Operação de combate a poluição sonora fez mais de 50 flagrantes

Apreensão de veículo durante a operação de combate a poluição sonora.Foto:Gilson Texeira

Veículos apreendidos, 16 pessoas detidas e aparelhagens de som desmontadas. Esse é o saldo da terceira etapa da Operação de Combate a Poluição Sonora montada para coibir abusos e infrações contra a Lei do Silêncio. Com esse resultado, o número de prisões realizadas em três fases soma 54.

O número de veículos que apresentavam som além do permitido chega a mais de cinqüenta. Somente no último fim de semana, as equipes apreenderam 16 veículos. No domingo (23), dez carros foram recolhidos, pois estavam em local público com aparelhagem de som acima de 55 decibeis, que é permitido por Lei. Todos os condutores foram detidos e autuados em flagrante por crime ambiental.

As ações são coordenadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), por meio das Polícias Civil e Militar. Conta ainda com a participação do Corpo de Bombeiros, Ministério Publico, Promotoria da Infância e da Juventude, Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim), que dobrou o número de peritos nos dias de ação, entre outros órgãos. Durante os três dias de trabalhos, equipes da Guarda Municipal de São Luís e do Departamento de Narcóticos (Denarc) também integraram as atividades.

Ações nos bairros

Cohatrac, Cohab, Madre Deus além das praias do Olho d’água, Meio e Araçagy foram os locais percorridos durante os dias de trabalho. Além destes, foram registrados casos de poluição sonora nos bairros do Bequimão e Vinhais.

“Tivemos muitas denúncias de moradores indicando que nesses bairros havia vários focos de desrespeito a Lei do Silêncio e que veículos com som automotivo estavam causando transtorno à população. Após a verificação no local, constatamos que as reclamações eram verdadeiras”, frisou o coordenador da operação, delegado Carlos Alberto Damasceno.

O delegado contou ainda que em relação ao primeiro dia dessa etapa, que apresentou apenas dois casos na Praia do Olho d’Água. Já nos outros dois dias, o delegado informou que a quantidade de registros apresentou um crescimento chegando a um total de 10 veículos apreendidos apenas no domingo (23).

Denúncias

O Plano Estratégico de ação foi montado baseado em informações que chegam ao Disque Denúncia (3223-5800) e ao Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS) por meio do Disque 190.

O Delegado Damasceno ressaltou a importância das denúncias da população. “A participação da comunidade está sendo muito importante. A partir das denúncias dos moradores, podemos traçar metas e ações para coibirmos a poluição sonora e os outros crimes relacionados, em São Luís. Algumas pessoas ainda insistem em abusarem do volume permitido, prova disso foi a quantidade de casos apenas no último domingo”, explicou o coordenador.

Os trabalhos da força tarefa continuarão por todo o período pré-carnavalesco. Bares, casas de shows, postos de gasolina também estarão sendo fiscalizados durante toda a operação.

As informações são do Portal do Governo do Maranhão