Professor universitário morre ao ser esfaqueado por aluno dentro de faculdade no Lourdes

O Estado de Minas

Um professor morreu depois de ser esfaqueado por um aluno, no fim da tarde de terça-feira(7), dentro da Faculdade do Izabela Hendrix, na Rua da Bahia, no Bairro Lourdes, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, Kassio Vinicius Castro Gomes, de 39 anos, levou uma facada no tórax e outra no pescoço.

Os bombeiros tentaram reanimar o professor mas ele acabou morrendo. Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, testemunhas informaram que o aluno, que cursa o 5º período, havia sido reprovado pela vítima no trabalho de conclusão de curso.

O crime aconteceu pouco antes das aulas começarem. Kassio lecionava para o curso de Educação Física.

Depois do assassinato, o prédio foi evacuado e as aulas suspensas. Apenas diretores e coordenadores do curso puderam ficar dentro da faculdade.

Ainda de acordo com as testemunhas, o suspeito teria fugido em uma moto após o crime, deixando a faca caída próxima à vítima.

Em nota, a faculdade comentou o crime. Confira o texto na íntegra:

O Instituto Metodista Izabela Hendrix lamenta a tragédia ocorrida nesta terça-feira (dia 7) no seu campus Praça da Liberdade, que resultou na morte do professor Kassio Vinicius Castro Gomes.

Estamos certos de que esse foi um episódio isolado, sendo uma instituição confessional e centenária, onde o ambiente sempre foi marcado pela harmonia, a paz e a fraternidade. Por uma questão de filosofia educacional, a instituição mantém livre o acesso aos espaços universitários. Conta com uma equipe com 52 vigilantes e 53 câmeras de circuito interno de TV, com vistas a oferecer segurança aos seus alunos, professores e demais funcionários.

A instituição se mobilizou imediatamente, inclusive com sua Pastoral Universitária, para apoiar família, amigos e a comunidade acadêmica. Informa também que está colaborando com as autoridades policiais nas investigações sobre o ocorrido. Neste momento, o Instituto Metodista Izabela Hendrix solidariza-se com a família, sentindo-se também enlutado pela perda de um de seus valiosos professores