Professor Lisboa revela porque não aceitou assumir secretaria no governo Edivaldo

JP

Professor Lisboa, vereador eleito. Foto:Felipe Klamt

Durante entrevista concedida à Rádio Difusora – AM, na manhã da última quarta-feira (26), o vereador eleito de São Luís Professor Lisboa (PC do B) disse que não aceitou ser secretário de Educação do município porque tem projetos na Câmara Municipal, para ajudar a prefeitura a reconstruir a cidade, a partir do ano de 2013; e não porque estariam comentando que ele não iria ter autonomia para trabalhar.

Segundo Lisboa, há um compromisso com a comunidade que o elegeu para trabalhar como vereador. Disse agradecer ao prefeito eleito Edivaldo Holanda Júnior pela lembrança, mas afirmou não ser este o momento e não descartou a possibilidade de um dia ser secretário; porém como foi eleito para legislar vai fazê-lo, com o objetivo de realizar um grande trabalho e ressaltou que seu gabinete será escancarado para a população.

O professor Lisboa revelou, ainda, que seu projeto na vida pública é recente. “Há quatro anos não conseguimos nosso objetivo e dois anos depois, conseguimos ficar como suplente de deputado estadual e vamos começar a nossa trajetória, com a mesma humildade, como aconteceu na campanha, de casa em casa, todo o tempo ao lado do povo”.

Quanto à eleição para a mesa diretora da Câmara Municipal de São Luís, no dia 1º de janeiro, ele disse ser bom saber que todos os vereadores eleitos podem ser candidato a presidente. “Isso é um sinal de que existe a democracia no poder. Se for Pereirinha ou outro, nossa disposição é de trabalhar e fiscalizar o Poder Executivo, mesmo sendo aliado do prefeito eleito Edivaldo Holanda Júnior”, concluiu.