Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Paraibano (MA) está com os dias contados no cargo

 Desde o início do ano Júlio está inelegível por 08 (oito) anos, ou seja, é ficha suja até aproximadamente 2022.

Julio 2

O  ex-vereador e atual Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Paraibano- MA, Júlio César Mendes Guimarães (mais conhecido como Julio da Araci) deve sair do cargo que ocupa no governo Aparecida Furtado dentro de alguns dias.

 Júlio da Araci teve contra si ajuizadas ação criminal e de improbidade administrativa por ter contratado ilegalmente empresas quando esteve à frente do legislativo municipal, como presidente, e também já cumpre pena criminal desde agosto de 2013, prestando serviços à comunidade, pena alternativa à de prisão, relativamente ás mesmas ilegalidades.

 As condenações, que já transitaram em julgado, obrigam a Prefeita Aparecida Furtado (PV) a destituí-lo de seu cargo imediatamente, sob pena de crime de responsabilidade de prefeito, haja vista que uma das determinações do juiz da Comarca de Paraibano é a perda da função pública que ocupa.

 Além do mais, desde o início do ano Júlio está inelegível por 08 (oito) anos, ou seja, é ficha suja até aproximadamente 2022, quando então poderá concorrer a qualquer cargo público novamente.

 De outra banda, Júlio foi condenado a devolver valores, pagar multa e está proibido de contratar ou receber benefícios e incentivos fiscais ou creditícios do poder público.

Como se diz no interior, Julio da Araci “se acabou” politicamente. Caiu de um político gabaritado e potencialmente competitivo para apenas mais um aliado sem expressão do grupo Furtado.

 Fontes sugerem, ainda, que a queda de Julio foi intencionalmente provocada pelos cabeças do grupo que integra, visto que à época se mostrava um político de futuro, em claro objetivo de o “matar” politicamente, conduta reiteradamente praticada pelo grupo de domina a cena local há mais de 30 anos.

Veja os processos que pesam contra Júlio César

IMPROBIDADE – JULIO CESAR

RECURSO – APELAÇÃO CRIMINAL – JULIO CESAR GUIMARAES

RECURSO – APELAÇÃO – JULIO CESAR MENDES GUIMARAES

CRIMINAL – JULIO CESAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Respostas para Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Paraibano (MA) está com os dias contados no cargo

  1. JURISTA disse:

    Hilton Franco seu analfabeto jurídico a sentença é bem clara “perda da função pública se ainda estiver exercendo” a função de vereador, seu idiota, leia mais e estude antes de publicar idiotices.

    Resposta: Quer dizer que o cargo de secretário de agricultura e meio ambiente não é função pública ? Vá estudar seu ridículo.

  2. Pedro disse:

    O julio e uma pessoa de bem, a sua ingenuidade o fez cair nessa situacao, naum se preocupe amigo julio vc continua com um bom conceito junto a populacao de paraibano continue com seu trabalho de sempre ajudar aos q lhe procuram.

    Resposta: Concordo com você que o Júlio é uma pessoa de bem. Calmo e sempre disposto a ajudar. Mas errou e agora vai ter que pagar pelo erro.

  3. JURISTA disse:

    VC mesmo acabou de confirmar seu analfabeto funcional, vá pesquisar o que é “cargo” e o que é “função” pública seu idiota. O processo é de improbidade como vereador e presidente da câmara, não há generalizações no Brasil, pois todo processo trata fato singular.

  4. JURISTA disse:

    VC mesmo acabou de confirmar seu analfabeto funcional, vá pesquisar o que é “cargo” e o que é “função” pública. O processo é de improbidade como vereador e presidente da câmara, não há generalizações no Brasil, pois todo processo trata de um fato singular.

    Resposta: Segundo um advogado consultado, o STJ já pacificou o entendimento de que a sentença em ação de improbidade promove a perda de toda e qualquer função pública que o agente ainda exerce, não necessariamente somente aquela que ocupava quando da prática do ato improbo.
    Vá estudar seu analfabeto funcional! E deixe de ser covarde e se identifique.

  5. joao da cruz disse:

    ficha suja não pode e nem deve , ser gestor de coisa publica >

    pastos bons acontece isso (Maria Luisa) ex – vereadora ficha suja , e diretora do saae .