Prédio da CAEMA em Paraibano continua em ruínas quatro meses após moradores tocarem fogo

No melhor governo da vida de Roseana Sarney população de Paraibano sofre com falta de água.

Prédio da CAEMA em ruínas. Foto:Hilton Franco

No dia 22 de junho de 2013 os moradores de Paraibano-MA tomaram uma atitude radical contra a falta de água no município e resolveram atear fogo no prédio da CAEMA. Cerca de quatro meses depois o prédio continua em ruínas.

Após a depredação do prédio o Diretor de Operação, Manutenção e Atendimento ao Cliente da CAEMA – Cristovam Demerval Rodrigues Teixeira Filho visitou o local e disse que levaria uns seis meses para recuperar tudo. O prazo de seis meses está acabando, a população continua sem água e o prédio ainda está em ruínas.

Cristovam disse na época que uma empresa instalaria 2 mil hidrômetros na cidade nos próximos dias para evitar o desperdício de água. Que água? Até hoje nenhum hidrômetro foi instalado. Clique aqui e veja as lorotas de Cristovam.

Sem local para os funcionários trabalharem, a CAEMA alugou na avenida 1º de Maio uma sala com 8 metros quadrados  para funcionar o novo escritório  da empresa.

Em visita ao local na segunda-feira(14), o editor deste site constatou que o novo escritório não oferece nenhuma estrutura para os funcionários trabalharem – o espaço é pequeno, não há telefone e nem computadores. Apenas uma máquina de datilografia foi vista na mesa de trabalho.

Esse é mais um descaso do governo Roseana com a população de Paraibano.