Erupção de vulcão indonésio mata 65; cifra total já passa de cem.

As erupções já causaram a morte de 109 pessoas desde a semana passada e forçaram a remoção de mais de 150 mil, disse o ministro-chefe do bem-estar social

Gazeta do Povo -PR

Resgate de corpos das vítimas do vulcão Merapi

O vulcão Monte Merapi, na Indonésia, entrou em erupção com mais intensidade nesta sexta-feira, causando a morte de 65 pessoas, o que elevou a cifra de mortes para mais de cem e deixou a região coberta por pó branco. Localizado nos arredores da cidade de Yogyakarta, na ilha de Java, o Monte Merapi começou a expelir na semana passada nuvens de cinza e gás superquente, letais para a população.

As erupções já causaram a morte de 109 pessoas desde a semana passada e forçaram a remoção de mais de 150 mil, disse o ministro-chefe do bem-estar social.

Pelo menos 58 corpos queimados foram levados ao hospital Sardjito, de Yogyakarta, nesta sexta-feira, segundo informou o médico Rizal, de uma unidade policial de identificação, citado pela Metro TV, uma emissora local.

“É possível que a cifra de mortos aumente à medida que continuarmos as buscas por mais vítimas”, disse o dr. Rizal, que, como a maioria dos indonésios, só usa um nome.

Cerca de 200 pessoas ficaram feridas desde o início das erupções, segundo as autoridades indonésias.

O aeroporto internacional de Yogyakarta está fechado e os voos foram desviados para a cidade próxima de Solo.

“Está muito pior do que no passado. Não podemos prever o comportamento do vulcão”, disse o principal vulcanologista do Paes, Surono.

Provas do Enem já estão a caminho dos locais de aplicação do exame, diz Exército.

Além do Exército, a Marinha e a Aeronáutica também darão apoio logístico à aplicação do exame

 

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que serão aplicadas neste fim de semana, já estão sendo distribuídas pelo país. A logística cabe às Forças Armadas Brasileiras em parceria com os Correios.

As provas estavam armazenadas no 4° Batalhão de Infantaria Leve do Exército em São Paulo e foram transportadas para 72 quarteis das Forças Armadas em todo o país. De acordo com o Ministério da Defesa, elas estão sendo retiradas dos quarteis e levadas para as chamadas unidades distribuidoras, próximas aos locais de prova, selecionadas pelos Correios. A última etapa será o transporte para as salas dos locais de realização do exame.

Além do Exército, a Marinha e a Aeronáutica também darão apoio logístico à aplicação do exame e levarão as provas a cidades de difícil acesso.

As informações são da Agência Brasil.

Dilma Rousseff, Tiririca e outros políticos viram máscaras de carnaval

 G1

Dilma Rousseff, Marina Silva, José Serra e Tiririca prometem ser as estrelas da folia em 2011. Ao menos é o que deseja o artista plástico espanhol Sergi Arbusà, de 23 anos. Os rostos da presidente eleita, dos candidatos que concorreram à presidência e do deputado federal mais votado do país inspiraram o jovem a transformar os penteados e trejeitos dos políticos em máscaras de carnaval.

Dilma tem três versões de máscaras para acompanhar as mudanças de visual.

Dilma tem três versões de máscaras. Todas acompanharam a mudança de visual da presidente eleita. A mais recente tem o topete que virou marca registrada durante a campanha e os brincos de pérola. O artista plástico conta que levou cerca de 15 horas para confeccionar o rosto de Dilma. Até virar máscara, foram precisos mais sete dias.

“Primeiro tem a pesquisa por fotos, depois tem o processo de esculpir a argila, secar, modelar e por último pintar. É trabalhoso, mas é muito bom ver o resultado. Quando vou a um bloco de rua e vejo as pessoas usando as máscaras que confeccionamos é emocionante”, detalha Sergi.

Lula tem duas versões de máscara
Outro que também mereceu uma nova versão foi Lula. A primeira máscara foi produzida ainda em 1989 e mostrava o presidente com barbas e cabelos cheios e negros. Na mais recente, os cabelos ficaram brancos assim como a barba mais rala.

Segundo a dona da fábrica de máscaras, Olga Valle, esta foi a única reprodução de um político brasileiro que foi exportada para a Europa. “O Lula fez sucesso e vende bem até hoje. Espero que com a Dilma também seja assim”, diz a empresária.

Máscara de Erenice encalha em estoque
A fábrica de máscaras Condal desenvolve há 52 anos máscaras de políticos que ganharam repercussão seja por escândalos ou popularidade. A lista de criações é extensa e tem nomes como Barack e Michelle Obama, Saddam Hussein, Leonel Brizola, PC Farias e Collor.

Mas nem sempre sair nas capas dos principais jornais é sinônimo de vendas garantidas. Há quatro meses, Olga criou a máscara da ex-ministra chefe da Casa Civil, Erenice Guerra. De acordo com a empresária, a máscara está encalhada no estoque da fábrica e não ganhou a atenção dos foliões. Erenice ganhou notoriedade após ter renunciado ao cargo por suposto envolvimento em tráfico de influência na Casa Civil.

“Como temos que produzir antes, temos que apostar no que pode se tornar sucesso. Como a Erenice saía todos os dias nos jornais achei que fosse dar certo. Mas, enfim, agora a minha aposta é no Tiririca. Já confeccionei mais de duas mil máscaras dele”, diz Olga.

Fábrica em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, na produziu 2 mil máscaras.Tiririca é a maior aposta das vendas
A empresária afirma que a máscara de Tiririca é a mais pedida pelos comerciantes. Para ela, a mistura da irreverência do palhaço-deputado é a cara do carnaval popular de rua. “Nasci e morei por anos na Espanha e percebi que lá eles usam as máscaras como forma de protesto. Já aqui serve para gozações, folia mesmo e acho que de repente até para um protesto bem-humorado”, fala Olga.

As máscaras são produzidas numa fábrica instalada nos fundos de uma casa em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Nos meses de dezembro a fevereiro, mais de 50 pessoas trabalham diariamente na confecção dos produtos que são revendidos em todo país. Nos principais mercados populares, as máscaras custam em média R$ 5.

Sarney admite possibilidade de Congresso recriar CPMF

“Isso não impede que aqui dentro das casas do Congresso tenha a iniciativa parlamentar restaurando a CPMF”, disse

Correio da Bahia

A defesa de alguns governadores eleitos e do próprio presidente do PSB e senador eleito, Eduardo Campos (PE), da volta da cobrança da Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira (CPMF) repercutiu no Senado. O presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), disse nesta sexta-feira (5) que apesar de a presidenta eleita, Dilma Rousseff, ter dito que não pensa em qualquer proposta neste sentido nada impede que o Congresso tome a iniciativa.

“Isso não impede que aqui dentro das casas do Congresso tenha a iniciativa parlamentar restaurando a CPMF”, disse Sarney. Ele acrescentou que a primeira alteração neste sentido já foi apresentada pelo senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE).

O líder do Democratas, Antonio Carlos Júnior (DEM-BA), por sua vez, ponderou que com uma oposição numericamente mais fraca em 2011, os parlamentares terão que “jogar pesado” para evitar que a iniciativa prospere. “Vamos trabalhar para segurar”, acrescentou o parlamentar. A criação da Contribuição Social de Serviços (CSS), que tramita na Câmara, nada mais é do que a recriação da CPMF, destacou o democrata.

“Todos sabemos – e a própria presidenta eleita parece pensar o mesmo – [a necessidade] de uma reforma no sistema tributário nacional, que desonere a produção e prestação de bens e serviços e que fortaleça o pacto federativo. O Brasil não precisa de mais impostos”, ressaltou o líder do DEM. O vice-líder do PSDB, Álvaro Dias (PR), qualificou de “escabro e escárnio” qualquer tentativa dos governadores ou da presidenta eleita de levar adiante a ideia.

 Com a mesma avaliação do colega do DEM, de a oposição trabalhar com um bloco bem mais reduzido – no Senado, o número de parlamentares contrário ao governo cai de 33 para 22 – Dias afirmou que esses partidos terão que se desdobrar para conseguir uma dissidência na base governista que impeça o andamento da matéria. As informações são da Agência Brasil.

Memória: Hilton Franco

O Imposto Provisório sobre Movimentação Financeira (IPMF), também conhecido como Imposto do Cheque, foi criado em 1993 e vigorou de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 1994, com alíquota de 0,25% sobre todo tipo de movimentação bancária. Os recursos eram destinados à saúde. Com o nome de Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), o tributo voltou a ser cobrado de janeiro de 1997 a janeiro de 1999 e de junho de 1999 até dezembro de 2007, quando o Senado rejeitou sua prorrogação.

Quer saber quantos habitantes tem cada município maranhense?Confira

 Hilton Franco

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados obtidos no Censo Demográfico de 2010. Clique aqui e e confira o número de habitantes em cada um dos 217 municípios maranhenses.

O Maranhão já conta com mais de 6 milhões de habitantes.

População brasileira chega a 185,7 milhões, mostra parcial do Censo.

Rio de Janeiro – Os brasileiros somam 185.712.713, de acordo com dados coletados pelo Censo 2010 e divulgados hoje (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa começou em 1º de agosto e foi encerrada oficialmente no último dia 31.

O tamanho da população ficou abaixo do esperado, que era de 192 milhões de brasileiros, tendo como dia de referência 1º de agosto de 2010, mas representa crescimento de 9,4% em relação ao ano de 2000, quando o país contabilizava 169.799.170 indivíduos.

De acordo com o IBGE, todos os municípios poderão checar o tamanho de suas populações na edição de hoje do Diário Oficial da União. O objetivo é que as prefeituras conheçam os dados e possam contestá-los, se for o caso, nos próximos 20 dias (entre 5 e 24 de novembro).

Os cálculos do IBGE são utilizados na definição do dinheiro a ser repassado pela União a cada município, que varia de acordo com o número de habitantes de cada localidade. A previsão é que no dia 29 de novembro o país tenha o dado consolidado sobre a população. (Agência Brasil)

Feliz aniversário.

 Hoje, dia 04 de novembro quero parabenizar a pessoa que eu mais amo na Terra.  Minha querida e eterna mãe. 

 A você mãe, dedico o poema de Mário Quintana. 

 Mãe … São três letras apenas
As desse nome bendito:
Também o Céu tem três letras…
E nelas cabe o infinito.
Para louvar nossa mãe,
Todo o bem que se disse
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer…
Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do Céu
E apenas menor que Deus! 

 

 

 

 

 Mãe, parabens para quem faz o dia de hoje ser mais feliz. Você! Parabens pelos seus 65 anos de vida.

Que Deus lhe conceda muita saúde e felicidades.

Estudante que ofendeu nordestinos no Twitter é demitida por escritório de advocacia.

Correio da Bahia

O escritório no qual a estudante de Direito que ofendeu nordestinos em seu Twitter estagiava a demitiu depois de tomar conhecimento dos comentários preconceituosos de Mayara Petruso. A estudante postou no domingo, após a eleição de Dilma Rousseff (PT), ofensas aos nordestinos, considerando-os “culpados” pela vitória da petista.

“Nordestito não é gente. Faça um favor a SP: mate um nordestino afogado! (sic)”, escreveu a estudante em seu Twitter. Ela também postou comentários ofendendo nordestinos no seu Facebook. As contas foram excluídas depois da repercussão do caso.

Mayara no Facebook: crítica ao direito de voto dos nordestinos

Em nota, o escritório Peixoto e Cury Advogados confirma a demissão da estagiária. “Com muito pesar e indignação, (o Peixoto e Cury Advogados) lamenta a infeliz opinião pessoal emitida, em rede social, pela mesma, da qual apenas tomou conhecimento pela mídia e que veemente é contrário, deixando, assim, ao crivo das autoridades competentes as providências cabíveis”, diz o texto.

Ação penal
O presidente da Ordem de Advogados do Brasil (OAB) de Pernambuco, Henrique Mariano, entrou nesta quarta com uma representação criminal contra a estudante junto ao Ministério Público Federal de São Paulo.

“O crime do Artigo 20 da lei 7.712, que trata dos crimes de discriminação ou preconceito de raça por etnia, religião ou procedência nacional, trata especificamente das hipóteses que configuram o crime de racismo, que ela cometeu”, disse Mariano, que também acredita que Mayara teve uma “atitude incompatível” com o exercício do Direito, profissão que pretende seguir.

CCJ do Senado aprova PEC que altera regras para vice assumir Presidência

Em caso de impeachment, morte ou doença grave, nova eleição será convocada.

Gazeta de Alagoas

Agência Brasil

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou hoje (3) uma proposta de emenda à Constituição que trata das novas regras de substituição do presidente da República para o caso de vacância do cargo.

O substitutivo do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), aprovado em votação simbólica na comissão, prevê que em caso de impeachment, morte, doença grave, ou outro fato que caracterize a vacância na Presidência da República, novas eleições serão convocadas em até 90 dias.

O texto também diz que se faltarem menos de dois anos para o fim do mandato, as novas eleições devem ser convocadas em 30 dias. Para o caso de vacância com menos de 15 meses para acabar o governo, o novo presidente será escolhido por meio de eleição indireta pelo Congresso Nacional.

Pelo substitutivo, o vice assumirá a Presidência apenas interinamente, ficando no cargo até a escolha do novo presidente.

Paixão pelo futebol.

Correio da Bahia

 Amor Tricolor: torcedor em estado terminal acompanha jogo do Bahia

Apesar do jogo entre Bahia e Coritiba ser importante para todos os tricolores, ele é mais especial para Ronaldo Lopes. Em estado terminal, aos 40 anos, o torcedor do Bahia sofre de esclerose lateral amiotrófica, doença neurodegenerativa progressiva e fatal. Isso não o impediu de vir a Pituaçu para acompanhar a partida que vale a liderença do Brasileirão da Série B.

“Ele sempre foi Bahia, desde pequeno frequentava a Fonte Nova com os tios”, conta Rosaide Rosa, esposa do tricolor. O sonho começou quando um fisioterapeuta disse que traria um paciente ao estádio. Ronaldo não sossegou enquanto não tivesse a mesma chance. Junto com a esposa, passou um mês agilizando a visita.

Durante o jogo, seus batimentos, monitorados todo o tempo, chegavam à mais de 140, quando o Bahia atacava. Piscando os olhos para responder como se sentia ele definiu em uma palavra o que seu coração gritava: “Feliz”. Realmente, a paixão pelo futebol não tem mesmo limite.