Rinoceronte negro nasce em zoo americano

É a primeira vez em 20 anos que o zoo de St. Louis tem um filhote da espécie, que é rara e corre risco de extinção

AFP

Nasceu no Zoológico de Saint Louis (Missouri, centro dos Estados Unidos), um bebê rinoceronte negro, o que é considerado um acontecimento raro para esta espécie em perigo.

O filhote, de 55 quilos, é um “pequeno macho bem alimentado e cercado de cuidados por sua mãe”, segundo comunicado do estabelecimento, divulgado nesta quarta-feira.

Os rinocerontes negros quase foram extintos entre 1970 e 1992. Graças à luta contra a caça, sua população em estado selvagem, na África, passou de 2.300 indivíduos, em 1993, a 4.240, hoje, segundo a International Rhino Fundation.

O zoológico de Saint Louis faz parte das 37 instituições da América do Norte que tentam a reprodução de rinocerontes negros em cativeiro. Não houve nenhum nascido em 20 anos.

Agora, foi aberto o processo de escolha de um nome para o animal – a mãe chama-se Kati Rain e o pai, Ajabu, os dois com seis anos de idade. Chegaram a Saint Louis em 2007 vindos do Kansas e da Califórnia.

A mãe e o bebê, nascido no dia 14 de janeiro, estão num local aquecido e só poderão sair quando a temperatura estiver mais amena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uma Resposta para Rinoceronte negro nasce em zoo americano

  1. joel pires disse:

    kd o som Hilton franco ?