‘O sonho não acabou’, diz Wellington do Curso em artigo sobre a candidatura de Eliziane

image

Por Wellington do Curso

Um Maranhão feliz, alegre, socialmente justo e economicamente desenvolvido, é esse o meu sonho. Isso é o que me faz acordar todas as manhãs e enfrentar obstinadamente as dificuldades do nosso cotidiano. Permitam-me um desabafo, NÃO É FÁCIL fazer política com idealismo e dignidade no Brasil, sobretudo no Maranhão.

Não sonho só. Em minha breve e intensa caminhada pelo mundo da política me vi, mesmo sem mandato, representando milhares de jovens, mulheres, trabalhadores, estudantes que sonhavam também o meu, agora, o nosso sonho.

Eliziane Gama surgiu em minha vida há um ano e vi em seus olhos o brilho daquelas ideias, vi uma líder. Ela trazia a boa nova da política brasileira, ela falava dos projetos de uma Marina Silva, dizia que era possível fazer diferente e transformar o sonho em realidade, dava exemplos de conduta e desprendimento, de humildade e resiliência. Decidi embarcar naquele projeto, tão frágil, mas tão ousado; tão difamado, mas tão puro; tão pequeno, mas tão grande.

Percorremos mais de 8 mil quilômetros pelo Maranhão, levamos a notícia da nossa luta, a boa ideologia da NOVA POLÍTICA, conversamos com lideranças e com os mais humildes, sentimos que estávamos no caminho certo. Novas pessoas, pessoas boas, pessoas de bem se incorporaram ao nosso sonho. O grupo cresceu, a vontade cresceu e o medo e a reação daqueles que não querem ver o nosso sonho se transformar em realidade cresceu também. Injúrias, ofensas, maldades, mesquinhez, crueldade.

Estamos embarcando hoje para a cidade de Salvador, onde participaremos do ENCONTRO PPS, PSB, REDE para debater regionalmente as diretrizes programáticas do Plano de Governo de Eduardo Campos e Marina Silva. Logo após haverá uma reunião decisiva com Roberto Freire, Eduardo Campos e Marina Silva sobre a coligação PPS /PSB no Maranhão.

Quem me conhece um pouco sabe quão emotivo eu sou, emociono-me porque sei e acompanhei tudo o que nossa Eliziane vem passando, e quero tornar pública a minha incondicional solidariedade à minha amiga e líder  política Eliziane Gama.

Eliziane, conte comigo, haja o que houver. O Sonho não acabou, ele sempre viverá enquanto existirem homens e mulheres de bem.

*Professor Carlos Wellington é Vice-Presidente Estadual do PPS.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uma Resposta para ‘O sonho não acabou’, diz Wellington do Curso em artigo sobre a candidatura de Eliziane

  1. Amigo Oculto disse:

    Caro Wellington e Eliziane Gama, vocês formam um par perfeito para lutar pelo Maranhão. São de origem pobres e venceram na vida.
    Não deixem raposas velhas como Paulo Matos, Batista Matos e Altermar tomarem de conta do partido para fazerem acordos. Os três são picaretas e querem a todo custo levar o PPS para o colo do Flávio Dino.
    Isolem eles, pois são trairas. Batista é uma prova disso: mesmo no PPS apoiou Castelo para prefeito em 2012.
    O Paulo Matos basta dar dinheiro que ele vende o partido.
    O Altermar, ex-PC do B carrega na costa uma ação do MP por desviar dinheiro na educação.
    A ficha deles é suja.
    Vale ressaltar que sua imagem será manchada para 2016 e não esqueçam, o chefão Flavio não cumpre acordo.