Fundação Carlos Chagas anula prova do concurso do TRT-MA

Fundação Carlos Chagas

A Fundação Carlos Chagas emitiu comunicado na tarde desta terça-feira (6),  informando que vai reaplicar as provas do concurso público do Tribunal  Regional do Trabalho , exclusivamente para os cargos técnicos de Enfermagem, Tecnologia da Informação e Área Administrativa.

A decisão foi tomada após os incidentes registrados no último domingo (4), em São Luís quando vários candidatos se recusaram a realizar as provas, alegando problemas de infraestrutura na Faculdade Estácio de Sá.

COMUNICADO

A Fundação Carlos Chagas tendo em vista o contrato celebrado com o Tribunal  Regional do Trabalho da 16ª Região para a realização de Concurso Público, cujas Provas foram aplicadas em 04 de maio de 2014, INFORMA:

a) que, no período da manhã, houve falha momentânea no fornecimento de energia, devido a um problema no transformador da rede externa da Faculdade Estácio de Sá, ocasionando instabilidade na rede elétrica, em determinadas salas, com reflexo na aplicação das Provas, fato que motivou o acionamento de equipe de manutenção para reparo no sistema.

b) que na aplicação das Provas em 04/05/2014 não houve nenhum ato por parte da Fundação Carlos Chagas que pudesse ferir os princípios constitucionais da isonomia, impessoalidade e moralidade que permeiam os Concursos Públicos.

c) a necessidade de reaplicação das Provas Objetivas e Discursiva – Redação única e exclusivamente para os Cargos/Áreas/Especialidades de Técnico Judiciário – Área Administrativa (K11); Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem (L12) e Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade
Tecnologia da Informação (M13) em data a ser divulgada em breve por meio do Diário Oficial da União.

d) o presente comunicado não se aplica às Provas relativas aos Cargos/Áreas/ Especialidades de Analistas, realizadas no período da tarde do dia 04/05/2014.

São Paulo – SP, 06 de maio de 2014.

FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS

 

Veja também

Concurso do TRT-MA é marcado por tumulto e pode ser anulado

Internautas relatam tumulto durante a realização do concurso do TRT-MA