Ônibus com wi-fi e ar-condicionado começam a circular em SP

Folha de São Paulo

Os primeiros 20 ônibus com ar-condicionado começaram a circular na cidade de São Paulo nesta terça-feira (2).

Os novos veículos são do modelo superarticulado, de 23 metros e capacidade para mais de 170 passageiros.

Além do ar-condicionado, contam com conexão de internet grátis, câmeras internas e catracas que fotografam  os passageiros para evitar fraudes no uso do Bilhete Único.

Eles fazem parte de um pacote de 600 ônibus  comprados pelas viações para cumprir a obrigação de renovaçao da frota –ônibus com mais de dez anos não podem circular. Outros mil novos veículos deverão ser comprados em 2015.

Onibus

Novo ônibus equipado com wi-fi e ar-condicionado que começou a circular em São Paulo nesta terça

Segundo o prefeito Fernando Haddad (PT), que conheceu os ônibus pela manhã no terminal Pinheiros, o uso do ar-condicionado ainda está em fase de testes e o equipamento será instalado primeiro em 110 veículos. A frota municipal é de 14,7 mil ônibus.

“Vamos avaliar junto à população a aceitação do ar-condicionado no ônibus. Eu acho que a aprovação vai ser grande, sobretudo os trabalhadores, motoristas e cobradores, tendem a ter mais conforto”, disse.

O prefeito disse que os novos veículos deverão circular preferencialmente nas faixas e corredores exclusivos.

Os ônibus com refrigeração têm um adesivo indicativo. A conexão de internet, que não exige senha, também é informada por avisos.

Os 20 ônibus apresentados hoje atendem as linhas 809P (Terminal Campo Limpo-Pinheiros) e 857P (Terminal Campo Limpo-Paraíso). Outros dez serão incorporados nos próximos dias em linhas da viação Via Sul.

Todos os veículos foram comprados da empresa Caio Induscar, do Grupo Ruas  –que participa de viações responsáveis por mais da metade do sistema de ônibus de São Paulo. Haddad foi recepcionado hoje pelo empresário Paulo Ruas.

AR-CONDICIONADO

Coletivos com ar-condicionado já foram implementados nas gestões Marta Suplicy (PT) e Gilberto Kassab (PSD), sem sucesso –pesquisas mostraram que passageiros preferiam a temperatura ambiente.

Levantamento feito pela em 2009 pela SPTrans com usuários do sistema apontou que 86% eram contra o ar-condicionado.

O secretário dos Transportes, Jilmar Tatto, diz acreditar que a situação mudou porque “agora o clima está mais quente e as pessoas estão mais acostumadas com ar-condicionado”.

Ao contrário dos veículos testados anteriormente, os novos ônibus saem de fábrica com o equipamento e tem janelas fechadas, o que aumenta a eficiência do ar-condicionado.

Segundo Tatto, se o teste for bem sucedido, o equipamento poderá ser exigido para toda a frota na próxima licitação , prevista para 2015.

Os outros aparelhos, como o wi-fi, fazem parte novos equipamentos cujos testes foram revelados pela Folha. Entre eles estão alto-falantes que informam as paradas, câmeras que multam invasão a faixas exclusivas e contadores de passageiros.