Morre ex-governador do Maranhão João Castelo

 

castelo-5

Folha de São Paulo

O deputado federal João Castelo (PSDB-MA), 79, morreu na manhã deste domingo (11) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Um dos políticos mais influentes do Maranhão, Castelo foi governador do Estado entre 1979 e 1982 e prefeito de São Luís entre 2009 e 2012.

Empresário, iniciou a carreira como deputado federal nos anos 1970 pela Arena, partido de apoio aos governos militares.

Foi indicado governador biônico em 1978 pelo presidente Ernesto Geisel, como um nome de consenso entre os grupos de José Sarney e do então governador Nunes Freire. Em 1982, foi eleito senador.

A partir dos anos 1990, migrou para a oposição ao grupo de José Sarney (PMDB). Em 2014, elegeu-se para seu quinto mandato como deputado federal e apoiou a eleição de Flávio Dino (PCdoB) para o governo do Estado.

Castelo estava internado desde 31 de outubro, quando deu entrada no hospital para fazer uma cirurgia cardíaca de ponte de safena. Operou em 10 de novembro, mas teve complicações após o procedimento.

A bancada do PSDB na Câmara dos Deputados lamentou a morte de Castelo, afirmando que o deputado deixa “a marca da eficiência e de seu elevado espírito público”.

“Nossa solidariedade e orações a sua família, amigos e ao povo do Maranhão por essa irreparável perda”, dizem, em nota, os deputados a bancada.

Em nota, a família agradeceu ao apoio recebido no período em que o deputado esteve internado.

“Que Deus acolha a alma do nosso querido e amado Castelo e que nos reconforte com sua infinita misericórdia num momento de tanta dor e saudades”.

O governador Flávio Dino e o prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior (PDT) decretaram luto oficial de três dias.

O velório começa na noite deste domingo (11), na Assembléia Legislativa do Estado do Maranhão (Av. Jerônimo de Albuquerque, Sítio Rangedor – Cohafuma). O enterro está marcado para as 17h desta segunda-feira (12), no Cemitério do Vinhais.