista, em Paraibano (MA), em relação às coligações políticas para as eleições municipais de 2016, o diretório municipal vem apresentar os devidos esclarecimentos:

1)      O Diretório Municipal do PPS/Paraibano reafirma que mantém a mesma linha de pensamento e ideologia iniciais, qual seja a de contribuir com a política paraibanense de forma ética, transparente e com respeito aos preceitos constitucionais republicanos, e aos cidadãos deste município, destinatários diretos da atuação estatal;

2)      O PPS participou ativamente na construção da intitulada “nova oposição”, composta por aproximadamente 10 (dez) partidos, cuja caminhada efetiva teve inicio ainda em 2015, há 15 (quinze) meses do pleito eleitoral, algo inédito no cenário político local;

3)      No entanto, como e toda e qualquer caminhada desta natureza foram encontrados muitos percalços, o que gerou, dentro do grupo, a sua cisão em uma nova formação, denominada “via alternativa”, na qual aderiu também o pré-candidato Daniel Furtado, dissidente do grupo da situação;

4)      Após inúmeras reuniões com lideranças de bairro e políticas no município, a maioria do grupo “via alternativa” aderiu à pré-campanha do pré-candidato a prefeito pelo PT, Zé Helio, e alguns à pré-campanha da pré-candidata pelo PSC, Rejany Gomes, decisão não seguida pelo PPS, embora este respeite as decisões tomadas pelos demais partidos;

5)      Desse modo, desconfortável com o desvio de rumo que tomava a oposição, após deliberação democrática interna, o PPS esclarece, por esta nota, que não fará coligação com nenhum dos dois grupos em Paraibano, e se manterá neutro nas eleições municipais de 2016, tudo isto em nome da coerência aos princípios defendidos pela agremiação, e

6)      Embora o PPS não tenha decidido pela união/coligação com nenhum grupo, deseja sorte aos candidatos a prefeito e vereador, e espera que o pleito se desenvolva de modo tranquilo, dentro das regras eleitorais vigentes, e em respeito, principalmente, ao povo de Paraibano.

Paraibano/MA, 20 de julho de 2016.

 Ferdinan Vieira Guimarães Júnior

Presidente do PPS/Paraibano-MA