Sampaio Corrêa-MA 1 x 1 Guarany-CE – Surpreendente, cearenses eliminam mais um!

Foto: Hilton Franco
 
Time eliminou na fase anterior o Santa Cruz na Série D

São Luis, MA, 02 (AFI) – O Sampaio Corrêa deu adeus ao sonho de chegar à Série C. Jogando  com o Estádio Nhozinho Santos, em São Luis, lotado, apenas empatou por 1 a 1 com o Guarany, de Sobral pela partida de volta da terceira fase da Série D.

Como havia vencido o primeiro jogo por 3 a 2, o Guarany-CE se classificava com um empate. Até mesmo perdendo iria se classificar pelo indice técnico, mas em campo, o time  se garantiu na quarta fase e agora enfrenta o Vila Aurora-MT por uma vaga na tereceira divisão. 

Sampaio 1 x 1 Guarany-CE

Bom primeiro tempo!
O Sampaio começou o jogo destruindo e logo aos nove minutos abriu o placar. Thiago Miracema fez boa jogada e tocou para Célio Codó, apenas deslocar o goleiro e abrir o placar para o time da casa.

O Guarany foi para cima e quase empatou aos 36 minutos. Danilo Pitbull foi lançado e cara a cara com o goleiro Rodrigo Ramos, ele chutou com força. Mas, o arqueiro fez um milagre e salvou os bolivianos.

Mas, no minuto seguinte os cearenses empataram o jogo. De pênalti, Danilo Pitbull bateu com categoria, deslocou o goleiro Rodrigo Ramos e fez a festa do Rubro Negro.

As coisas complicaram para os cearenses no final do primeiro tempo. O zagueiro Lima deu uma entrada dura e levou cartão vermelho direto, deixando seu time com dez homens em campo.

Sem muita emoção!
A etapa final voltou sem muitas emoções, mesmo com um homem a mais, o Sampaio ficou em cima, mas com pouca criatividade o time não conseguia criar chances reais de gol. O Guarany-CE ficava com todos os seus jogadores no campo de defesa.

O final do jogo ia se aproximando e o Sampaio pressionava cada minuto mais, só que o time pecou nas finalizações e saiu de campo “derrotado”, já que o resultado eliminou a equipe da competição.

Confira os confrontos das quartas de final:
Joinville-SC x América-AM
Madureira-RJ x Operário-PR
Araguaína-TO x Uberaba-MG
Guarany-CE x Vila Aurora-MT

TSE aprova candidatura de Jackson Lago por 4 a 3.

Congresso em Foco

Por maioria dos votos, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mantiveram o registro de Jackson Lago (PDT) ao governo do Maranhão. Ele teve a candidatura contestada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), com base na Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10), por conta de condenação por abuso de poder político nas eleições de 2006. No Maranhão, o Tribunal Regional Eleitoral local (TRE-MA) não aplicou as novas regras de inelegibilidade usando como argumento o princípio da anualidade.

Dos sete ministros da corte, quatro entenderam que Jackson Lago deve ter o registro liberado por conta do tipo de instrumento jurídico usado na época para cassar o mandato do pedetista. Como foi usado um recurso contra expedição de diploma (RCed), não houve, durante o julgamento original, a decretação da inelegibilidade de três anos, como previa a antiga redação da Lei das Inelegibilidades (Lei Complementar 64/90). “Na época, não houve decretação da inelegibilidade. Então, não é possível conceder o recurso”, afirmou o relator do caso, Hamilton Carvalhido.

Acompanharam o relator os ministros Arnaldo Versiani, Marcelo Ribeiro e Marco Aurélio Mello. Os dois últimos, além de concordar com os argumentos do relator, acrescentaram que a ficha limpa deveria obedecer o artigo 16 da Constituição Federal, que prevê o princípio da anualidade para leis que alteram o processo eleitoral. Por maioria, o TSE entendeu, na análise de duas consultas e de casos específicos, que as novas regras não modificam o processo e não são pena, mas sim critério de inelegibilidade.

A divergência foi inaugurada pelo presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, que adiantou seu voto na tentativa de convencer os colegas de corte a barrarem Jackson Lago. Para ele, com a Lei da Ficha Limpa, instrumentos como o RCed e a ação de impugnação de mandato eletivo (Aime), também têm poder, agora, de decretar inelegibilidade. Antes, a jurisprudência da corte não ´permitia. “Todas servem para apuração do abuso de poder”, afirmou Lewandowski, que foi acompanhado pela ministra Cármen Lúcia e pelo ministro Aldir Passarinho Junior.

Lago foi cassado pelo TSE, no ano passado, por abuso de poder político. Na época, os ministros entenderam que, em um evento do governo do Maranhão meses antes das eleições de 2006, configurou a irregularidade por conta de um discurso do chefe do Executivo na época, José Carneiro Tavares (PSB), afirmando que “muitos candidatos que estão aqui presentes são bons para o Maranhão, não a filha de um senador”. A referência era a Lago e ao ex-ministro Edson Vidigal, que estavam presentes, e à adversária Roseana Maranhão, que acabou herdando o cargo com a cassação do pedetista.

Percepção no Trânsito

Hilton Franco 

 Os motoristas que trafegam pela Av Camboa,no bairro da Camboa tem enfrentado dois graves problemas no trânsito ludovicense.Trata-se de duas árvores que com seus galhos  impedem a melhor visualização do semáforo e acabam sendo multados. 

Árvores atrapalham o trânsito na Av Camboa

Observem que antes dos semáforos e da faixa de pedestres(bastante apagada) existem dois fotossensores prontinhos para serem acionados assim que você avançar o sinal por conta da má visibilidade. 

O problema torna-se crônico ao entardecer,pois os referidos semáforos ficam voltados para o pôr-do-sol dificultando ainda mais a vida dos condutores que não percebem se está verde,amarelo ou vermelho,pois as luzes estão com pouca luminosidade. 

A susposta infração cometida pelo condutor está na Lei nº 9.03/97 – Código Brasileiro de Trãnsito. 

No capítulo XV, no seu Art.208, diz: Avançar o sinal vermelho do semáforo ou o de parada obrigatória é considerada uma infração GRAVISSÍMA e a penalidade  é uma multa  no valor  de R$ 177,99 além de 7 pontos na CNH.

Depois de  multado, o jeito é recorrer a Junta Administrativas de Recursos de Infrações – JARI e provar que não houve má fé ao avançar o sinal. 

Agora,fica a pergunta: Quem vai resolver os problemas?O  Instituto Municipal de Paisagem Urbana(IMPUR) ou a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes(SMTT)? 

Dica: O IMPUR poderia podar as árvoes enquanto a SMTT trocaria as luzes ou até mesmo o semáforo. 

Aguardamos a breve solução evitando transtornos aos stressados condutores de São Luís. 

Foto:Hilton Franco

Maranhão terá 2º turno

Blog do John Cutrim

 Gráfico:Hilton Franco

A eleição para governador do Maranhão será decidida em segundo turno, segundo pesquisa realizada pela Constat/Jornal Pequeno, que mostra a tendência de queda da candidata Roseana Sarney, com 39% das intenções de voto.

Já o candidato Flávio Dino mantém o viés de crescimento e, conforme a sondagem da Constat, já estaria no segundo turno com 25% das intenções de voto. Jackson Lago é o terceiro com 20%.

O resultado da pesquisa mostra que a soma dos candidatos que concorrem contra Roseana Sarney chega a 46%, sete pontos percentuais a mais que o índice alcançado pela peemedebista.

A Constat também fez simulações para segundo o turno.

No cenário em que a disputa ocorre entre Roseana Sarney e Flávio Dino, o candidato do PCdoB venceria com 48% das intenções de votos. A peemedebista ficaria com 47%.

A Constat realizou a pesquisa no período de 23 a 26 de setembro de 2010, com 1.500 eleitores em todo o Estado.

A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais, para mais ou para menos considerando um grau de confiança de 95%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão sob o número 37025/2010.

Todos os detalhes da pesquisa Constat/Jornal Pequeno está na edição impressa desta terça-feira (28) do Jornal Pequeno. Ela também aferiu a intenção de votos para o Senado Federal e a rejeição dos postulantes ao Palácio dos Leões.

A Constat acertou que haveria segundo turno em 2006.

  

Consulta ao local de votação

Hilton Franco

Não lembra a seção em que você vota? Serviço do TSE informa endereço, zona, seção e a situação do eleitor pesquisado.

Clique  e consulte TSE

Eleiçoes 2010,no Maranhão.

Hilton Franco

O site fez um levantamento com base nos dados do Tribunal Superior eleitoral -TSE e com a rápida ajuda do meu amigo e professor Dutra,do Curso Wellington,fiz um gráfico demonstrativo com o número de candidatos que concorrem no pleito 2010.

Tendo por base pesquisas na internet,fiz também um levantamento das funções que cada político faz,no Poder Executivo e Legislativo.

Existem sete candidatos disputando a eleição majoritária e que conduzirá os destinos do Maranhão até 2014.

O governador realiza diversas atividades, como nomear e exonerar os secretários de Estado, tomar decisões sobre obras, projetos e programas vinculados ao governo estadual, sancionar ou proibir projetos de leis,aprovados pela Assembleia Legislativa e prestar contas de cada prática à Assembleia.

O Governador ainda nomeia os magistrados do Tribunal de Justiça, comanda a Polícia Militar, presta informações pedidas pelos Deputados sobre a administração, faz a expedição de regulamentos e decretos e manda projetos de lei para Deputados Estaduais para análise.

Para as eleições proporcionais ,42 vagas serão disputadas por 420 candidatos,que de acordo com a Constituição Federal é é o representante do povo na Assembléia Legislativa de seus Estados.

Cabe ao deputado estadual o ato de legislar e manter-se como guardião fiel das leis e dogmas constitucionais estaduais, inclusive podendo propor, emendar, alterar, revogar, derrogar leis, leis complementares, e emenda à Constituição estadual, além de outras competências previstas em leis

Para o senado, 12 candidatos  disputam 2 vagas no Poder Legislativo Federal,que representará o Estado por 8 anos no Congresso Nacional.

O senador Epitácio Cafeteira é o outro senador do Maranhão,que foi eleito em 2006.Esta vaga será renovada em 2014,quando terão novas eleições para o Senado.

O trabalho de um senador é o de atuar no Poder Legislativo criando e alterando leis de âmbito federal, e também de fiscalizar as ações e gastos do Executivo.

Cabe ao Senado as tarefas de aprovar as dívidas dos Estados e dar a decisão final quanto a acordos internacionais a serem firmados pelo governo.

No Brasil há um total de 81 senadores – eleitos para mandatos de 8 anos, sendo que a cada 4 anos uma parte (1/3) é renovada. A representatividade (3 senadores por estado) é igual para cada um das 27 Unidades da Federação.

Para o cargo de deputado federal, 174 candidatos disputam18 vagas para representar o Maranhão por 4 anos na Câmara dos Deputados.O número de deputados federais no Brasil totaliza 513.

O palhaço Tiririca,que concorre a uma vaga de deputado federal pelo estado de São Paulo,afirmou que não sabe o que um deputado federal faz, e pediu que votassem nele que ia descobrir e posteriormente contar. Não é necessário,basta ler,coisa que parece que o Tiririca não sabe,de acordo com a revista Época.

Cabe aos deputados federais:

  • O ato de legislar e manter-se como guardião fiel das leis e dogmas constitucionais nacionais.
  •  Propor, emendar, alterar, revogar, derrogar leis, leis complementares, emendas à Constituição federal e propor emendas para a constituição de um novo Congresso Constituinte (para confecção de nova Constituição).
  • Participar das Comissões Permanentes que avaliam e emitem pareceres sobre as propostas em tramitação na Câmara.
  • Discutir a proposta de orçamento elaborada pelo Executivo, apresentar emendas e definir onde serão aplicados os recursos do Governo.
  • Durante os quatro anos de seu mandato, participa das sessões plenárias e dos trabalhos das Comissões.
  • Além disso, atende pessoalmente aos eleitores, encaminhando seus pedidos a órgãos governamentais ou apresentando em Plenário assuntos de interesse do segmento social ou da região que o elegeu.
  • Ouve a opinião de grupos organizados que reivindicam a colocação de temas específicos em pauta.
  • O deputado emite pareceres nas diversas comissões técnicas sobre os projetos e demais assuntos acerca dos quais o Poder Legislativo deve manifestar-se. Pode também propor a instituição de Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs).
  • Portanto,dia 03 de outubro,vote consciente e escolha os melhores candidatos que possam ajudar o Maranhão a sair do incômodo estado de miséria que nos assola a meio século.

    Moto Clube é Campeão da Taça Brasil de Futsal

      Portal do Futsal

       
     
     
     

    Campeão da Taça Brasil de Futsal sub-17 Segunda Divisão

    Maceió (AL) – O Moto Clube (MA) é campeão da 4ª Taça Brasil de Clubes, categoria sub-17 masculina – 2ª Divisão. O título veio com a vitória sobre a Fundação Garra (PI), na manhã deste domingo (26/9), por 6 a 2. A decisão foi realizada em Maceió (AL), no ginásio Tenente Madalena, que abrigou os 17 jogos desta divisão da competição.

    Além do título, os maranhenses conquistaram o acesso à Primeira Divisão, assim como ocorreu com os piauienses. A vitória representou também a revanche da equipe de São Luis, que chegou a perder para a Fundação Garra por 5 a 0 na fase de classificação da competição.

    Apesar do nervosismo típico de uma final, o placar não demorou a ser aberto. Aos 4min07, Dannyllo limpou a jogada e bateu forte da entrada da área, a bola tocou no travessão e entrou. Os maranhenses levaram alguns minutos para se organizarem em quadra, quando isto ocorreu veio a virada. Muñoz empatou aos 11min43 e Rubens virou a partida aos 13min33.

    Rato, destaque do Moto Clube

    Ainda no primeiro tempo, Rato fez bela jogada individual e com um toque sutil tirou do goleiro Daniel, aos 18min09, fechando o placar da etapa inicial da decisão. No segundo tempo, a Fundação Garra diminuiu. Após jogada de Dannyllo, a bola bateu na trave e sobrou para Marcos que tocou para o fundo do gol, aos 24min36.

    Após descontar, o clube de Teresina criou boas chances para empatar, mas as boas defesas do arqueiro Memel impediram o terceiro gol. Em um contragolpe, Oslean fez o quarto dos rubronegros, aos 27min32. Rato fez mais um para o Moto Clube aos 37min18, quando interceptou um passe do goleiro Daniel e tocou para as redes rivais, fazendo 5 a 2.

    Aos 38min31, Dannyllo foi expulso e abriu espaço para o sexto e derradeiro tento dos maranhenses, anotado aos 39min21, novamente dos pés de Rubens, fechando a goleada em 6 a 2. “Entramos um pouco desligados, mas no decorrer do jogo mantivemos a tranquilidade e corremos atrás do resultado. Conseguimos com garra e muita vontade”, destacou o capitão do Moto Clube, Rato.

    De acordo com Rato, o revés sofrido na fase de classificação diante da Fundação Garra, por 5 a 0, foi motivante. “Motivou-nos muito, pois sofremos com o deboche deles ao final daquela partida, isto nos deu uma força ainda maior”, disse. “O título é inédito e muito importante para o Maranhão”, destacou o capitão.

    Na Fundação Garra, a lamentação pela perda do título foi grande. “Não entendi o que houve. A equipe vinha bem e na final não jogamos bem. Não creio que tenha sido cansaço, foi o fator psicológico no momento que sofremos o empate. O time se abalou muito e a coisa desandou”, revelou o ala Dannyllo.

    Etapas do processo de votação

    As eleições 2010 se aproximam e o site informa aos internautas como proceder passo a passo no dia 03 de outubro.

    Agora, é só exercer sua cidadania e escolher os melhores candidatos para representar o Brasil e em especial o nosso tão sofrido Maranhão para que possamos sair das trevas.

     Jornal do Commércio, de Pernambuco .

    Clique Jornal do Commércio e veja os infográficos.

    1º Passo

    O eleitor é autorizado a entrar na seção.Vai até a mesa e apresenta o título de eleitor e mais um documento com foto.

    O nome é checado no cardeno de votação da seção e, se confirmado, ele assina o livro e o presidente da mesa libera a urma para os seis votos do pleito.

    2º Passo 

    Na primeira tela de votação o eleitor digita o nome do candidato escolhido para deputado estadual.São cinco digitos.

    3ºPasso

    Os dados do candidato(foto,número e sigla do partido)são exibidos na tela.

     O eleitor deve checar as informações com atenção.

      4º Passo

    Finalizado o primeiro voto, aparece automaticamente a tela para o próximo, que é para deputado federal.São quatro dígitos.

    5º Passo

    Caso o eleitor prefira votar na legenda, é só digitar o número do partido (são dois digitos) no lugar do número do candidato e pressionar a tecla “CONFIRMA” (verde).O voto da legenda só é permitido para os gargos de deputado estadual e deputado federal.

    6º Passo

    Este ano o eleitor votará em dois candidatos para senandor.O terceiro voto,portanto, é para duas vagas ao Senado.São três digitos.A tela exibirá os dados do candidato escolhido e também dos suplentes. A quarta tela de votação de votação é para a segunda vaga de senador.É repetir os mesmos passos do voto anterior.

    7º Passo

    O quinto voto é para cargo de governador.Ao digitar o número do candidato escolhido(são dois digitos),são exibidos os dados do candidato e também do vice.

    8º Passo

    A sexta tecla de votação é para presidente.São dois digitos e também são exibidos os dados do candidato e do vice.

    9º Passo

    Ao confirmar o último voto, um sinal sonoro mais longo é emitido pela urna e, em seguida, aparece na última tela a mensagem “VOTOU”.

    10º Passo

    Em todos os cargos o eleitor também tem a opção de votar em “BRANCO” e em seguida a tecla “CONFIRMA”.

    11º Passo

    Antes de deixar a seção, o eleitor deve votar a mesa para receber o comprovante de voto. O canhoto só é fornecido  se os votos forem computados corretamente.

    Moto Clube está na final da Taça Brasil

    Hilton Franco

    Rato, atleta do Moto na partida contra o Colégio Piaget(BA)

    O Moto Clube de São Luís, está na final da quarta edição da Taça Brasil de Futsal, categoria sub – 17 da segunda divisão.

    Em jogo realizado no ginásio Tenente Madalena, em Maceió – AL, o time rubro-negro venceu a semi-final contra o Colégio Piaget,da cidade de Jequié(BA) pelo placar  de 4 a 1.

    Os gols do time maranhense formam marcador por  Ian aos 3min 1ºT, Oslean aos 11min 2ºT, Muñoz aos 18min09  e Rubens aos 18min52 do 2ºT.O time baiano marcou seu gol de honra aos 11min22 do 1ºT.

    O rubro-negro maranhense fará a final  amanha(25), às 10h contra o time da Fundação Garra,do Piauí que venceu o time do CRB-AL pelo placar de 4 a 3.

    Moto Clube e Fundação Garra, ja se enfrentaram na primeira fase da competiçao e o time do Piauí levou a melhor,vencendo a partida pelo elástico placar de 5 a 0.

    Além da possibilidade do título, o Moto Clube já pode comemorar a conquista do acesso em favor de seu estado para a Primeira Divisão da competição. Os maranhenses disputarão em 2011 a divisão intermediária da Taça Brasil da categoria.

    Foto: Luciano Bergamaschi/CBFS

    TSE vai continuar a julgar ‘fichas-sujas’

    Folha UOL

    FELIPE SELIGMAN
    LARISSA GUIMARÃES
    DE BRASÍLIA

    Mesmo com o impasse no Supremo Tribunal Federal sobre a validade da Ficha Limpa, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ricardo Lewandowski, disse que a lei “está a todo vapor” e que continuará decidindo os casos na Justiça Eleitoral.

    A indefinição no STF afeta diretamente o julgamento de pelo menos 171 casos de políticos na mira do Ficha Limpa que atualmente estão com recursos no TSE. Lewandowski diz que o tribunal não vai parar de julgar esses casos por conta do impasse.

    “O empate no Supremo Tribunal Federal significa que a lei não perdeu sua validade. Pelo contrário ela está vigente e a todo vapor”, disse Lewandowski à Folha.

    Na prática, porém, as decisões da Justiça Eleitoral não terão efeito até que o Supremo resolva a questão.

    Mesmo que o TSE declare que todos esses 171 políticos questionados têm as fichas sujas e não podem se candidatar, eles poderão recorrer ao Supremo, garantindo a participação nas eleições.

    Ministros do STF

    Alguns ministros do Supremo avaliam que seria prudente para o TSE esperar a resolução do conflito para voltar a julgar os casos. Eles afirmam que, se o STF entender que a lei não é válida para este ano, todo o trabalho que o TSE fez terá sido inútil.

    DIVISÃO NO SUPREMO

    Alguns afirmam que, como o STF reconheceu a chamada repercussão geral do caso, os recursos deveriam estar obrigatoriamente suspensos até a solução final.

    Para Lewandowski, porém, como o recurso de Joaquim Roriz trata apenas de políticos que renunciaram para escapar de condenação, o TSE poderia analisar outros tipos de inelegibilidades, como condenações.

    O julgamento terminou em racha e foi suspenso na madrugada de ontem, após um empate em 5 a 5.

    Por conta da inusitada situação, os ministros iniciaram uma discussão acalorada, que acabou descambando para troca de farpas. O julgamento foi suspenso na madrugada de hoje, quando ficou claro que o impasse não seria resolvido.