Fluminense vence o Flamengo de goleada

Globoesporte.com

Walter fluminense gol flamengo (Foto: André Durão / Globoesporte.com)

O Fluminense entrou em campo na noite deste sábado para enfrentar o Flamengo sem Fred, que sofreu nova lesão na coxa direita. Mas, sem abatimento, o time mostrou que está bom da cabeça sem o camisa 9. Com dois cabeceios, de Michael e Elivelton, e um gol do estreante Walter, o Tricolor decretou a vitória por 3 a 0 sobre o Rubro-Negro no Maracanã.

Com o resultado, o Fluminense chegou aos 16 pontos e vai ao menos dormir na liderança do Carioca, pois leva vantagem no saldo de gols, já que o Flamengo tem a mesma pontuação. Neste domingo, o Vasco pode ultrapassar a dupla Fla-Flu e chegar a 17 pontos. Para isso, precisa vencer o Nova Iguaçu, no Raulino de Oliveira.

– Estou muito feliz por fazer gol na estreia contra o Flamengo. Totalmente diferente (um Fla-Flu) – afirmou Walter.

A vitória do Tricolor na noite deste sábado colocou fim a um longo jejum: o time não ganhava um clássico desde o dia 6 de outubro de 2012, quando, com um gol de Fred, venceu o Botafogo pelo Brasileirão.

O Flamengo agora volta sua atenções para a Libertadores. O time fará sua estreia quarta-feira, contra o Leon, no México.

– Tem que saber dividir. Hoje sofremos três gols por bobeira e falta de atenção, mas pressionamos, tentamos, mas não conseguimos. Agora é virar a chave porque na Libertadores temos que estrear bem – avaliou Léo Moura.

O Fluminense volta a campo pelo Carioca no sábado, quando receberá o Boavista, no Maracanã.

Michael marca de cabeça

Antes de a bola rolar, foi respeitado um minuto de silêncio por conta da morte de Maicon Oliveira, do Shakhtar Donetsk, vítima de um acidente de carro na cidade ucraniana neste sábado. O atacante tinha 25 anos e passou pela base de Fluminense (2005-2006) e Flamengo (2007-2008).

O jogo começou com os times trocando passes, com certa cautela, sem exposição defensiva e com pouca ação ofensiva. No início, Amaral chegou a vigiar Conca de perto, mas o argentino logo ficou solto e protagonizou bons lances com bela atuação. O primeiro time a chegar bem foi o Flamengo. Depois de a zaga tricolor afastar uma bola pelo alto, André Santos pegou de primeira e acertou a trave, aos 15 minutos.

O Fluminense só conseguiu chegar com perigo em chute de Jean, aos 20 minutos. Na segunda chance, o Tricolor foi preciso. Conca recebeu pela esquerda e, sem marcação, teve espaço para fazer belo cruzamento. Michael – substituto de Fred, lesionado – se antecipou a Erazo e, com cabeceio certeiro, fez 1 a 0.

O time de Renato Gaúcho subiu de produção. O Flamengo sentiu o golpe e só voltou a assustar nos minutos finais do primeiro tempo. Aos 41, Everton recebeu de Hernane na área e levou perigo ao gol de Cavalieri. E Elano cobrou falta por cima do travessão.

Elivélton amplia

Mal a bola rolou no segundo tempo e o Fluminense ampliou. Novamente em jogada de Conca; e novamente pelo alto, de cabeça. Em cobrança da falta, o argentino alçou a bola  na área, Gum subiu mais do que a zaga, cabeceou, Felipe espalmou pra frente, a bola subiu um pouco e Elivélton de cabeça fez 2 a 0.

Aos 16, Jayme de Almeida fez duas alterações na equipe: Mugni e Gabriel entraram nas vagas de Elano e Everton. No tempo técnico, o treinador não escondeu seu descontentamento com a postura da equipe em campo.

Gritos de ‘olé’ e gol de Walter

Aos 28 minutos, a torcida tricolor gritou “olé” enquanto o time trocava passes. Logo em seguida, Walter entrou na vaga de Michael e fez sua estreia pelo Tricolor. O Flamengo seguiu lutando. Aos 34, Hernane teve boa chance. Pouco depois Amaral consguiu boa finalização.

Aos 40, porém, o Fluminense selou a vitória. E com gol de estreante. Depois de cruzamento de Chiquinho, Walter conseguiu escorar bem e fechou o placar. Pouco depois, ele ainda acertou uma bola na trave.

Confira a classificação do Carioca