GM, Cauê e Dalcar não disponibilizam um veículo ao professor Hilton Franco e nova multa já está em R$ 35 mil

Cauê Veículos foi multada pela Justiça em R$ 30.000,00 em 2013 por não disponibilizar um veículo ao professor Hilton Franco. Nova multa já está em R$ 35.000,00.

DSC_0266

No dia 14 de maio de 2014 a Justiça deu provimento ao Agravo de Instrumento protocolado no Tribunal de Justiça do Maranhão no dia 22 de abril de 2014 por Ferdinan Vieira Guimarães Júnior, advogado do professor Hilton Franco no caso Cauê, Dalcar e General Motors.

Na decisão monocrática do desembargador, as empresas citadas acima foram obrigadas a disponibilizar um carro reserva similar ao adquirido por Hilton no prazo de 10 (dez) dias a partir da publicação da decisão sob pena de multa de R$ 5.000,00 por dia.

A decisão foi publicada dia 22 de maio. O prazo de 10 (dias) expirou na segunda-feira, dia 2 de maio de 2014. Sabe o que aconteceu? A Cauê Veículos, a Dalcar Veículos e General Motors se achando acima do bem e do mal não cumpriram a ordem da Justiça.

Por descumprir a ordem da Justiça, a multa atingiu o valor de R$ 35.000,00 nesta segunda-feira (9).

Cabe mencionar que a Cauê já foi multada em 2013 em R$ 30.000,00 por não cumprir outra decisão da Justiça do mesmo teor desta decisão atual. Somando as duas multas o valor já chega a R$ 65.000,00.

Enquanto o caso não é solucionado,  o professor Hilton Franco segue sem carro há 389 dias.

Clique Agravo de Instrumento e veja a decisão da Justiça.

Foto: Hilton Franco

Saiba mais

Clique Caso Hilton Franco contra Cauê, Dalcar e GM e veja o resumo.

Nova multa: Cauê, Dalcar e GM serão multadas em R$ 5.000,00/dia se descumprirem decisão judicial favorável ao professor Hilton Franco