Réquiem

 

Publicado por Flávio Gomes

SÃO PAULO (chega logo, 2012)

O Moto Club do Maranhão encerrou suas atividades. Vocês sabem que raramente falo de futebol aqui, mas tem horas que não dá para calar. Eu ia fazer um discurso enorme, contar dos meus jogos de botão, de quantas vezes desenhei o escudinho do Moto, ia falar do Sampaio Corrêa (aqui, uma observação: os dois grandes do Maranhão sempre foram um problema para mim na hora de escrever; Corrêa ou Correia? Moto Club ou Moto Clube? São Luiz ou São Luís? Coisas de infância, não liguem), do Maranhão Atlético Clube, de quanto aprendi de história, geografia e da vida com o jogo de bola.

Mas não precisei.

Porque alguém me mandou este texto de Luiz Antonio Simas, lá do Maranhão mesmo, que se chama “Morre o Moto”, e é simplesmente o melhor texto sobre futebol que já li em toda minha vida.

Réquiem trata-se de uma palavra latina que significa “repouso”, no sentido de morte.

O suicídio do Moto

Do blog do Torero, UOL Esportes

Publicado em 09/09/2010

Por Márcio Ricardo

O Moto Club, ao lado do Sampaio Corrêa, é (ou era…) o maior clube de futebol do Maranhão. Um dos mais importantes times do Nordeste, dono de 24 títulos estaduais e de uma torcida apaixonada.

Morre o Moto,mas minha paixão é eterna por você Papão do Norte.

Infelizmente, o Moto fechou seu departamento de futebol profissional no último dia 27 de agosto. A alegação da diretoria, obviamente, é a falta de recursos financeiros.

Tive conhecimento dessa triste notícia pelo blog do jornalista Flávio Gomes, que indicou o texto “Morre o Moto”, de Luiz Antônio Simas (blog “Histórias Brasileiras”).

Peço a todos que leiam o belíssimo texto do professor Simas. Nele, o autor se indigna com “mais esse capítulo da transformação do futebol brasileiro em um ramo do big business, da consolidação dos clubes como valhacoutos de escroques travestidos em empresários e da proliferação de jogadores-celebridades desvinculados da história e das tradições dos times”.

Tem muito mais, vejam lá, mas em resumo morre o Moto porque morrem, cada vez mais, as boas tradições, em nome do que se diz novo e moderno. Mais do que isso: morre o que deveria ser eterno pelo apreço ao fugaz, pelo consumo despropositado, pela força destruidora dele, sempre ele, o Mercado.

Tudo isso é realmente verdade, julgo eu, mas certamente não é toda a verdade. A verdade, se é que ela existe, é sempre mais cinza.

Luiz Antônio Simas escreveu um texto com alma, lírico, cheio de sentimento e, como já disse, verdade. Porém, seguem algumas considerações, intencionalmente frias e sem brilho, que misturam o preto e o branco em busca de algo mais cinza. E, ainda que menos poético, também real.

Afinal, por que morre o Moto e não o Sampaio Corrêa? São ambos os mais fortes clubes do Maranhão, com torcidas, tradições, conquistas e histórias equivalentes, não são? Por que morre um e o outro não?

Aliás, por que morre o Moto e não o Bacabal? Nesse caso, então, a comparação é quase indevida. Mas é justamente o time da capital, o mais poderoso e rico que está fechando, não o modesto. Por quê?

Crise financeira, pelo que pude me informar, atinge a todos no futebol maranhense, dos grandes aos pequenos. Mas como não são todos os que fecham as portas, fica claro que a crise do Moto também é política, administrativa, técnica, de planejamento e, até, de criatividade. Pasmem, o resultado foi o rebaixamento do Moto Club à série B do estadual.

Apesar disso, não podemos ignorar que a confusão é generalizada e institucional no futebol maranhense. Escândalos, manipulação de resultados, falta de dinheiro. O atual campeão, o JV Lideral, pediu desligamento da Federação (parece que voltou atrás, se embananou…) e outros três clubes estariam pensando em também desistir do futebol profissional.

A grita é geral contra a Federação Maranhense de Futebol, acusada de promover competições mal-organizadas e deficitárias, além de não apoiar devidamente seus associados. Vale lembrar que são os próprios clubes que elegem seus representantes na Federação e que, sem dúvida, o Moto Club tem enorme influência política.

Mas por que o Moto, como um dos mais importantes clubes maranhenses e líder natural de todos os outros, não começou uma revolução no futebol do estado? Por que não juntou forças com os demais times e propôs a criação da Liga Maranhense, por exemplo? Por que não se articulou em grupo com seu pares para organizar o próprio campeonato, o próprio calendário, o próprio destino?

Poderia ter iniciado esse processo sem litígio nenhum, chamando a Federação e todos os interessados para a mesa. Elaborando, em conjunto com os demais, planos de melhorias esportivas, programas de adequação e conservação dos gramados e da iluminação dos estádios, estudos sobre a utilização dos recursos das leis de incentivo ao esporte, mais e mais maneiras de atrair o torcedor e muitas outras iniciativas. Um projeto ambicioso, mas com o pé no chão, gradativo, sem fórmulas mágicas.

A partir disso, com a criação de uma liga de fato e tudo o que isso implica, seria saudável parar de vilanizar o tal do Mercado e, melhor ainda, atraí-lo para o benefício de todos. Negociar contratos em grupo, criar novas oportunidades comerciais, estabelecer outras vertentes de patrocínio, trabalhar o licenciamento de marcas e produtos são só algumas das possibilidades que proporcionariam melhores condições econômicas às agremiações.

Fazer isso, com critérios e princípios, respeitando os torcedores, não é se render a quem quer que seja. É, pelo contrário, uma maneira de perpetuar a história de um clube. Numa outra realidade, mas que serve de exemplo à nossa, não me parece que Barcelona, Liverpool ou Milan estejam perdendo suas tradições por fazerem isso. Estão, na verdade, as ampliando.

Nada disso aconteceu. Não houve competência, nem iniciativa, muito menos visão e atitude de vanguarda. É por isso que as tradições do Moto Club não foram honradas. O Moto não morre “em nome da gestão empresarial, da modernização dos estádios, do estatuto do torcedor”. Essas e outras coisas, ainda que sejam sinais de tempos menos românticos e encantados, o fariam viver melhor, preservariam “a aldeia, a terra, a comida da terra, a várzea, a esquina e o canto de cada canto”.

O Moto Club não morreu, professor. Ele se matou.

Marcio R. Castro é palmeirense.

O texto original está no link  http://blogdotorero.blog.uol.com.br/

CSA só empata no Rei Pelé e se despede da Série D

Bruno Soriano, da Gazeta de Alagoas.

Azulão precisava golear o Sampaio Correia por 6×0, mas acabou tomando dois gols no primeiro tempo, chegando ao empate no segundo

Não deu para o CSA. O Time do Mutange, jogando diante de seu torcedor, na tarde deste domingo (12), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, não conseguiu sair de um empate em 2×2 contra o Sampaio Correia, pela segunda rodada da fase eliminatória da Série D do Campeonato Brasileiro. O Azulão até tentou, mas acabou tomando dois gols do bom time maranhense ainda no primeiro tempo – quando se ‘deu ao luxo’ de até perder um gol de pênalti com o atacante Catanha –, evoluindo na etapa complementar e conseguindo o empate, que não bastou para a classificação azulina.

CSA no ataque com cabeceio do lateral Celso


Isso porque o time do técnico Lino entrou em campo para cumprir uma missão quase impossível: vencer o Sampaio por pelo menos 5×0 – devolvendo assim a goleada sofrida na primeira partida, fora de casa – e forçar uma decisão em cobrança de pênaltis. Mas o time visitante soube se fechar bem e, com isso, gastou o quanto pôde o tempo de jogo e, com isso, assegurando a merecida classificação – apesar de o CSA ter merecido a vitória na noite deste domingo.

O Azulão – que havia se classificado à fase eliminatória com uma boa campanha, como líder de seu grupo, que tinha o Santa Cruz-PE, também eliminado – agora volta suas atenções para a Segunda Divisão do Campeonato Alagoano, com partida marcada para a noite da próxima quarta-feira (15), quando irá receber, no mesmo Rei Pelé, a equipe do Igreja Nova, precisando vencer para figurar entre os líderes da competição – dos seis, quatro se classificam para as semifinais e apenas os finalistas garantem vaga na elite do futebol estadual em 2011.

Nesta competição, o CSA é o terceiro colocado, com três pontos, e vem de derrota para o Sport Atalaia, fora de casa, por 1×0.

Fênomeno Azul lota o Mangueirão e Remo é eliminado

Texto HILTON FRANCO

O Remo,de Belém do Pará,tradicional time brasileiro foi mais um a ser eliminado hoje,domingo(12), por um adversário sem nenhuma tradição no cenário nacional.

 O Vila Aurora, da cidade de Rondonópolis,não se intimidou com a fanática torcida do leão e arrancou um empate de 1 a 1, diante dos 20.263 torcedores que compareceram ao estádio Mangueirão.

Um dos úlitmos lances de Remo 1 x 1 Vila Aurora-MT

Com o resultado, o time matogrossense agora vai encarar o América -AM que se classificou após uma vitória de 3 a 1 sobre o Mixto-MT em Manaus e uma derrota de 4 a 2 em Cuiabá

Os gols da partida foram marcados no segundo tempo por Vélber, para o Remo aos 12 min   e Daniel empatou a partida aos 24 min calando a torcida azulina.

Ao final da partida o sentimento de tristeza tomou conta da torcida remista.Cerca de 30 torcedores remistas foram aos vestiários e gritaram time de “pipoqueiro” e “timinho”.Alguns foram presos e a delegação do Leão saiu escoltada do estádio.

Agora é esperar o Parazão 2011,jogar bola e se classificar para em 2011 começar uma nova batalha rumo a série C do brasileiro.

Foto:Diário do Pará

Guarany-CE vence Santa Cruz-PE na Batalha do Cariri

Texto HILTON FRANCO.

A saga do Santa Cruz para voltar à elite do futebol brasileiro teve seu capítulo final neste domingo(12).Com doses de tensão e emoção o tricolor jogava pelo empate contra o Guarany-CE, no estádio do Junco, em Sobral, interior do Ceará. Um simples  empate classificava o time pernambucano para a terceira fase da Série D .

Mundão do Arruda,em Recife-PE lotado por 53 mil tricolores da Cobra Coral

A configuração do jogo era a seguinte: como no primeiro confronto os tricolores venceram por 4×3 em Recife-PE, basta não tomar gol para avançar. Já o Cacique do Vale uma simples vitória por um gol de diferença até 3×2 (1×0 ou 2×1),garante a classificação.Se os números do jogo anterior se repetiressem, porém em favor dos cearenses, a definição iria para a cobrança de pênaltis.

Após os 90 min de jogo e muito sofrimento dos torcedores da Cobra Coral pernambucana encerra-se a partida com a vitória do Guarany-CE, de Sobral pelo placar de 2 a 0, com gols de Danilo Pittbull e Léo Olinda.

O Santa Cruz, tradicional clube do futebol brasileiro continuará no fundo do poço por mais um ano.Melhor que o meu  Moto Clube, que nem se sabe quando voltará a disputar uma competição nacional,pois nem na série D estamos.

Agora o Guarany-CE ,vai enfrentar o Sampaio Corrêa que eliminou o CSA de Alagoas ,após uma vitória em São Luis por 5 a 0 e um empate de 2 a 2 no estádio Rei Pelé, em Maceió.

Os jogos  entre Sampaio x Guarany-CE,serão realizados no dia 26 de setembro e 2 de outubro.O sortei do mando de campo aconte amanha na sede da CBF, no Rio de Janeiro, a partir das 14h.

O Sampaio teve sorte de não enfrentar o Santa Cruz-PE, pois certamente seria eliminado em campo e fora de campo.Agora é esperar o difícil confronto com o Cacique do Vale do Cariri.Lembramos que Samapio e Guarany-CE,  se enfrentaram na primeira fase e houve empate nos dois confrontos.Em Sobral 0 a 0 e em São Luis 2 a 2.

Boa sorte ao Sampaio e ao futebol maranhense que continua no fundo do poço.

RG único entra em vigor a partir de dezembro

Do Diário do Pará

As carteiras de identidades passarão a ser substituídas, a partir de dezembro, pelo Registro de Identificação do Cidadão (RIC). Trata-se de um número único de registro de identidade civil, disponível por meio de um cartão magnético com a impressão digital, que promete pôr um fim à necessidade de o brasileiro portar vários documentos.

Modelo do novo RG

A nova identidade, criada pela Lei 9.454/97, teve origem em projeto de lei (PLS 32/95) de autoria do senador Pedro Simon (PMDB-RS) e vai poder substituir, num só documento, os números da Carteira de Identidade (RG), do Cadastro de Pessoa Física (CPF), do Título de Eleitor e do PIS/Pasep, entre outros.

O senador ressaltou, por meio de sua assessoria, que o novo cartão deve simplificar o processo de obtenção de documentos e sanar o problema com homônimos, uma vez que, além do conjunto de informações digitalizadas, conterá a impressão digital do portador.

Segundo informações do Ministério da Justiça, o novo documento terá como informações obrigatórias nome, sexo, data de nascimento, foto, filiação, naturalidade, assinatura, impressão digital do indicador direito, órgão emissor, local e data de expedição, além da data de validade do cartão. Já o antigo número de RG, título de eleitor e CPF serão optativos, bem como o tipo sanguíneo e a condição de ser ou não doador de órgãos.

Constará ainda do novo cartão um código conhecido como MRZ (sigla em inglês para zona de leitura mecânica), uma sequência de caracteres de três linhas que agiliza, segundo informações do Ministério da Justiça, o processo de identificação da pessoa e das informações contidas no RIC.

Para armazenar e controlar o número único de Registro de Identidade Civil e centralizar os dados de identificação de cada cidadão, o governo criou ainda o Cadastro Nacional de Registro de Identificação Civil. Os estados e o Distrito Federal, que participarão do novo sistema por meio de convênio com a União, ficarão responsáveis pela operacionalização e atualização desse cadastro, em regime de compartilhamento com o órgão central.

O Ministério da Justiça prevê concluir a substituição dos documentos até 2019. (AGÊNCIA SENADO)

Lula e Waldez Góes

Folha UOL

GRACILIANO ROCHA
DE PORTO ALEGRE

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva apareceu no horário eleitoral gratuito do Amapá pedindo votos para o ex-governador e candidato a senador Waldez Góes (PDT) na véspera de ele ser preso pela Polícia Federal sob suspeita de integrar um esquema de corrupção.

Me diz com quem andas que te direi quem tu és.


Góes e o atual governador do Estado, Pedro Paulo Dias (PP), que concorre à reeleição, foram presos com outras 16 pessoas, ontem pela manhã, sob suspeita de participar do desvio de verbas federais e estaduais. A operação da PF foi batizada de Mãos Limpas.
A mensagem de apoio de Lula ao candidato, um depoimento que dura 28 segundos, foi ao ar na noite de quinta, horas antes da deflagração da ação policial.
No vídeo, o presidente olha direto para a câmera e diz que aprendeu a importância de ter apoio no Senado para governar bem. Lula afirma: “Quando for presidenta, Dilma vai precisar de senadores que ajudem a aprovar seus projetos”.
O presidente encerra a aparição pedindo votos para o pedetista: “Aqui no Amapá vote em Waldez Góes, que está com Dilma”.
Parte do depoimento voltou a ser exibida no programa da tarde de ontem, após o candidato ter sido preso.
Em Porto Alegre, a presidenciável petista Dilma Rousseff elogiou a operação da PF e declarou que o governo Lula combate a corrupção “doa a quem doer”.
“[A operação] é absolutamente de acordo com o que sempre fizemos. A gente tem tido em relação à Polícia Federal, à CGU [Controladoria Geral da União] e a todos os órgãos de investigação a seguinte orientação, sempre foi a [orientação] do presidente Lula: “desmantele esquema de corrupção doa a quem doer”.”

COLADO A LULA
O governador preso tentava se vincular a Lula e Dilma. Quatro dias antes de ser preso, obteve na Justiça Eleitoral o direito de veicular imagens com os dois, já que seu companheiro de chapa, Alberto Góes, é do PDT, que integra a coligação de Dilma.
Na disputa ao governo, Góes enfrenta o candidato Camilo Capiberibe (PSB), que tem o apoio do PT.

Comentário meu.

Eu tinha o maior apreço pelo Lula. Me envolvi na sua campanha em 1989,quando eu tinha até então 13 anos e o vi perder pra Fernando Collor. Em 1994 e 1998  duas derrotas consecutivas para outro Fernando, só que dessa vez era Fernando Henrique Carsoso.

Em 2002, pela primeira vez, apos 16 anos de espera e três tentativas frustradas, Lula consagra-se presidente do Brasil, eleito no dia 27 de outubro num segundo turno contra José Serra ,obtendo 53 milhoes de votos.

Que alegria.Vi um sonho ser realizado,pois desde os meus 13 anos,torcia para o  Lula.

O tempo passou e o Lula se aliou a figuras oligarquicas do naipe de Collor,Jader Barbalho,Renan Calheiros e o maior de todos que me recuso a citar o nome,pois sempre esteve no poder a mais de meio século.

Mas que sonho frustado,pois o PT se corrompeu e estouraram escandalos como o memóravel Mensalão do Zé Dirceu,homem forte do Lula  e quebra do sigilo do caseiro  Francenildo em março de 2006 pelo ministro Palloci.

Mas a minha revolta mesmo é com as alianças de Lula,fato que me fez abandonar a candidatura do PT e sepultar o sonho de acabar com as oligarquias que emperram o desenvolvimento dos estados, em especial o meu Maranhao.

Procuradoria aponta possível crime eleitoral cometido por Tiririca

Folha UOL

A Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo encaminhou ofício à Justiça Eleitoral para adoção das medidas cabíveis contra possível crime eleitoral cometido pelo candidato Francisco Everardo Oliveira Silva, o palhaço Tiririca.

O Ministério Público Eleitoral se baseou em notícia publicada na revista “Veja”, que informou que o humorista declarou ao TSE não possuir nenhum bem, pois teria colocado todo o seu patrimônio em nome de terceiros, depois de responder a processos trabalhistas de sua ex-mulher.

A procuradoria afirma, ainda, que na consulta à ficha do candidato consta a informação “nenhum bem declarado”.

Pior do que está não fica.

Tiririca é candidato a deputado federal pelo PR em São Paulo. Entre suas propostas, pretende atender o povo do nordeste, que segundo ele, é muito discriminado. Também quer criar incentivos para artistas de circo. Na educação, quer incluir nas escolas atividades como artesanato, canto e costura.

Tiririca tem forte ligação com sua mãe, que incentiva a sua candidatura. Foi ela quem lhe deu o apelido pelo qual se tornou conhecido.

Embora diga no horário eleitoral gratuito que, se eleito, pretende ajudar “inclusive” sua família, Tiririca já foi destaque de páginas policiais em um caso violência doméstica. Em 1998, o palhaço foi levado de camburão à 6º Delegacia Seccional de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, acusado de agredir a tapas Rogéria Mariano da Silva, sua mulher. Mais tarde, ela retirou a queixa.

Confira os melhores trechos da entrevista que a Folha publicou no dia 24 de agosto:

Folha – Por que você decidiu se candidatar?

Tiririca – Eu recebi o convite há um ano. Conversei com minha mãe, ela me aconselhou a entrar porque daria pra ajudar as pessoas mais necessitadas. Eu tô entrando de cabeça.

Sabe o que o PR propõe, como se situa na política?

Cara, com sinceridade, ainda não me liguei nisso aí, não. O meu foco é nessa coisa da candidatura, e de correr atrás. E caso vindo a ser eleito, aí a gente vai ver.

O que você poderia fazer pelos nordestinos?

Acabar com a discriminação, que é muito grande. Eu sei que o lance da constituição civil, lei trabalhista… A gente tem uma porrada de coisa que… de cabeça assim é complicado pra te falar. Mas tá tudo no papel, e tá beleza. Tenho certeza de que vai dar certo.

O que você conhece sobre a atividade de deputado?

Pra te falar a verdade, não conheço nada. Mas tando lá vou passar a conhecer.

Até agora você não sabe nada sobre a Câmara?

Não, nada.

Por que seu slogan é ‘pior que tá, não fica?

Eu acho que pior que tá, não vai ficar. Não tem condições. Vamos ver se, com os artistas entrando, vai dar uma mudança. Se Deus quiser, pra melhor.

Esse slogan é um deboche, uma piada?

Não. É a realidade. Pior do que tá não fica.

Você pretende se vestir de Tiririca na Câmara?

Não, de maneira alguma.

Em quem votou para deputado na última eleição?

Pra te falar a verdade, eu nunca votei. Sempre justifiquei meu voto.

Comentário meu:

Se a moda pegasse,a Procuradoria Regional Eleitoral das 27 Unidades da Federação, fizesse um levantamento dos candidatos que se quer não declararam nenhum bem a justiça eleitoral, inúmeros candidatos teriam a candidatura impugnada.

Aqui no Maranhão, centenas de candidatos sempre omitem seus bens à justiça eleitoral,e nada acontece.Quando declaram os bens, são valores que não condizem com o patrimônio observado no dia-a-dia.

Mas, como dizia o  padre Antonio Vieira, o Maranhão é  o estado do M de mentir: mentir com palavras, com obras, com pensamentos.E mentir ou omitir os bens não vai fazer diferença.

Os camaleões do Maranhão.

Alguns animais possuem uma capacidade especial de mudar a cor e a forma do corpo. Dá-se o nome de mimetismo a esta capacidade.

O mimetismo tem por objetivo dar ao animal condições de proteção contra seus predadores. Mudando de cor ou de forma, os corpos destes animais ficam numa situação de difícil percepção. Alguns animais usam esta capacidade para “enganar” suas presas, facilitando a caça.

O Camaleão( Chamaeleo chamaeleon), é um réptil conhecido por mudar a sua cor para se adaptar a um ambiente ou a uma situação. Esta estratégia o ajuda a se proteger de potenciais predadores e passar desapercebido por eles.

O camaleão é o exemplo mais clássico quando se fala de mimetismo. Este animal pode mudar de cor facilmente, acompanhando o local onde se encontra. Na grama fica verde. Num tronco de árvore, por exemplo, seu corpo assume a cor marrom.

No Maranhão, alguns políticos são verdadeiros camaleões  e mudam de lado conforme os proventos que recebem. São políticos sem ideologia,sem ética, sem caráter,imorais,sem escrúpulos, enfim são o que o povo deveria banir do cenário político através do voto.

E é isso que nós, esperamos que o povo faça nas eleições 2010, 2012,2014… banir esses políticos camaleões.

O site libera espaço para que cada leitor dos 5.564 municípios do Brasil e em especial aos 217 municípios do Maranhão envie o nome de cada camaleão listrado nas cores da bandeira nacional ou na bandeira maranhense.

Coisas para não esquecer JAMAIS

Do livro O que as mulheres conversam no banheiro, de Rosângela Ojuara

Quando houver um término doloroso, daqueles que mais parece uma batida de frente com um caminhão, que além de de lesar sua cabeça, escurece a visão, tira a razão, amarga a boca, afunda o chão e asfixia todo peito:

  • Nada melhor do que guardar retratos, presentes, CDs e tudo que traga lembranças em lugar de pouquíssimo acesso, lá em cima do armário,junto com roupas de esqui, com cheiro de mofo – é bobagem jogar fora,pois pode servir para pesquisa no futuro.
  • Nada de ficar ligando para ouvir a voz ou falar rememorando coisas que não têm mais nenhuma importância para ela.Você se tornará um chato, com chances de inspirar repulsa.
  • Faça um exercício de esquecimento do número do celular e adjacências = toda vez que tiver impulso e o dedo coçar para discar,ligue para seu irmão ou para seu melhor amigo(a) – (coitados, amigos são para essas coisas).
  • Conviva com pessoas que não tenham ligação com os dois, para ter asuntos diferentes.
  • Se exercite, malhe, corra: Gaste energia e eleve a produção de dopamina.
  • Tome sol: Ilumina e estimula o cérebro.
  • Veja filmes alegres e mude de assunto.

Comentário meu.

Não morra. É bom demais viver!!

Carismáticos(as),caso vocês não sigam algumas das dicas citadas acima,você será mais um a está num caminho de desilusão,numa fossa sem saida, com sério risco de depressão absoluta, igual ao Mar Morto, na fronteira entre Israel, Jordânia e Cisjordânia, a 417 m baixo do nivel do mar. Hehehe.

Portanto, levante a cabeça e rumo ao um novo amor, afinal…

Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, pois cada pessoa é única, e nenhuma substitui outra. Cada um que passa em nossa vida passa sozinho, mas não vai só, nem nos deixa sós. Leva um pouco de nós mesmos, deixa um pouco de si mesmo.

Há os que levam muito; mas não há os que não levam nada. Há os que deixam muito; mas não há os que não deixam nada. Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente que nada é ao acaso.”