MEC prorroga inscrições para o SiSU até quinta-feira

Do G1

O Ministério da Educação anunciou nesta segunda-feira (17) que o prazo final para inscrições ao Sistema de Seleção Unificada (SiSU) foi prorrogado para as 23h59 de quinta-feira (20). O prazo original terminaria nesta terça-feira (18).

A medida beneficia também estudantes das cidades atingidas pelas chuvas na Região Serrana do Rio de Janeiro. O MEC disponibilizou pontos gratuitos de acesso à internet nestas localidades para os estudantes poderem se cadastrar no SiSU.

Ainda nesta segunda-feira, segundo o MEC, será divulgado novo cronograma de datas das inscrições no Programa Universidade para Todos (ProUni) e das matrículas nas universidades federais e nos institutos federais de educação, ciência e tecnologias.

Além disso, por uma decisão judicial, as vagas do SiSU da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) foi estendida para alunos da rede pública de todo o país, não apenas do estado fluminense.

Limitador de tempo
O MEC criou um limitador ao tempo de acesso ao site do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Com a mudança, o estudante tem 20 minutos para movimentar a página e fazer as opções e a inscrição. Se a página ficar aberta, sem movimentação, será fechada em dez minutos. O MEC disse que com a medida pretende limitar a navegação excessiva na página de inscrição. 

Segundo o MEC, mais de 357 mil estudantes já se inscreveram no SiSU. Nesta segunda-feira (17),  de acordo como ministério, a média de inscrições chegaou a 400 por minuto. O site tem capacidade de 50 mil inscrições por hora, e de acordo como MEC, na segunda-feira este número chegou a 84 mil por hora.

O MEC explica que quando o número limite é superado, ocorre a tendência de lentidão e recomenda que as simulações sejam feitas no hot site e o acesso à página de inscrição, somente quando o aluno já tiver definido as suas opções.

As inscrições ocorrem até esta terça-feira (18), sempre das 6h às 23h59 (horário de Brasília), exclusivamente pelo site do SiSU (link para a página do SiSU).

Pelo sistema, os estudantes podem concorrer a 83.125 vagas em 83 instituições públicas de ensino superior, sendo 39 universidades federais, cinco universidades estaduais, 38 institutos federais de educação, ciência e tecnologia e uma instituição isolada.

Desde domingo, estudantes relataram dificuldade para acessar o sistema. Segundo o MEC, o motivo foi a alta procura simultânea. O ministério afirmou que iria reforçar o sistema para que ficasse mais rápido nesta segunda-feira.

O ministério garantiu que as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2010 serão carregadas automaticamente no sistema, após o estudante se logar, mesmo no caso daqueles alunos que não conseguiram visualizar a pontuação.

Ao efetuar sua inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções nas vagas ofertadas pelas instituições participantes do SiSU. O candidato também deve definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência ou às vagas destinadas a políticas afirmativas (cotas). Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

Ao final da etapa de inscrição, o sistema seleciona automaticamente os candidatos melhor classificados em cada curso, de acordo com suas notas no Enem 2010. A primeira lista de aprovados será divulgada em 22 de janeiro.