Paraibano-MA: O triste fim político de Aparecida Furtado

aparecida

Aos esquecidos, relembro que a prefeita de Paraibano (MA) Aparecida Furtado (PDT), exerce o quarto mandato no executivo (16 anos), o que a coloca no rol dos políticos profissionais que sobrevive, à custa do dinheiro público, não tendo outra profissão regulamentada. 

 

Teria Aparecida o direito de concorrer a reeleição, não fosse as condenações junto ao Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, onde foi condenada a devolver mais de 6 milhões de reais, e ainda a tramitação de 17 (dezessete) processos de improbidade administrativa que responde na Justiça comum (não transitado em julgado).

 

Atualmente Aparecida Furtado é “ficha suja”, e por isso não pode concorrer a reeleição, tendo que colocar Rejany Gomes (PSC) para dar continuidade a sua fracassada gestão. 

 

Engana-se quem pensa que a prefeita “não quer” mais concorrer. Na verdade ela está atualmente INELEGÍVEL, FICHA SUJA, impedida pela justiça de ser candidata.

 

Estamos de olho nela, que pensa que enganará seu eleitorado nessas eleições com a mentira deslavada de que “está cansada”, “doente”, e que por isso vai se aposentar da política. 

 

Mentir é feio, prefeita!