Luís Fernando é um produto da oligarquia Sarney

Blog do John Cutrim

Fazem um esforço enorme para tentar desvincular o secretário de Infraestrutura, Luis Fernando da pecha de sarneisista. Os próprios membros da oligarquia envergonham-se de dizer que fazem parte do grupo comandando pelo senador José Sarney e a governadora Roseana Sarney.

Isso mais uma vez foi demostrado na entrevista concedida pelo senador Edison Lobão Filho (PMDB) ao jornal O Estado do Maranhão deste domingo. ”O Luis Fernando não é continuação da família Sarney. Isso é bom que fique claro”, disse Edinho Lobão.

Ele e todos sabem que o sobrenome Sarney é símbolo de atraso, corrupção, incompetência, fracasso. Pronunciar Sarney é também motivo de rejeição e chacota em todo país. Não há grupo político mais detestado/estigmatizado do que o grupo Sarney.

As pesquisas contratadas por eles – e até pelo governo federal – apontam isso, o descrédito e a ojeriza da população brasileira aos Sarneys. Ninguém quer ter a imagem vinculada à turma opressora que fez o Maranhão o estado mais miserável e menos desenvolvido da federação.

Sabendo disso, é que tentam tirar, temerosos de perderem a eleição, o bigode de Luis Fernando. Não podem. A história mostra que Luis Fernando foi gestado na política dentro da família Sarney. Ao longo dos governos da oligarquia retrógrada, ocupou cargos de confiança e alto escalão indicado por eles, justamente para atender aos interesses do clã.

Só neste última gestão de Roseana, LF não foi indicado para ser chefe da poderosa Casa Civil e depois secretário de Infraestrutura por acaso. Ou seja, Luis Fernando só não tem o sobrenome Sarney, mas ao longo de décadas é produto deles. O retrato fiel da continuação dos interesses e do modelo fracassado de gestão do clã.

Não fosse assim, Roseana não teria imposto o nome de Luis Fernando a governador (contra a vontade de muitos que lhe servem), fazendo agora de tudo para que ele seja o candidato, mesmo as pesquisas mostrando o seu desempenho ruim.

O que causa estranheza é os próprios aliados sentirem vergonha de fazerem parte do grupo Sarney. Todos querem se afastar, esnobam e não desejam de jeito nenhum atrair a cantiga sarneisista para si, pois sabem que o prejuízo na imagem é enorme.