Restos de gado abatido no novo matadouro de Paraibano é jogado ao ar livre

O prazo para entrega do novo matadouro municipal de Paraibano era de 180 dias. Ficou só no prazo. A obra custou R$ 512.005.69 e foi entregue  pelo ex-prefeito Sebastião Pitó nos últimos dias do seu governo sem  os equipamentos para o abate dos animais.

Outro problema verificado é o destino dos restos dos animais, que são jogados ao ar livre, causando mau cheiro e atraindo urubus.

Cabeças, víseras, chifres e até um filhote de bezerro morto foram encontrados ao lado do matadouro.

Quem trafega na BR-135 em frente ao matadouro sente o mau cheiro de longe, causando dor de cabeça e naúseas. Horrível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Respostas para Restos de gado abatido no novo matadouro de Paraibano é jogado ao ar livre

  1. maria aparecida disse:

    É MESMO CASO DE SAÚDE PÚBLICA.A POPULAÇÃO SOFRE COM O DESCASO E COM A FALTA DE POLÍTICAS PÚBLICAS QUE PRIORIZE OS MENOS FAVORECIDOS.NA REALIDADE ESSAS POLÍTICAS ATÉ EXISTEM,EM PAPÉIS.E ASSIM CONTINUA MAIS UMA ADMINISTRAÇÃO TÃO SONHADA PELO POVO DE PARAIBANO.

    Respostas:
    Esses restos de animais do novo matadouro foi na época do ex-prefeito Sebastão Pitó. Veja a data da matéria.

  2. O MATADOURO VELHO SEMPRE FOI ESTA IMUNDIcE NUNCA TEVE EQUIPAMENTOS ADEQUADO PARA O ABATE MAS NUNCA É TARDE PARA DENUCIAR QUALQUER EMUDISSE QUE FOR PARABÉNS A VOCES QUE DENUCIAM ESTES CASOS ABSURDOS