Tombense-MG elimina o Moto Club e está na Série C do Campeonato Brasileiro

Globoesporte.com

Tombense x Moto (Foto: João Ricardo)

O centenário do clube indica uma história rica, de tradição, mas os 14 anos de profissionalismo mostram que o Tombense é um novato no futebol brasileiro. No ano de estreia na Série D do Campeonato Brasileiro, o Gavião Carcará não tomou conhecimento de adversários tradicionais e escreveu uma das páginas mais gloriosas de sua trajetória na tarde deste domingo. O Tombense venceu o Moto Club por 2 a 0 no Estádio Antônio Guimarães de Almeida, o Almeidão, e garantiu não só a passagem para as semifinais da competição nacional, mas também o acesso à Série C. Os gols da classificação foram marcados pelo artilheiro da equipe, Daniel Amorim, que chegou ao quinto na artilharia, aos 31 do primeiro tempo, e por Élvis, aos 39 da etapa complementar.

Com o resultado, o Gavião voa alto e encara o Confiança na semifinal da Série D do Brasileirão. O primeiro jogo é no próximo sábado, no Estádio Presidente Médici, em Aracaju. A volta ocorre no dia 2 de  novembro, no Almeidão, em Tombos.

O Moto Club, que esteve com a vaga encaminhada após fazer 2 a 0 no jogo de ida e ceder o empate, amarga mais uma temporada sem conseguir o acesso.

O JOGO

Nos dias que antecederam o duelo decisivo pela competição nacional, o técnico Eugênio Souza reconheceu que o empate por 2 a 2 no jogo de ida era excelente em termos de regulamento, mas isso não iria alterar o comportamento do Tombense jogando em casa. E não mudou. Desde os primeiros minutos, o Gavião Carcará saía para o jogo e buscava o primeiro gol. Aos 6, Joilson cruzou da direita e Ruan fez boa intervenção. Quatro minutos depois, Daniel Amorim exigiu outra grande defesa do goleiro do Moto Club. O camisa 9 dos donos da casa recebeu cruzamento de Juninho e bateu para grande defesa do goleiro.

Após passar 15 minutos de pressão, o Moto Club se tranquilizou em campo. Com João Neto na armação e a velocidade de Gabriel, os maranhenses começaram a encontrar os espaços no ataque. Em um deles, depois de cruzamento da esquerda, Fabiano escorou de cabeça e assustou Darley, que fez boa defesa. Mesmo com a melhora do Papão em campo, o Tombense era mais perigoso e o artilheiro apareceu para explodir a torcida no Almeidão. Depois de cruzamento da esquerda, Daniel Amorim surgiu livre de marcação e cabeceou à esquerda de Ruan para abrir o marcador, aos 31 da primeira etapa. O Moto ainda tentou igualar o marcador em cobrança de falta de Cléo, que levou perigo ao gol de Darley, mas o placar terminou mesmo no 1 a 0 para os donos da casa.

Precisando de pelo menos dois gols para buscar o acesso, o Moto Club voltou dos vestiários com outra postura. Henrique, que entrou na partida no fim do primeiro tempo, na vaga de Gabriel, buscava as jogadas pelos lados do campo. Em três minutos, ele fez dois avanços pela ponta e cruzou para Fabiano, que não conseguiu completar para o gol. O Tombense também estava vivo na partida e Daniel Amorim teve a chance de ampliar o marcador. Ele ganhou a disputa pelo alto na intermediária, avançou e bateu mal, pela linha de fundo. Em busca de aumentar a produtividade no ataque, o técnico Édson Porto sacou o lateral-esquerdo Deca e colocou Maranhão, para melhorar a movimentação ofensiva.

A intenção era boa, mas o Tombense seguia melhor no Almeidão. Empurrado pelo torcedor, o time da casa mantinha o controle do jogo, com maior posse de bola, predomínio territorial e com boas chances de ampliar a vantagem. No entanto, Daniel Amorim e companhia não conseguiam matar o jogo. Aos 29, a partida ficou mais aberta. Joilson e Curuca trocaram socos e foram expulsos pela arbitragem. Com isso, o Moto tentou se aproveitar dos espaços no campo. Dois minutos após às expulsões, Fabiano invadiu a área e soltou uma bomba, que passou com perigo ao lado do gol de Darley.

O jogo ganhou em emoção e em lances de perigo. Aos 34, Henrique invadiu a área e bateu cruzado para grande defesa de Darley. A resposta veio em seguida. Francismar recebeu dentro da área e bateu para grande defesa de Ruan. Na sequência, Anselmo também teve a chance para marcar, mas parou novamente no goleiro do Moto Club. No entanto, Ruan não conseguiu impedir o segundo do Tombense. Aos 39, Élvis escorou cruzamento que veio da esquerda e de letra, fez o gol do acesso do Tombense, que vai disputar a Série C do Campeonato Brasileiro.

Foto: João Ricardo