Veja o ranking de média de público dos 128 clubes das Séries A, B, C e D

Moto Club-MA ficou em 25º lugar, com média de 7.082 espectadores . O Sampaio Correa amargou o 41º lugar, com média de 4.387 espectadores.

moto

O Palmeiras lidera a lista com maiores médias de público de todas as divisões do Campeonato Brasileiro. Nos 19 jogos com o mando de campo no Brasileirão, o Alviverde teve média de 32.470 pagantes.

Na Série B, o Bahia liderou a média de público. O tricolor baiano teve média de 17.200 pagantes por partida. A equipe foi a quarta colocada da Segunda Divisão, com 63 pontos, e garantiu vaga na Série A em 2017.

Na Série C, a liderança ficou com o Fortaleza, com média de 17.385 espectadores. Nas quartas de final, o clube cearense empatou com o Juventude por 1 a 1, em casa, e foi eliminado na Série C. Aliás, esse jogo ajudou a elevar a média do Tricolor do Pici, visto que o Castelão recebeu o maior público pagante do ano no futebol brasileiro: 63.903.

Na Série D, o CSA-AL teve a maior média de público, com 8.884 espectadores. O Moto Club-MA ficou em segundo lugar nesta divisão, com média 7.082 espectadores.

Confira a lista completa.

1º Palmeiras – 32.470 (Série A)
2º Corinthians – 28.764 (Série A)
3º Internacional – 25.421 (Série A)
4º Flamengo – 24.542 (Série A)
5º São Paulo – 22.512 (Série A)
6º Cruzeiro – 20.591 (Série A)
7º Grêmio – 20.450 (Série A)
8º Atlético-MG – 18.560 (Série A)
9º Fortaleza – 17.385 (Série C)
10º Bahia – 17.200 (Série B)
11º Atlético-PR – 15.751 (Série A)
12º Vitória – 13.996 (Série A)
13º Remo – 13.513 (Série C)
14º Sport – 11.968 (Série A)
15º Santos – 11.225 (Série A)
16º Ceará – 11.079 (Série B)
17º Coritiba – 9.893 (Série A)
18º Fluminense – 9.139 (Série A)
19º CSA-AL – 8.944 (Série D)
20º Paysandu – 8.902 (Série B)
21º Botafogo-PB – 8.645 (Série C)
22º Santa Cruz – 8.022 (Série A)
23º Chapecoense – 7.611 (Série A)
24º Botafogo – 7.258 (Série A)
25º Moto Club-MA – 7.082 (Série D)
26º Vasco – 6.876 (Série B)
27º Náutico – 6.744 (Série B)
28º Figueirense – 6.628 (Série A)
29º Botafogo-SP – 6.182 (Série C)
30º Avaí – 5.949 (Série B)
31º CRB-AL – 5.813 (Série B)
32º ABC-RN – 5.743 (Série C)
33º Linense-SP – 5.625 (Série D)
34º Guarani – 5.383 (Série C)
35º Ponte Preta – 5.309 (Série A)
36º Atlético-GO – 5.145 (Série B)
37º Londrina-PR – 4.927 (Série B)
38º Flu de Feira-BA – 4.824 (Série D)
39º Anápolis-GO – 4.799 (Série D)
40º Vila Nova-GO – 4.494 (Série B)
41º Sampaio Corrêa-MA – 4.387 (Série B)
42º Ituano – 4.233 (Série D)
43º Joinville – 4.214 (Série B)
44º América-RN – 4.126 (Série C)
45º Criciúma – 4.080 (série B)
46º Goiás – 3.816 (Série B)
47º Juventude – 3.777 (Série C)
48º América-MG – 3.494 (Série A)
49º São Bento-SP – 3.334 (Série D)
50º Campinense-PB – 3.297 (Série D)
51º Confiança-SE – 3.177 (Série C)
52º Brasil de Pelotas – 2.755 (Série B)
53º Sousa-PB – 2.707 (Série D)
54º Itabaiana-SE – 2.460 (Série D)
55º Audax-SP – 2.443 (Série D)
56º Sergipe – 2.279 (Série D)
57º Paraná – 2.192 (Série B)
58º River-PI – 2.191 (Série C)
59º Inter de Lages-SC – 2.185 (Série D)
60º São Raimundo-PA – 1.998 (Série D)
61º Volta Redonda-RJ – 1.988 (Série D)
62º ASA-AL – 1.831 (Série C)
63º Atlético-AC – 1.806 (Série D)
64º Desportiva Ferroviária-ES – 1.703 (Série D)

65º Salgueiro-PE – 1.658 (Série C)
66º Oeste-SP – 1.574 (Série B)
67º Boa Esporte-MG – 1.550 (Série C)
68º Central-PE – 1.501 (Série D)
69º Caxias-RS – 1.259 (Série D)
70º Tupi-MG – 1.231 (Série B)
71º São Paulo-RS – 1.193 (Série D)
72º Portuguesa-SP – 1.175 (Série C)
73º Sete de Dourados-MS – 1.164 (Série D)
74º São Francisco-PA – 1.117 (Série D)
75º Luverdense-MT – 1.023 (Série B)
76º Bragantino – 1.001 (Série B)
77º Caldense-MG – 835 (Série D)
78º Ypiranga-RS – 833 (Série C)
79º Brusque-SC – 769 (Série D)
80º Ceilândia-DF – 765 (Série D)
81º Globo FC-RN – 730 (Série D)
82º Princesa de Solimões-AM – 729 (Série D)
83º Mogi Mirimn – 709 (Série C)
84º Altos-PI – 662 (Série D)
85º Maringá-PR – 636 (Série D)
86º Tocantinópolis-TO – 632 (Série D)
87º Potiguar de Mossoró-RN – 607 (Série D)
88º Parnahyba-PI – 575 (Série D)
89º Luziânia-DF – 567 (Série D)
90º Palmas-TO – 553 (Série D)
91º URT-MG – 547 (Série D)
92º Tombense-MG – 546 (Série C)
93º Icasa-CE – 529 (Série D)
94º PSTC-PR – 472 (Série D)
95º Sinop-MT – 465 (Série D)
96º Boavista-RJ – 450 (Série D)
97º Metropolitano-SC – 423 (Série D)
98º Nacional-AM – 421 (Série D)
99º Águia de Marabá-PA – 396 (Série D)
100º Cuiabá – 380 (Série C)
101º Macaé-RJ – 343 (Série C)
102º Maranhão – 331 (Série D)
103º Novo Hamburgo-RS – 299 (Série D)
104º Araguaia-MT – 292 (Série D)
105º América-PE – 253 (Série D)
106º Juazeirense-BA 227 (Série D)
107º Guaratinguetá-SP – 222 (Série C)
108º Portuguesa-RJ – 221 (Série D)
109º Villa Nova-MG – 212 (Série D)
110º Baré-RR – 208 (Série D)
111º Madureira-RJ – 177 (Série D)
112º Espírito Santo – 172 (Série D)
113º Genus-RO – 168 (Série D)
114º Aparecidense-GO – 154 (Série D)
115º Guarani de Juazeiro-CE – 151 (Série D)
116º Rondoniense – 149 (Série D)
117º Rio Branco-AC – 145 (Série D)
118º JMalucelli-PR – 112 (Série D)
118º Murici-AL – 112 (Série D)
120º Naútico-RR – 111 (Série D)
121º Galícia-BA – 89 (Série D)
122º Uniclinic-CE – 82 (Série D)
123º Trem-AP – 78 (Série D)
124º Santos-AP – 75 (Série D)
125º Comercial-MS – 43 (Série D)
126º Goianésia-GO – 40 (Série D)
127º Serra Talhada-PE – 36 (Série D)
128º São José-RS – 18 (Série D)

Com informações do Globoesporte.com

Morre ex-governador do Maranhão João Castelo

 

castelo-5

Folha de São Paulo

O deputado federal João Castelo (PSDB-MA), 79, morreu na manhã deste domingo (11) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Um dos políticos mais influentes do Maranhão, Castelo foi governador do Estado entre 1979 e 1982 e prefeito de São Luís entre 2009 e 2012.

Empresário, iniciou a carreira como deputado federal nos anos 1970 pela Arena, partido de apoio aos governos militares.

Foi indicado governador biônico em 1978 pelo presidente Ernesto Geisel, como um nome de consenso entre os grupos de José Sarney e do então governador Nunes Freire. Em 1982, foi eleito senador.

A partir dos anos 1990, migrou para a oposição ao grupo de José Sarney (PMDB). Em 2014, elegeu-se para seu quinto mandato como deputado federal e apoiou a eleição de Flávio Dino (PCdoB) para o governo do Estado.

Castelo estava internado desde 31 de outubro, quando deu entrada no hospital para fazer uma cirurgia cardíaca de ponte de safena. Operou em 10 de novembro, mas teve complicações após o procedimento.

A bancada do PSDB na Câmara dos Deputados lamentou a morte de Castelo, afirmando que o deputado deixa “a marca da eficiência e de seu elevado espírito público”.

“Nossa solidariedade e orações a sua família, amigos e ao povo do Maranhão por essa irreparável perda”, dizem, em nota, os deputados a bancada.

Em nota, a família agradeceu ao apoio recebido no período em que o deputado esteve internado.

“Que Deus acolha a alma do nosso querido e amado Castelo e que nos reconforte com sua infinita misericórdia num momento de tanta dor e saudades”.

O governador Flávio Dino e o prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior (PDT) decretaram luto oficial de três dias.

O velório começa na noite deste domingo (11), na Assembléia Legislativa do Estado do Maranhão (Av. Jerônimo de Albuquerque, Sítio Rangedor – Cohafuma). O enterro está marcado para as 17h desta segunda-feira (12), no Cemitério do Vinhais.

Turma do PC do B ligada a Flávio Dino quer se perpetuar no sindicato dos professores e prejudicar a categoria

Dos 73 membros da diretoria e conselho fiscal do SINPROESEMMA, 47 são filiados ao PC do B, sendo que 8 deles integram a executiva estadual do partido

sinproesemma

Chapa ligada do governador Flávio Dino encheu a cidade de outdoor

Do blog MRP

CARTA ABERTA da CHAPA 2 AOS EDUCADORES DA BASE DO SINPROESEMMA

Companheiros,

Na conjuntura atual estamos assistindo ataques aos direitos da classe trabalhadora, frutos de lutas históricas, como as reformas da previdência e trabalhista, bem como a aprovação da famigerada PEC 55 que agravará o quadro minguado de investimentos destinados aos serviços públicos. Isso vai piorar ainda mais a vida da classe trabalhadora no Brasil. O quadro da educação pública será mais difícil ainda com a intensificação do seu sucateamento, congelamento do piso salarial dos professores, precarização dos serviços docentes, técnico educacionais, administrativos e auxiliares, uma vez que não se prevê mais realização de concursos e talvez nem seletivos, mas a substituição destes instrumentos por cooperativas, fundações, etc.

Nesse contexto, a organização dos trabalhadores e suas entidades representativas passam a ocupar um papel estratégico no processo de luta em defesa da garantia desses direitos. Para tanto é fundamental que tenhamos entidades de classe com autonomia e independência política, que tenham suas ações pautadas nos interesses majoritários de sua categoria, desvinculando-se das práticas de cooptação partidária que tendem a transformar as entidades em correias de transmissão dos partidos políticos, fazendo com que seus diretores abram mão da luta em defesa dos direitos da categoria para defender seus interesses políticos-eleitorais.

E é justamente neste modelo nefasto de sindicalismo que, nos últimos anos, tem se pautado a direção do SINPROESEMMA. O que temos observado é que as ações da direção do sindicato têm como referência maior, não os interesses dos trabalhadores da educação no Maranhão, e sim, os interesses do PCdoB, partido ao qual pertence boa parte dos seus diretores. Hoje, dos 73 membros da diretoria e conselho fiscal do SINPROESEMMA, 47 são filiados ao PC do B, sendo que 8 deles integram a executiva estadual do partido.

Atualmente a situação tem se agravado, visto que o governador eleito em 2014, Flávio Dino, pertence ao mesmo partido político da maioria dos diretores do SINPROESEMMA (PCdoB) e o que temos presenciado desde então é que os dirigentes sindicais se transformaram em verdadeiros agentes oficiais de defesa dos interesses governamentais. O maior exemplo disto aconteceu neste ano de 2016, quando o governador Flávio Dino, rasgou a Lei do Piso e do Estatuto do Magistério, não concedendo o reajuste de 11,36%, que legalmente temos direito, isso levou os diretores do SINDICATO a ocuparem os meios de comunicação utilizando o seguinte argumento: “que o governo não iria conceder o reajuste por que os professores do Maranhão recebiam o segundo maior salário do Brasil”. Situação que forçou centenas de trabalhadores em educação de várias cidades do Estado a protestar, mesmo sem o apoio da direção do sindicato, através de passeatas, faixas, operação tartaruga etc. E mais uma vez a direção do SINPROESSEMA partiu em defesa do governo, dessa vez de mãos dadas com a Procuradoria Geral do Estado – PGE entrou com uma ação na justiça criminalizando o movimento legal e legítimo dos educadores do Maranhão.

E é contra todo este estado de coisas praticado por esse grupo político que se encontra há quase duas décadas na direção do SINPROESSEMA e vem utilizando a estrutura do Sindicado para viabilizar projetos pessoais e do partido, centenas de professores (as), de várias cidades do Maranhão, passaram a travar um amplo debate sobre a realidade sindical e educacional do Estado, culminando com a conjunção de uma grande frente de oposição às práticas aparelhistas-eleitoreiras praticadas por esse grupo e que teve como consequência a formação de uma CHAPA para disputar a eleição do SINPROESEMMA.

No entanto, na tentativa de impedir a participação da CHAPA DA BASE da categoria e, principalmente, evitar o confronto de ideias, é que a direção do SINPROESEMMA tem realizado uma série de manobras com o claro objetivo de FRAUDAR o processo eleitoral para continuar a frente do sindicato, garantir interesses particulares dos seus membros e blindar o governo de Flávio Dino.

Inicialmente a direção do SINPROESEMMA reuniu 206 delegados no 2º dia do CONTEMA (18/09) e alterou o estatuto do sindicato, mudando assim as regras da eleição, com o nítido propósito de inviabilizar a inscrição da CHAPA DA OPOSIÇÃO. Em seguida, tentaram intimidar o professor Antonísio Furtado com uma ação na justiça impetrada pela PGE, que estabeleceu uma multa de 500 mil reais por dia caso o professor continuasse com sua militância na luta em defesa dos direitos dos educadores. Como tal medida não teve efeito desejado na organização política dos professores, esse grupo do PCdoB quer a todo custo se manter a frente do sindicato.

Publicaram no Jornal Pequeno do dia 16/11 o edital de convocação da eleição e estabeleceram que a inscrição das chapas ocorresse num prazo de 10 dias. Ressaltamos ainda que as informações eleitorais não são amplamente divulgados pelos instrumentos de comunicação do sindicato, ficando restritas ao mural do sindicato. No dia 18/11, a chapa 1 apresentou seu pedido de inscrição e a chapa 2 só o fez no dia 25/11.

Diante desses dois pedidos de inscrição das chapas, finalizado o prazo de inscrição, a comissão eleitoral reuniu dia 26/11 (sábado) e decidiu:

1. Homologar o pedido de inscrição no pleito da CHAPA 1, apesar de constatar que vários membros da chapa apresentaram documentação incompleta e alguns, sequer comprovaram ser sindicalizados; ( Obs: A chapa 1 tem em sua composição 66% da atual diretoria do sindicato).

2. Indeferir o pedido de inscrição da CHAPA 2.

Isto evidencia o nível de comprometimento da comissão eleitoral com a atual diretoria, pois seus integrantes aplicaram as regras do regimento eleitoral viciado para a CHAPA 2 e, no entanto, desconsideraram as graves pendências da chapa 1 e a habilitaram no processo. Isso nos fez recorrer à justiça para garantir nossa participação, mediante alterações nas regras desse processo eleitoral.

Diante do exposto, conclamamos todos os educadores da base do sindicato a lutar juntamente conosco para não permitir que a eleição aconteça na base da FRAUDE e nos moldes antidemocráticos definidos pelo grupo do PCdoB que deseja se perpetuar a frente do SINPROESEMMA, para usá-lo contra a nossa categoria.

 Foto: Hilton Franco

Paraibano (MA): Veja os nomes dos possíveis secretários do governo Zé Hélio (PT)

ze-helio

O site do Hilton Franco teve acesso aos nomes dos prováveis secretários do governo Zé Hélio (PT), prefeito de Paraibano (MA). Nesta lista consta os nomes dos secretários e adjuntos.

A fonte ligada ao prefeito garantiu que estes serão os novos secretários a partir de 01 de janeiro de 2017. Segundo a fonte, o prefeito Zé Hélio vai divulgar a lista oficial dia 20 de dezembro.

Cada secretário receberá R$ 3.800,00 mensalmente. Secretário adjunto receberá R$ 1.900,00.

Confira a lista com os nomes dos possíveis secretário:

Secretaria de Administração Geral
Railton Sousa  – secretário
Teomar Araújo – secretário adjunta

Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico
Sebastião Pitó – secretário
Dugero – secretário adjunto

Secretaria de Assistência Social, Segurança Alimentar e Defesa Civil
Caroline Almeida Veloso   – secretária
Cyntia Sá – secretária adjunta

Secretaria de Educação e Cultura
Professora Doralina – secretária
Césia Margarete  – secretária adjunta

Secretaria Municipal de Finanças
Almiran Pereira – secretário
Joilton Sousa  – secretário adjunto

Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer 
 Zé Relógio – secretário
Aristeu Neto- secretário adjunto

Secretaria Municipal de Obras, Infraestrutura e  Urbanismo
Juracy Carvalho – secretário
Cazuquinha – secretário adjunto

Secretaria de Saúde
Geralda Alves   – secretária
Bethânia Camargo,  – secretária adjunta

Secretaria de Meio Ambiente e Turismo
José Luís  – secretário
Jair Coelho – secretário adjunto

Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres
Alciene Pereira – secretária
Lena do Antonio Marcos – secretária adjunta

Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos
Daniel Furtado Veloso

Chefe  de Gabinete
Lindon Johnson

Diretora do Hospital
 Rosilene Guerra

Os demais colaboradores da campanha deverão assumir cargos de coordenadores e diretores, entre outros.

Buriticupu (MA): Carnaval fora de época acontece no mês de dezembro

buriticupu

A organização do carnaval fora de época de Buriticupu (MA), distante 407 Km de São Luís, divulgou a programação oficial  do evento deste ano.

O evento acontece dia 9, 10 e 11 de dezembro de 2016. As atrações para os três dias de festa já estão definidas. Dia 9  e Tiago e Luan, e Jonas Esticado, dia 10 Kaká Candido e Forró Devassa  e no dia 11 Mateus Fernandes e Gabriel Diniz. A venda abadás já está disponível pelo preço de R$ 80,00. Os camarotes custam R$ 2.000,00.

Servidores públicos municipais poderão comprar abadás e camarotes com desconto na folha de pagamento.

A Central da Folia, que será o ponto de apoio para todas as operações estratégicas do evento já está funcionado desde o dia último dia 8. Lá se concentra a venda de abadas e o cadastramento dos colaboradores da festa.

Para maiores informações o folião poderá ir até a Central da Folia ao lado do Bradesco ou entrar em contato  pelo WhatsApp (98) 9 8136 3845.

Maior superlua em quase 70 anos ocorre nesta segunda-feira

UOL

lua

Se você gostou e tirou várias fotos da superlua que ocorreu no último mês de outubro, prepare seu coração: a desta segunda-feira (14) será ainda maior. O fenômeno que estará na janela da sua casa (se não houver nuvens, claro) será o maior dos últimos 68 anos.

Isso porque no auge do perigeu (momento em que a Lua fica mais próxima da Terra) o nosso satélite natural estará a apenas 356.511 km da Terra, segundo o astrônomo Gustavo Rojas, da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). A última vez que ele ficou mais perto do que isso foi em 1948, quando a distância do perigeu foi de 356.462 km.

A superlua, contudo, não será no momento do perigeu, que ocorrerá às 9h21 (horário de Brasília). O fenômeno por definição ocorre no momento da lua cheia, que será às 11h54 – nesta hora, o satélite estará a 363.338 km da Terra.

Para efeito de comparação, a superlua do último mês de outubro ocorreu com o satélite a uma distância de 364.687 km da Terra. A distância média do corpo celeste para nosso planeta é de 384.402 km.

Ficou triste pelos horários citados serem na manhã brasileira? Calma. Rojas diz que ainda assim o evento pode ser melhor aproveitado na noite de segunda-feira.

A próxima vez que a Lua chegará mais próxima da Terra será só no longínquo ano de 2034, quando no momento da superlua (encontro com a lua cheia) estará a 363.301 km de distância.

Este fim de ano ainda reserva mais uma superlua para os amantes do céu. A superlua de dezembro encerrará a sequência de três seguidas.

Roseana Sarney é denunciada por rombo de mais de R$ 400 milhões

O Globo

roseana-sarney

SÃO PAULO – A ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, foi denunciada pelo Ministério Público do Estado por causar prejuízo de mais de R$ 410 milhões aos cofres públicos em esquema fraudulento de concessão de isenções fiscais pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) a empresas. A acusação do MP foi no dia 21 de outubro, contra ela e mais dez ex-gestores, servidores públicos e demais envolvidos por práticas criminosas, e divulgada pela assessoria do órgão nesta terça-feira.

A assessoria de imprensa da ex-governadora disse que “todos foram pegos de surpresa”, que seus advogados ainda estão tomando conhecimento sobre a denúncia e que Roseana está tranquila. “Em todas as decisões tomadas em benefício do Estado, a ex-governadora agiu com respeito às leis, sempre orientada pela Procuradoria Geral do Estado do Maranhão”, informou em nota a porta-voz de Roseana.

Na denúncia, o titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís, Paulo Roberto Barbosa Ramos, chama o grupo de organização criminosa e diz que ele realizou compensações tributárias ilegais, implantação de filtro no sistema da secretaria para garantir essas operações tributárias ilegais e fantasmas, reativação de parcelamento de débitos de empresas que nunca pagavam as parcelas devidas, exclusão indevida dos autos de infração de empresas do banco de dados e contratação irregular de empresa especializada na prestação de serviços de tecnologia da informação, com a finalidade de garantir a continuidade das práticas criminosas.

“O modus operandi da organização criminosa envolvia um esquema complexo, revestido de falsa legalidade baseada em acordos judiciais que reconheciam a possibilidade da compensação de débitos tributários (ICMS) com créditos não tributários (oriundos de precatórios ou outro mecanismo que não o recolhimento de tributos). Não bastasse isso, em diversas ocasiões, foi implantado um filtro para mascarar compensações realizadas muito acima dos valores decorrentes de acordo homologado judicialmente”, escreveu o promotor de justiça na denúncia.

Os demais investigados são o ex-secretário de Estado da Fazenda, Cláudio José Trinchão Santos; o ex-secretário de Estado da Fazenda e ex-secretário-adjunto da Administração Tributária, Akio Valente Wakiyama; o ex-diretor da Célula de Gestão da Ação Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda, Raimundo José Rodrigues do Nascimento; o analista de sistemas Edimilson Santos Ahid Neto; o advogado Jorge Arturo Mendoza Reque Júnior; Euda Maria Lacerda; os ex-procuradores gerais do Estado, Marcos Alessandro Coutinho Passos Lobo e Helena Maria Cavalcanti Haickel; e o ex-procurador adjunto do Estado do Maranhão, Ricardo Gama Pestana.

Barbosa Ramos destacou, ainda, que os gestores do período de 14 de abril de 2009 a 31 de dezembro de 2014 ignoraram os procedimentos administrativos característicos da administração pública ou simplesmente deram sumiço a eles após praticarem seus crimes.

“Para consolidar a sangria dos cofres públicos sem gerar qualquer suspeita, os secretários da Fazenda deixaram de aprimorar o sistema de tecnologia da informação da Sefaz, permitindo aos membros da organização criminosa reativar frequentemente parcelamento de débitos de empresas que nunca pagavam as parcelas devidas e, ao mesmo tempo, excluir indevidamente autos de infração do banco de dados, acarretando ainda mais prejuízos aos cofres públicos em proveito próprio e de terceiros”, afirmou o membro do MP.

NEBULOSO PROCESSO LICITATÓRIO

O Ministério Público destacou que o esquema foi aperfeiçoado a partir de outubro de 2013 quando a empresa Auriga Informática e Serviços Ltda foi formalmente substituída em “um nebuloso processo licitatório” pela Linuxell Informática e Serviços Ltda, sendo que a primeira continuou prestando seus serviços, por meio de aditivo contratual.

“O fato é que a Secretaria de Estado da Fazenda pagou ao mesmo tempo duas empresas por um mesmo serviço que até então era executado por apenas uma”, destaca a denúncia.

O promotor de justiça aponta ainda que alguns funcionários da terceirizada Linuxell Informática e Serviços Ltda eram, ao mesmo tempo, comissionados da Sefaz, demonstrando “a grande ousadia da organização criminosa, respaldada pela convicção de que todos os crimes praticados permaneceriam impunes”.

DECISIVA APROVAÇÃO DE ROSEANA SARNEY

A organização criminosa contava com “o decisivo beneplácito de Roseana Sarney Murad”, segundo o MP, uma vez que ela “autorizou acordos judiciais baseados em pareceres manifestamente ilegais dos procuradores-gerais do Estado por ela nomeados”. Roseana também teria nomeado para cargos em comissão 26 terceirizados da Linuxell, para que desempenhassem na Sefaz as mesmas funções para as quais estavam contratados pela empresa Auriga.

O titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica apontou que Marcos Alessandro Coutinho Passos Lobo, Helena Maria Cavalcanti Haickel e Ricardo Gama Pestana assinaram pareceres manifestamente contrários ao art. 170 do Código Tributário Nacional, com o único objetivo de “desviar dinheiro público, em proveito próprio ou alheio, valendo-se da condição estratégica do cargo que ocupavam”.

Na denúncia, o MP indica ainda que compensações de créditos não tributários por tributários não ocorriam no Maranhão desde 2004, ano em que a Lei Estadual nº 8.152/2004 revogou a Lei Estadual nº 7.801/2002. Portanto, entre 2004 a 2009, nenhum crédito de origem não tributária tinha sido compensado por débito de origem tributária.

“De repente, com a chegada de Cláudio Trinchão e Akio Valente à Sefaz essa situação mudou drasticamente. É como se tivessem descoberto uma forma de produzir dinheiro em velocidade maior que a Casa da Moeda. Somente de 17 de abril de 2009 a 31 de dezembro de 2014, foram efetuadas 1.913 compensações. Isso mesmo. De praticamente nenhuma em toda a história do Maranhão, como em um passe de mágica, milhares de compensações em série passaram a ser feitas, tudo isso sem qualquer observação aos parâmetros legais e constitucionais e ainda utilizando-se de fraude”, afirmou Barbosa Ramos.

Fim da pausa do blog após 30 dias

Após o resultado das eleições 2016 o editor desta página deu uma pausa nas publicações. Foram 30 dias sem atualizações.

A pausa também ocorreu no Facebook e no Twitter. No Facebook os dois perfis foram desativados por 30 dias. O mesmo ocorreu no Twitter.

A pausa do blog se encerra neste terça-feira (02/11).

No Twitter e no Facebook a pausa também chegou ao fim.

Paraibano (MA): Veja a relação dos vereadores eleitos em 2016

Com 100% das urnas apuradas em Paraibano (MA) nas eleições deste domingo (2), a Câmara Municipal já tem definida sua nova composição. Novos e antigos vereadores ocuparão as 11 vagas disponíveis no parlamento municipal.

A coligação “Unidos Pela Mudança”, do candidato Zé Hélio (PT) elegeu sete vereadores, enquanto que a coligação “O Ser Humano em Primeiro Lugar”, elegeu quatro vereadores.

O número de novos vereadores chega a seis. Elizângela da Tabaroa, reeleita, foi o campeão de votos (706).

Os vereadores que não conseguiram reeleição: Cazuquinha, Jair, Chico Everton, Nato e Socorro do Chuta.

O vereador Tico do Getúlio não concorreu à reeleição.

Lista de vereadores eleitos para mandato 2017-2020

Elizangela da Tabaroa (PSB): 706 votos

Ricardo Campos (PEN): 657 votos

João Marcelo (PSDB): 632 votos

Ricardo Xavier (PT): 621 votos

Célia da Aparecida (PTB): 603 votos

Denia do Lyndon Jonhson (PTN): 597 votos

Murilo Ribeiro (PSL): 445 votos

Lucimar Sá da Silva (SD): 477 votos

Denis (PMN): 442 votos

Tico Leite (PC do B): 379 votos

Nilton Pitó (PSB): 370 votos

Zé Hélio (PT) derrota candidata da oligarquia Furtado, em Paraibano, MA

Oligarquia Furtado não perdia eleição em Paraibano desde 1982, portanto há 34 anos.

ze-helio

José Hélio Pereira de Sousa, o Zé Hélio,  do PT, foi eleito neste domingo (2) prefeito de Paraibano para os próximos quatro anos. Com 100 % das urnas apuradas, o petista teve 6.070 votos, o que corresponde a 56,91 % dos votos válidos. A atual vice-prefeita Rejany Gomes (PSC), teve 4.596 votos (43,09%).

A vitória marca a derrota da oligarquia Furtado, que manda e desmanda município desde 1982, portanto há 34 anos. A prefeita Aparecida Furtado (PDT), não concorreu à reeleição, pois é ficha suja e deu apoio a Rejany.

Zé Hélio  tem 52 anos, trabalhou em olaria na juventude, tem ensino médio completo e hoje é empresário no ramo de comércio.

Projetos

Entre as propostas de campanha, o petista prometeu criar a Guarda Municipal de Paraibano, realizar eleições para diretores e vice-diretores das escolas da rede pública municipal e criar o departamento municipal de trânsito.

Resultado final 

Abstenção 3.946 (25,45%)

Comparecimento 11.557 (74,55%)

Votos válidos (excluindo brancos e nulos):  10.666 (92,29%)
Zé Hélio (PT): 6.070 (56,91%)
Rejany Gomes (PSC): 4.596(46,09%)

Total de votos apurados: 100 %
Brancos: 128 (11,11%)
Nulos: 763(6,60%)

Foto: Hilton Franco