FMF muda local da final do campeonato Maranhense para prejudicar Cordino

A Federação Maranhense de Futebol (FMF), comandada pelo presidente Antonio Américo segue prejudicando o Cordino no campeonato maranhense. É uma maldade atrás da outra.

Com o claro intuito de prejudicar o Cordino, a FMF marcou a segunda partida do returno entre Sampaio e Cordino para a quarta-feira (7). Três dias antes, no domingo (4),  o Cordino jogou pela Série D, em Miracema do Tocantins (TO) e perdeu por 1 a 0.

O time do Cordino saiu de Miracema do Tocantins na segunda feira (5), chegou em São Luís na terça-feira (6) e entrou em campo na quarta-feira (7), para enfrentar o Sampaio. O placar foi 4 a 1 para o Sampaio. Com o resultado, o Sampaio foi campeão do segundo turno e forçou uma decisão extra contra o próprio Cordino, campeão do primeiro turno.

Nessa partida, o árbitro José Henrique de Azevedo Junior premiou com cartão amarelo, os jogadores Alef, Da Silva , Junior Negrão e Emerson, justamente os jogadores que estavam pendurados com dois cartões e estão fora do primeiro jogo da final do campeonato maranhense.

Agora para completar a maldade contra o Cordino,  a FMF ao baixou  a portaria 023/2017, marcando o jogo final do campeonato maranhense para o estádio Frei Epifânio em Imperatriz, na quinta-feira (22). Com isso, obriga o time a viajar até Imperatriz para jogar longe da torcida.

A portaria  016/2017 que tirou a final do estádio Leandrão, em Barra do Corda, onde o Cordino joga como mandante, foi baixada dia 5 de abril, quatro dias depois que o Cordino conquistou o primeiro turno do Maranhense, ao vencer o Imperatriz por 2 a 1 no estádio Frei Epifânio. A portaria diz que o estádio para receber o jogo da final deverá ter capacidade miníma de dois mil lugares.

Vale ressaltar que em nenhum item do regulamento cita  a obrigatoriedade da capacidade de dois mil lugares para  receber o jogo da final.  A FMF muda as regras do jogo durante o campeonato e joga o Estatuto do Torcedor na lata de lixo.

Agora só a FMF entregar o título de campeão maranhense para o Sampaio.