Brasileiro faz para Bolívia, mas golaço de Agüero evita vexame argentino

Globoesporte.com

Messi tenta tirar a bola de Edivaldo: brasileiro quase estraga a festa dos argentinos (Foto: EFE)

Um golaço de Sergio Agüero evitou um vexame da Argentina na abertura da Copa América nesta sexta-feira, em La Plata, pela primeira rodada do Grupo A.

A Bolívia saiu na frente com gol do brasileiro naturalizado Edivaldo, mas o genro de Diego Maradona garantiu o empate de 1 a 1 em uma noite pouco inspirada de Lionel Messi.

Com o estádio Ciudad de La Plata lotado (cerca de 50 mil pessoas), os hermanos jogaram mal. Principalmente Messi, eleito o melhor jogador do mundo em 2009 e 2010 e centro do esquema tático de Sergio Batista, baseado no usado por Pep Guardiola no Barcelona para deixar o camisa 10 à vontade.

Nascido em Cuiabá e filho de uma boliviana, Edivaldo teve uma bela ajuda de Banega para fazer o primeiro gol do torneio: após toque de calcanhar do camisa 7 da Bolívia, o volante argentino deixou a bola passar entre as pernas, quase em cima da linha. O brasileiro tem o apelido “Bolívia” e atualmente joga no Naval, de Portugal, depois de já ter passado por Atlético-PR e Figueirense.

A Argentina, que não conquista um título com sua seleção principal desde 1993 (Copa América), volta a campo na próxima quarta contra a Colômbia, em Santa Fé, às 21h45m (de Brasília). A Bolívia vai pegar a Costa Rica na quinta, às 19h15m (de Brasília). Neste sábado, os colombianos encaram os costarriquenhos às 15h30m (de Brasília).