Passa de mil o número de mortos por Ebola na África Ocidental

Estado de São Paulo

O total de vítimas fatais do maior surto de Ebola da história chegou a 1.013 depois que outras 52 morreram entre 7 e 9 de agosto em três países da África Ocidental, conforme informou nesta segunda-feira, 11, a Organização Mundial de Saúde (OMS).

A maior quantidade de mortos foi reportada na Libéria, onde 29 pessoas perderam a vida, enquanto houve 17 mortos em Serra Leoa e seis na Guiné, disse a OMS em sua página na internet. A quantidade total de casos de Ebola, de acordo com a organização, subiu para 1.848.

Nigéria. O Ministro da Saúde da Nigéria, Onyebuchi Chukwu, confirmou nesta segunda-feira, 11, mais um caso de vítima do vírus Ebola. Trata-se de uma enfermeira que estava tratando o liberiano Patrick Sawyer, que voou para o país com a doença e morreu no mês passado. O teste, que apresentou positivo para o vírus Ebola, foi realizado no fim de semana, afirmou o ministro na capital Abuja.