Professor detona governo Flávio Dino, Sindicato, promotor Paulo Avelar e deputado Marco Aurélio (PCdoB)

Dos 42 deputados, apenas 3 participaram da audiência. Também não compareceram a audiência o secretário Felipe Camarão, direção do sindicato dos professores e o promotor de educação Paulo Avelar.

Do blog Buriti Político

Nesta quarta-feira (22), em audiência pública na Assembleia Legislativa do Maranhão (ALEMA) com o tema “Em Defesa da educação e em defesa dos Educadores”, professores, deputados e a categoria discutiram o reajuste salarial e o Medida Provisória 230/2017 que trata sobre a recomposição de 8% nas remunerações dos trabalhadores em educação, inclusive dos aposentados e pensionistas.

 No momento que foi aberta a palavra para o debate, o professor de Geografia Rezo Jr detonou o Governo Flávio Dino, Sindicado, o promotor Paulo Avelar e o deputado estadual Marco Aurélio (PC do B).

 “O Governo Flávio Dino é um Governo fora da Lei. Não cumpre a Lei desde 2016 no mês de janeiro. Duas Leis: uma Federal que é a Lei do piso do Magistério e a nossa Lei do Estatuto”, disso Rezo Jr.

 “Eu não vim aqui para discutir a MP. Por que essa MP é mais uma cortina de fumaça de um Governo que não preza pela Educação do Estado do Maranhão”, grifou o Professor.

 Rezo Jr destacou o discurso do Governo atual e a interação íntima com o sindicado: “Da mesma maneira que todos os professores aqui sabem que aquele discurso de ampliação, de unificação, de eleição para diretor é tudo mentira, respaldado por uma direção pelega do sindicado, uma direção que a maioria dos seus membros está no partido do Governador, o PC do B, e essa casa aqui mais uma vez está sendo posta a prova se ela é realmente um poder independente ou um puxadinho do poder executivo como os Governadores acham.”

 “A educação do Maranhão nunca foi tratado como deve ser. Se a nossa juventude está morrendo a culpa são dos Governantes, não tem outra história.”, Rezo Jr critica a continuidade de tratamento dado a Educação do Estado.

 Rezo Jr tratou de falar sobre a reunião do sindicado com deputados da Assembleia Legislativa para costurar a aprovação da MP proposta pelo Governo: “Essa direção pelega que está se reunindo com vários deputados, inclusive com o professor Marco Aurélio do PCdoB do Governador. Professores de Imperatriz prestem atenção no nome dele, Marco Aurélio do PCdoB. Não tem compromisso com a educação. E agora ele está fazendo o discurso que o Sindicato concorda com essa vergonha dessa Medida Provisória.”

 Mais uma vez, ele clama para que o Governador cumpra a Lei: “Governador, você pode até aprovar essa Medida Provisória, mas você tem que cumprir a LeiÉ dar o reajuste de 11,36% retroativo a janeiro de 2016 e o aumento de 7,64% retroativo ao mês passado. Cumpra a Lei.”

 Rezo Jr fala também sobre o posicionamento do Doutor Paulo Avelar em seu discurso: “Dr. Paulo Avelar, o Senhor que já foi procurado por nós, deveria estar aqui e dizer o que o Senhor fez para o Governo do Estado do Maranhão cumprir a Lei. Nós não aceitamos mais o TAC (termo de ajustamento de conduta). Nunca resolve nada”

 E finaliza criticando o Governo Flávio Dino em seu discurso: “E escola do Maranhão está digna é de pena. Se ainda existe educação nesse País, nesse Estado é por causa do Professor, por isso Governador cumpra a Lei, enquanto a direção pelega do sindicato, a tua hora está chegando a eleição vai acontecer e nós vamos tirar vocês desse sindicato”.

Rezzo Júnior é professor de Geografia da rede pública estadual desde 2004.

Foto: Hilton Franco