Paraibano (MA): Secretária de saúde pede demissão e pasta fica sem gestora pela segunda vez

A farmacêutica Bethânia Camargo não é mais a secretária de saúde de Paraibano (MA). Bethânia pediu demissão do  cargo nesta segunda-feira (14). Esta é a segunda vez que a secretaria de saúde fica sem gestora, pois no mês de fevereiro, Geralda Alves também pediu demissão.

O blog entrou em contato com Bethânia para saber o motivo da saída, mas a mesma disse que no momento não tem nada a comentar.

O blog apurou as causas do pedido de demissão da secretária.

“Foi assim: Eles estavam fazendo a escala do pessoal que trabalha no hospital. Tiraram um servidor e jogaram para o interior. A Bethânia colocou o servidor de volta no hospital e na hora que o Jura (secretário adjunto de obras) e o Railton (chefe de gabinete do prefeito) viram o nome do servidor na escala, tiraram o servidor e jogaram para trabalhar no conselho tutelar.  A secretária botou e tiraram. Depois  ela encontrou o prefeito no hospital e disse que se fosse para não ter autonomia estava entregando o cargo . O prefeito disse apenas tá bom. Isso foi só a gota de água. Tem muitas coisas ainda.  As prestações de conta que nunca foram feitas pelo contador, só tem um carro para trabalhar na saúde, não tem dinheiro para colocar o povo para fazer hemodiálise e outras coisas”, revelou uma fonte.

Ainda segundo  informações, o prefeito suspendeu  o contrato com o LABCLIN, laboratório de análises clínicas que presta serviço para a prefeitura. O laboratório pertence a agora ex-secretária. Além disso, a secretária teria viajado para Brasília por mais de 15 dias e teve o salário descontado. Tudo isso contribuiu para a entrega do cargo. 

Para o lugar de Bethânia estão sendo cogitados os nomes da vereadora Dênia Sá (PTN) e o técnico em enfermagem Adão Teixeira. 

Caso a vereadora assuma a pasta, o suplente  Nato (PSDB), que fez campanha contra o prefeito Zé Hélio assume o cargo.