Professores de São Luís terão 1/3 da jornada para atividades extraclasse

G1 MA

O prefeito de São Luís,Edivaldo Holanda Júnior, assegurou o cumprimento da Lei 11.738, que determina que 1/3 da jornada de trabalho dos professores seja destinada a atividades extraclasse. A decisão ocorreu nesta quinta-feira (28) durante reunião entre o prefeito, o secretário de Educação (Semed), Allan Kardec,  e os representantes do Sindicato dos Profissionais do Ensino Público Municipal de São Luís (Sindeducação).

Para garantir o cumprimento da medida, a Secretaria de Educação vai enviar nesta sexta-feira (1°), ofício às unidades escolares do município para que os diretores realizem um levantamento sobre o que é necessário para a implantação da jornada extraclasse. Os gestores da escola terão o prazo de 10 dias para enviar essas informações à Semed que, então, iniciará a implantação gradual do sistema conforme os dados de cada escola.

“Nós iremos trabalhar internamente, escola por escola, no sentido de orientar os gestores que façam a implantação de um terço da hora/atividade extraclasse e os problemas que forem detectados serão resolvidos conjuntamente entre nós e o sindicato”, explica o secretário Allan Kardec.

Entenda
Embora a Lei 11.738 esteja em vigor desde 2008, o cumprimento da carga horária extraclasse não estava sendo respeitado. Os representantes do Sindeducação informaram que nos últimos quatro anos, a implantação do sistema foi postergada através de ações judiciais. Com a decisão desta quarta-feira, a jornada de trabalho será regularizada. O tempo de 1/3 será destinado ao planejamento de aulas e demais atividades extraclasse.