Ibope: 55% não votariam em Lula de jeito nenhum

O Estado de São Paulo

Lula

Ninguém tem mais rejeição do que Lula da Silva. Ninguém tem mais eleitores cativos do que Lula da Silva. Com o impeachment de Dilma Rousseff cada dia menos iminente, o foco da disputa política volta a ser 2018. Pesquisa inédita do Ibope mostra por que o fantasma de um terceiro mandato do ex-presidente continua assombrando a oposição. As crises política e econômica estão enfraquecendo o petista, mas ninguém está faturando com isso.

Entre 17 e 21 de outubro, o Ibope pesquisou o potencial de voto de alguns dos principais personagens políticos que podem vir a disputar a sucessão de Dilma daqui a três anos. Quando falta tanto tempo assim para a eleição, esse tipo de sondagem é mais significativo do que medir a simples intenção de voto – porque mostra não apenas a presença de cada nome na memória do eleitor, mas também sua força e limites, além do seu desconhecimento.

Pergunta-se, sobre cada um dos potenciais candidatos, qual frase mais bem descreve o que o eleitor pensa a respeito daquele nome: se votaria nele com certeza para a Presidência da República, se poderia votar, se não votaria de jeito nenhum ou se não o conhece o suficiente para opinar. Há quem não responda.

Além de Lula, foram testados os nomes de Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra (todos do PSDB), de Marina Silva (Rede) e de Ciro Gomes (PDT). Um mesmo eleitor pode dizer que votaria com certeza em mais de um candidato ou que não votaria em nenhum deles. Por isso, as taxas não somam 100%. As questões entraram na pesquisa mensal do Ibope e foram bancadas pelo instituto.

Eis as principais conclusões:

1) Os que dizem que não votariam de jeito nenhum em Lula pularam de 33% em maio de 2014 para 55% agora. É a maior rejeição entre todos os nomes testados. Se a eleição fosse hoje, tornaria muito difícil a vitória do petista num segundo turno. Porém, isso depende não apenas de como a política e a Lava Jato vão evoluir até 2018, como contra quem se daria essa eventual disputa. A decisão de voto no segundo turno é sempre por comparação.

2) Cresceu menos, mas também cresceu a taxa dos que não votariam de jeito nenhum em Aécio (de 42% para 47% em um ano), em Marina (de 31% para surpreendentes 50% em um ano), e em Serra (de 47% para 54% em dois anos). Não há comparativo, mas a rejeição a Alckmin e a Ciro é igualmente alta: 52% para ambos.

3) O crescimento generalizado da rejeição mostra que o desgaste de Lula, embora maior do que o dos demais, não está sendo capitalizado por ninguém. Ao contrário, uma fatia crescente do eleitorado demonstra desprezo por todos os políticos, inclusive por aqueles que, como Marina, pretendem simbolizar renovação. Isso aumenta a incerteza e abre espaço para surpresas em 2018.

4) Apesar de decadente, a taxa de eleitores que dizem que votariam com certeza em Lula ainda é maior do que a de todos os seus rivais: 23% (era 33% em maio de 2014). Em segundo lugar aparece Aécio com 15%, seguido de perto por Marina, com 11%. Serra tem 8%, Alckmin tem 7% e Ciro, 4%. A despeito do desgaste, o petista ainda tem o maior poder de mobilização entre todas as lideranças avaliadas. Seria insuficiente para elegê-lo, mas é o bastante para influir no resultado de qualquer eleição.

5) Aécio (42%), Lula (41%) e Marina (39%) empatam tecnicamente em potencial de voto – a soma de eleitores que votariam neles com certeza ou poderiam votar. O trio se destaca por seus nomes estarem mais frescos na memória do eleitor: Aécio e Marina participaram da eleição presidencial de 2014, e Lula foi presidente duas vezes. Serra e Alckmin têm potencial equivalente: 32% e 30%, respectivamente. Ciro tem 20%.

6) Ciro é o mais desconhecido, por 24% dos eleitores. Alckmin também tem taxa alta de desconhecimento: 19%. Aécio (9%), Marina (10%) e Serra (11%) se equivalem. Só 2% não conhecem Lula.

Ministério da Educação lança programa de TV para o Enem de 2016

O MEC lança nos próximos dias o programa de TV “Hora do Enem”, com aulas diárias e um simulado mensal, para o exame de 2016. A transmissão será feita pela TV Escola e outras redes educativas.

As aulas ficarão disponíveis na internet, com acesso de conteúdo “on demand”. O nome do serviço será “MECFLIX”. Por meio da plataforma, o aluno poderá acessar tabelas de exercício e avaliação de desempenho.

Coluna Painel, do Jornal Folha de São Paulo.

Justiça condena Gil Cutrim à perda do cargo e suspende direitos políticos do prefeito por cinco anos

Gil Cutrim

A pedido do Ministério Público do Maranhão, a Justiça condenou, em 16 de outubro, o prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, à perda da função pública e à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco anos. Também foi condenado ao pagamento de multa no valor de 50 vezes a última remuneração recebida no cargo. Outra penalidade é a proibição de contratar com o Poder Público ou receber incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de três anos.

Todas as sanções são previstas na Lei nº 8.429/92 (Lei de Improbidade Administrativa). A decisão, proferida pelo juiz Jamil Aguiar da Silva, acolhe Ação Civil Pública por improbidade administrativa proposta pela promotora de justiça Elisabeth Albuquerque de Sousa Mendonça, titular da 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de São José de Ribamar.

IRREGULARIDADES

Consta nos autos que foi promovido concurso público para preenchimento de vagas na Prefeitura de São José de Ribamar, destinado a substituir servidores admitidos por contratações temporárias. O concurso foi homologado em 28 de novembro de 2011.

Ao mesmo tempo, foram criados, pela Lei Municipal nº 962/12, cargos comissionados que não possuem atribuições de direção, chefia ou assessoramento, além de serem preenchidos diversos cargos por servidores contratados sem respaldo legal. Devido a esta irregularidade o Ministério Público do Maranhão firmou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Município, objetivando a convocação e nomeação dos candidatos aprovados e classificados no concurso. O objetivo era substituir os contratados temporariamente.

Apesar do TAC firmado e da realização do concurso, não houve a convocação e admissão dos classificados no certame, sendo mantidos o quadro irregular de servidores. Em 4 de setembro de 2012, a 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de São José de Ribamar realizou uma reunião com representantes da prefeitura, na qual foi acertada a regularização dos cargos no prazo de seis meses.

No entanto, a prefeitura continuou mantendo em seus quadros inúmeros servidores temporários sem a comprovação de que estivessem atendendo a uma necessidade temporária de excepcional interesse público, conforme prevê a Constituição Federal.

“Os elementos colhidos nos autos não deixam dúvidas acerca do elemento doloso na conduta de Gil Cutrim, sobretudo considerando que o mesmo era ciente das irregularidades encontradas na administração, inclusive tendo assumido pessoalmente o compromisso de reduzir o quantitativo de cargos comissionados e efetuar a nomeação dos aprovados no concurso, porém, foi constatada a continuidade das contratações irregulares”.

As informações são do site do Ministério Público.

Colinas: Alunos não vão às aulas por falta de combustível nos ônibus escolares

Colinas

Estudantes do município de Colinas (MA) estão há uma semana sem ir até as escolas. O motivo é que os ônibus que fazem o transporte dos alunos estão parados por falta de combustível.

Segundo uma fonte, o prefeito Antonio Carlos (PSB) não pagou o posto responsável pelo abastecimento do transporte escolar. Sem pagamento, o dono do posto se recusa a fornecer o combustível para a frota de ônibus.

Enquanto o prefeito Antonio Carlos e a secretária de educação Mauricelia Matos não  resolve o problema, os alunos continuam sem aula.

Que absurdo hein!

Fotos: Enem Solidário 2015 em Paraibano (MA)

Os estudantes de Paraibano-MA, lotaram a Escola Municipal Adonias Lacerda neste domingo (18) para assistir aulas gratuitas para o Enem 2015.

Das 14h até as 22h os alunos tiveram aulas de Física e Biologia (Luís Alfredo), Português (Gino), Geografia (Hilton Franco) e Matemática (Fabiano Calácio).

O Enem Solidário em Paraibano foi coordenado pelos professores Hilton Franco e Dutra Júnior, que contou com o apoio local do professor Raimundo Augusto.

O evento foi patrocinado pelo professor e deputado Wellington do Curso.

Veja as imagens.

 

Enem 2015 em Paraibano

Revisão gratuita para o Enem 2015 realizada pelo Curso Wellington em Paraibano lota escola

DSC_3233

DSC_3200

Na tarde deste domingo (18), aconteceu a segunda edição do Enem Solidário em Paraibano (MA), projeto de iniciativa do deputado Wellington do Curso (PPS), voltado a candidatos que se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Das 14h até as 22h os alunos assistiram aulas de Física, Biologia, Português, Matemática e Geografia. Logo na entrada da Escola Municipal Adonias Lacerda, cada aluno recebeu uma apostila contendo 72 questões que foram resolvidas durante as aulas.

 A abertura do evento contou com a presença dos professores Luís Alfredo, Hilton Franco, Fabiano Calácio, Dutra Júnior, Gino, da diretora da Escola Adonias Lacerda, Maria Raimunda e do professor Raimundo Augusto. Também participaram do evento o grupo Juventude Solidária em Ação, liderado pelo professor Ferdinan Júnior. Nenhum político local compareceu ao evento.

O Enem Solidário em Paraibano foi coordenado pelos professores Hilton Franco e Dutra Júnior, que contou com o apoio local do professor Raimundo Augusto.

Para o professor Hilton Franco, os alunos de Paraibano estão tendo o privilégio de ter aulas com os melhores professores do Maranhão. Dos 217 municípios, Paraibano foi a única cidade escolhida para ter o evento.

“Quero agradecer a professora Maria Raimunda por ter cedido a escola, o professor Raimundo Augusto e ao meu irmão Joilton por ter ajudado na logística e principalmente ao deputado Wellington do Curso, que sem ele, este evento não estaria acontecendo.Sou de Paraibano, filho do Luizinho Pernambuco, estudei em escola pública e me formei em Geografia pela Universidade Estadual do Maranhão. Hoje estou aqui e confesso que me sinto emocionado em ministrar aula pela primeira vez na terra que eu nasci.  O que os políticos locais não fazem, nós estamos fazendo, trazendo conhecimento para vocês”, disse Hilton Franco.

Por volta das 17h, o deputado Wellington do Curso chegou ao local e ministrou uma palestra motivacional, enfatizando a importância da persistência na realização dos sonhos e objetivos, além de ter agradecido os 61 votos conscientes obtidos na eleição de 2014.

O Enem Solidário em Paraibano foi só elogio. “Melhor revisão que já tive, professores bem conceituados. Nota 1.000, disse o estudante Hernandes.

Para o estudante Samuel, o Curso Wellington é realmente o melhor do Maranhão. Professores altamente capacitados, que torna as aulas mais dinâmicas e produtivas para a nossa melhor aprendizagem. Parabéns.

“Revisão que dispensa comentários, os professores estão de parabéns, é disso que a juventude de nosso município e do nosso estado precisa’, declarou o estudante Guilherme Schalcher.

No final do evento o professor Hilton Franco fez elogios aos estudantes  e disse que o melhor caminho para vencer na vida sem padrinho político é através da educação. Que vocês não baixem a cabeça para as dificuldades impostas pela vida. Detalhe: Hilton não conteve as lágrimas e acabou chorando.

Curso Wellington realizará 2ª edição do Enem Solidário em Paraibano (MA)

Os estudantes de Aroazes-PI (distante 662 Km de São Luís) e Paraibano-MA (distante 504 Km de São Luís) terão aulas gratuitas voltadas para o Enem neste sábado (17) e domingo (18). Estudantes das cidades vizinhas também podem participar.

Enem Paraibano

Professor Fabiano Calácio ministrando aula de Matemática no pátio da escola Adonias Lacerda. Foto: Bira da Rádio

Neste domingo (18), o Curso Wellington realizará a segunda edição do Enem Solidário no município de Paraibano (MA). A primeira edição aconteceu em outubro de 2014.

Para participar, basta os estudantes estarem inscritos no Enem deste ano e comparecer à Escola Municipal Adonias Lacerda, localizada na rua Bandeirantes, nº 84, Centro, Paraibano.

As aulas serão ministradas pelos professores do Curso Wellington e terão início às 14h. Cada participante receberá uma apostila no local contendo questões de Geografia, Física, Português, Biologia e Matemática.

O Enem Solidário em Paraibano tem o patrocínio do deputado estadual Wellington do Curso e coordenação do professor Hilton Franco.

O Enem será realizado nos dias 24 e 25 de outubro em todo o Brasil. De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), cerca de 7 milhões de estudantes se inscreveram para fazer a prova em 2015.

Veja quem são os professores que ministrarão as aulas:

Matemática – Fabiano Calácio

Física e Biologia – Luis Alfredo

Português – Gino

Geografia – Hilton Franco

Governo Dilma gastou R$ 483 milhões com viagens em 2014

Revista Exame

Dilma 3

Brasília – No dia em que o governo publicou decreto para diminuir as despesas com carros oficiais e viagens, o Ministério do Planejamento informou que, em 2014, o governo gastou R$ 470,408 milhões com viagens de classe econômica, R$ 12,395 milhões em passagens aéreas de classe executiva e R$ 288,187 mil com viagens de primeira classe.

A medida, que faz parte da reforma administrativa, prevê que apenas ministros, ocupantes de cargos de Natureza Especial, o chefe do Estado Maior das Forças Armadas e os comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica terão direito a classe executiva em voos nacionais e internacionais. Os demais funcionários da União deverão utilizar a classe econômica.

O decreto publicado nesta quarta-feira, 14, altera ainda o uso dos carros oficiais por parte dos servidores. Segundo o Planejamento, a medida atingirá 280 pessoas.

Apenas ministros, ocupantes de cargos de natureza especial, continuam com sistema de uso individual.

A Pasta informou ainda que, até o ano que vem, deverá ser implementado um sistema de compartilhamento de veículos entre os diversos ministérios e a utilização de outros modais de transporte. No curto prazo, os ministérios deverão compartilhar os veículos que possuem.

Esta é o segundo decreto publicado esta semana para reduzir gastos da máquina pública. Ontem, o governo publicou outra medida que determina a revisão de contratos relativos à aquisição de bens e à prestação de serviços.

O decreto de ontem estabelece ainda um limite para gastos com celulares corporativos, tablets e modens utilizados por ministros, comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, ocupantes de cargos de natureza especial e DAS.

Quartas da Série D: River-PI goleia e está com um pé na Terceirona

UOL

River

Com uma grande atuação, o River-PI fez a alegria de sua torcida no Estádio Albertão, que recebeu um bom público nesta segunda-feira. Pela partida de ida das quartas de final das Série D do Campeonato Brasileiro, o Tricolor Piauiense goleou o Lajeadense por 3 a 0, abrindo vantagem excepcional para a partida de volta, no próximo dia 17, no Rio Grande do Sul. Os gols do time mandante foram marcados por Amarildo, Fabinho e Eduardo.

Agora, resta aos gaúchos, que saíram de uma temperatura fria no Sul do país e sofreram demais com o calor de quase 40 graus em Teresina, devolverem o placar ou vencer por quatro gols de diferença se quiserem avançar às semifinais e assegurar vaga inédita na Série C em 2016. Só que o River – que desde 2007 não joga a Terceirona – levou apenas cinco gols em 11 jogos na competição.

Apesar do placar dilatado, o River-PI mereceu uma vitória ainda maior, pois mandou duas bolas no travessão e perdeu, pelo menos, outras cinco ótimas oportunidades, enquanto o Lajeadense assustou pouquíssimo. A melhor oportunidade dos gaúchos foi no finzinho, quando o zagueiro Índio salvou em cima da linha após a bola ter passado pelo goleiro Nelson.

A PARTIDA NO ALBERTÃO

Desde o início o River-PI teve o controle da partida e já merecia estar na frente do placar quando, aos 20 minutos, o volante Amarildo recebeu na intermediária e mandou uma bomba sem chance para o goleiro Giovani: 1 a 0 para os mandantes.

O camisa 1 do Lajeadense seguiu tendo muito trabalho, mas não teve o que fazer aos 28 minutos. Após cruzamento do veterano Junior Xuxa, o baixinho Fabinho subiu e cabeceou com perfeição.

Após o intervalo, o jogo começou um pouco mais equilibrado. No entanto, após os 20 minutos o Lajeadense, morto em campo, não conseguia manter uma marcação eficaz. Aos 29 minutos, o atacante Fabinho fez uma grande jogada individual pela esquerda e tocou sem chance para Giovani: 3 a 0.

Os 15 minutos finais foram um filme de terror para o Lajeadense. Embora Ramon quase tenha diminuído o placar aos 40 minutos, ao tocar por baixo do goleiro e ver o zagueiro Índio salvar, o River-PI teve cinco oportunidades para chegar ao quarto gol.

No fim da partida, o treinador do time piauiense, Flávio Araújo, um dos reis do acesso do futebol brasileiro, disse que o River-PI não pode achar que já está de volta à Série C.

– Aqui em Teresina eles sentiram o calor de 40 graus. Lá (em Lajeado), vamos sofrer com o frio de 10, 15 graus. Cada cidade tem a sua característica. Ainda bem que conseguimos um bom resultado, mas temos de ter postura ativa. Temos de ser muito machos se quisermos sair de lá com a vaga e o acesso (para a Série C) – disse.

Brasil perde do Chile por 2 x 0 na estreia nas eliminatórias

UOL

Chile

(Reuters) – A seleção brasileira iniciou mal as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, nesta quinta-feira, ao perder por 2 x 0 para o Chile, em Santiago, na primeira derrota para o rival em 15 anos.

Depois dos fiascos na Copa do Mundo de 2014 e na Copa América deste ano, o Brasil mais uma vez mostrou dificuldades e terminou o jogo ao som do ‘olé’ da torcida chilena.

A próxima partida da equipe comandada por Dunga será contra a Venezuela, em Fortaleza, na terça-feira.

Sem Neymar, suspenso, o Brasil entrou em campo com Jefferson, Daniel Alves, Miranda, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Elias, Oscar e Willian; Hulk e Douglas Costa.

Depois de um primeiro tempo equilibrado, o Chile pressionou e marcou duas vezes depois do intervalo, sem que os brasileiros mostrassem poder de reação.

Chile iniciou o jogo mais no ataque, dominando a posse de bola, mas aos poucos o Brasil foi se soltando, sem, no entanto, criar chances claras de gol.

As melhores oportunidades do primeiro tempo aconteceram depois dos 40 minutos. O Chile acertou a trave em um chute de Alexis Sánchez após contra-ataque e Hulk obrigou o goleiro Bravo a fazer boa defesa pouco depois em um chute forte que também triscou a trave.

Na segunda etapa, o Brasil teve duas chances com Oscar, uma em jogada pela esquerda e outra em cobrança de falta, mas ele as desperdiçou, e o Chile voltou a crescer em campo.

Aos 12 minutos, Isla chutou e a bola raspou a trave novamente. Dez minutos depois Mark González chutou cruzado pela esquerda e a bola foi para fora.

De tanto insistir o Chile abriu o placar. Após cobrança de falta pela direita, Eduardo Vargas chutou de primeira e marcou aos 27 minutos.

Em desvantagem, o técnico Dunga fez duas substituições – já havia trocado David Luiz por Marquinhos no primeiro tempo por causa de lesão -, colocando Ricardo Oliveira e Lucas Lima nas vagas de Hulk e Luiz Gustavo, respectivamente.

O Brasil, no entanto, não conseguiu criar, e os chilenos ainda ampliaram com Alexis Sánchez, após tabela com Vidal, aos 45 minutos.

O Chile, campeão da Copa América em casa em julho, conquistou a primeira vitória sobre os brasileiros desde 2000, quando também ganhou um jogo pelas eliminatórias.

(Por Tatiana Ramil, em São Paulo)