Holandão e Luciano Genésio receberão R$ 20 mil por um mês sem trabalhar na Assembleia

Blog Marrapá

 

Genesio 2

A 23 dias do fim da atual legislatura, os suplentes Edivaldo Holanda (PTC) e Luciano Genésio (PSB) assumiram um mandato relâmpago, em pleno recesso parlamentar da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Os dois foram empossados na manhã desta quarta-feira (07), em cerimônia no gabinete do deputado estadual Arnaldo Melo (PMDB), ainda presidente da Casa.

A abertura das vagas é consequência da renúncia dos deputados estaduais Marcelo Tavares (PSB) e Neto Evangelista (PSDB), que tomaram posse como secretários do governo Flávio Dino (PCdoB) no último dia 2.

Por um mês de mandato, Holandão e Luciano Genésio receberão salários de R$ 20 mil sem trabalhar, já que, em janeiro, a Assembleia não debate projetos nas comissões e nem realiza sessões e votações no plenário.

Os deputados-tampão também terão direito a indicar 19 assessores, além de receber o controverso auxílio moradia e o reembolso de gastos com o exercício da atividade parlamentar, como aluguel de imóveis e carros, combustível, consultorias e publicidade, entre outros.

Eles exercerão o mandato até o dia 1º de fevereiro, quando novos parlamentares eleitos assumem efetivamente os seus cargos.