Morre na China a mulher mais alta do mundo

Morte de Yao Defen ocorreu em novembro, mas foi anunciada apenas nesta quarta; ela tinha 2,36 metros de altura

AFP – Agence France-Presse

A mulher mais alta do mundo, uma chinesa que media 2,36 metros quando foi registrada pelo “Guinness World Records”, em 2010, morreu aos 40 anos.

“Yao Defen morreu em meados de novembro”, afirmou um porta-voz de Sucha, na província oriental de Anhui, onde vivia a mulher mais alta do mundo, nesta quarta-feira (5).

A causa da morte não foi revelada.

O gigantismo de Yao Defen era provocado por um tumor que afetava sua glândula pituitária e gerava um excesso de hormônios do crescimento.

Ela pesava cerca de 200 quilos e calçava 55, sofria hipertensão, várias doenças do coração, desnutrição e osteoporose devido ao gigantismo.

No momento da morte, em 13 de novembro, Yao Defen media 2,36 metros, segundo um jornal de Anhui. Aos 15 anos, ela já tinha mais de dois metros.

Morre nos Estados Unidos a pessoa mais velha do mundo, aos 116 anos