No último minuto, Portugal empata com os Estados Unidos e sobrevive na Copa

Folha de São Paulo

EUA

e barriga, Clint Dempsey marca o segundo gol dos Estados Unidos

Eleito o melhor jogador do mundo na última eleição da Fifa, o astro Cristiano Ronaldo passou novamente em branco, mas deu uma assistência a dez segundos do fim do jogo para Portugal empatar por 2 a 2  com os EUA neste domingo (22), na Arena Amazônia, em Manaus, pela segunda rodada do Grupo G da Copa do Mundo.

A derrota, que parecia certa até os 49 min da etapa final, eliminaria os lusos.

Mesmo assim, a seleção portuguesa possui poucas chances de classificação para as oitavas de final.

A equipe precisa vencer Gana por uma boa margem de gols e torcer para que haja um vencedor no duelo entre EUA e Alemanha, na próxima quinta (26), às 13h, na Arena Pernambuco. No mesmo horário, portugueses e ganeses se enfrentam em Brasília.

Todas as seleções desta chave ainda podem avançar à segunda fase do Mundial. Americanos e alemães estão em uma situação melhor, pois se classificam com um empate entre eles.

Mesmo pressionado pela goleada por 4 a 0 sofrida ante a Alemanha, Portugal saiu na frente com um gol de Nani, logo aos 5 min de partida, no Amazonas. Ele aproveitou uma bobeada da zaga rival e estufou as redes do goleiro Howard.

A seleção americana cresceu no confronto, porém só conseguiu virar na etapa final. Aos 17min, Jones pegou uma sobra na intermediária e chutou com categoria para empatar o duelo.

Depois, aos 34 min, Dempsey completou um cruzamento de barriga e virou o marcador: 2 a 1, placar que classificava os EUA e eliminava o time luso.

No entanto, praticamente no último lance da partida, Cristiano Ronaldo alçou a bola na área, Varela passou por trás da zaga, finalizou de cabeça e manteve Portugal vivo na Copa com o empate por 2 a 2.