Lei da meia-entrada para professores não é cumprida na vaquejada de Paraibano-MA

Ingresso para o show de Aviões do Forró no domingo (17), custa entre R$ 70,00 e R$ 100,00.

Vaquejada de Paraibano

Franco

A Lei 9.683, de 28 de agosto de 2012, que garante a  meia entrada para professores em estabelecimentos que promovam lazer e cultura realizados em espaços públicos e privados segue sem ser cumprida no município de Paraibano (MA). A lei é de autoria do deputado estadual Edilázio Júnior (PV).

A contatação foi feita na tarde desta quinta-feira (14) pelos professores Hilton  Franco e Amaury Carneiro.

De posse do Diário Oficial da Assembleia Legislativa do Maranhão e dos seus contra-cheques, os professores foram até um posto de venda de ingressos da vaquejada localizado na Rua 7 de Setembro. Chegando ao local,  as vendedoras  informaram que não sabiam da Lei e não poderiam vender os ingressos. Uma das vendedoras chegou a ligar para a Kaline Brito, ‘chefe’ da organização do evento. A tentativa foi em vão. Os professores foram até o parque de vaquejada, mas não encontram a ‘chefe’.

Em seguida em outro posto de vendas dois rapazes atenderam os professores para vender os ingressos. Mas assim que souberam que era Meia Entrada, se recusaram vender e disseram que iam falar com a ‘chefe’ Kaline Brito.

Questionados se conheciam a referida Lei, um dos vendedores disse que ouviu falar, o outro disse que não.

Sem obter êxito na compra dos ingressos, os professores foram até a Delegacia de Polícia Civil de Paraibano e registraram ocorrência para fazer a denúncia no Ministério Público. Com toda a documentação em mãos, os professores foram até o Ministério Público, mas às 16h já estava fechado.

O caso já foi denunciado ao presidente do PROCON, Duarte Júnior. Os professores Hilton Franco e Amaury disseram que vão denunciar o caso na unidade do PROCON de São João dos Patos e Ministério Público de Paraibano nesta sexta-feira (15).

O objetivo da denúncia e fazer com que a lei da meia entrada para professores seja cumprida em Paraibano em todos os eventos que se realizem no município a partir desta data.

E a lei da meia entrada para estudantes? Essa é outra história.

Veja o que diz a lei no Diário Oficial do Maranhão