França bate Nigéria e avança às quartas

O Globo

RIO — A Nigéria jogou bem, criou muitas chances e se defendeu com bravura, mas não resistiu ao poder do ataque francês e às falhas individuais em momentos decisivos. O goleiro Enyeama, que fazia boa partida, falhou em uma saída, e a França abriu o placar. Quando a Nigéria lutava pelo empate, o zagueiro Yobo marcou contra, aos 45 minutos do segundo tempo, encerrando as chances de classificação. Agora, a França aguarda a partida entre Alemanha e Argélia, nesta segunda-feira, em Porto Alegre, para conhecer o adversário do confronto da próxima fase, sexta-feira, no Maracanã.

França e Nigéria fizeram uma boa partida, com várias chances de gol para os dois lados. Aos 18 minutos do primeiro tempo, Emenike marcou para a Nigéria, após boa jogada de Musa, mas o árbitro anulou o gol corretamente, pois o atacante nigeriano estava impedido. Nesta etapa da partida, a Nigéria tinha 56% de posse de bola, contra 44% da França. A expressão do técnico Didier Deschamps no banco de reservas indicava que o treinador francês não aprovava o desempenho de sua equipe. Aos 21 minutos, a França teve uma boa chance. Pogba recebeu cruzamento de Valbuena e bateu de voleio, para boa defesa de Enyeama. O jogo continuou movimentado e, aos 39, Matuidi arranco no meio-campo e tocou para Valbuena na ponta direita. O meia cruzou para Debuchy, que bateu para fora. A reação nigeriana veio quatro minutos depois; Emenike, muito bem na partida, chutou de fora. Lloris rebateu para frente e deu o rebote, mas Moses dominou com o braço.

PRESSÃO FRANCESA NO SEGUNDO TEMPO

A Nigéria voltou bem para o segundo tempo, com bastante volume de jogo. Aos 18 minutos, Odemwingie arriscou de fora, mas Lloris rebateu. Três minutos depois, Enyeama deu o primeiro sinal de que as saídas do gol não são seu ponto forte. O goleiro saiu mal, e a bola ia sobrea para Pogba, mas Oshaniwa se esticou e cortou. Pouco depois, Benzema arrancou, passou pela marcação e tabelou com Griezmann, que entrara no lugar de Giroud. Bezema recebeu de volta e chutou. A bola chegou a bater em Enyeama, ia entrando, mas Moses cortou pouco antes da linha.

A França continuava no ataque. Aos 31, Benzama chutou de fora, Ambrose afastou e, na sobra, Cabaye mandou uma bomba no travessão. Dois minutos depois, Benzama cabeceou para excelente defesa de Enyeama. No escanteio, o goleiro saiu mal, e a bola sobrou para Pogba, que mandou de cabeça para o gol. A França ainda teve chances de ampliar com Griezmann, mas Enyeama voltou a aparecer bem. Quando a Nigéria ainda lutava pelo empate, Valbuena cruzou para Griezmman, que dividiu com Yobo. O zagueiro nigeriano acabou marcando contra, aos 45 minutos: 2 a 0 França.

FRANÇA 2 X 0 NIGÉRIA

Local: Mané Garrincha, em Brasília (DF)

Data/Horário: 30/06/2014, às 13h

Árbitro: Mark Geiger (EUA)

Cartões amarelos: Matuidi (9’/2°T)

Gols: Pogba (34’/2°T) e Yobo (contra,

FRANÇA: Lloris; Debuchy, Varane, Koscielny e Evra; Cabaye, Matuidi e Pogba; Valbuena (Sissoko, 48’/2°T), Benzema e Giroud (Griezmann, 17’/2°T). Técnico: Didier Deschamps.

NIGÉRIA: Enyeama; Ambrose, Yobo, Oshaniwa e Omeruo; Onazi (Ruben Gabriel, 14’/2°T), Obi Mikel, Moses (Nwofor, 44’/2°T) e Musa; Odemwingie e Emenike. Técnico: Stephen Keshi.