Veja quanto cada deputado federal do MA já torrou em cota para o exercício da atividade parlamentar

Comunista Rubens Júnior torrou R$ 1.028.817,37

Os atuais dezoito deputados federais do Maranhão gastaram um montante de R$ 14.720.756,47 (quartoze milhões, setecentos e vinte mil, setecentos e cinquenta e seis reais e e quarenta e sete centavos centavos) em cota para o exercício da atividade parlamentar entre 02/2015 e 02/2017.

Entre os parlamentares, o que aparece no topo da lista é o deputado Pedro Fernandes (PTB), com um total de R$ 1.035.675,57 . Na sequência de Fernandes, vem o deputado Rubens Júnior (PC do B), que somou um gasto de R$ 1.028.817,37. Na terceira colocação aparece o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB), que consumiu R$ 1.011.073,53 no período.

 O valor gasto por Fernandes corresponde a R$ 1.105 salários mínimos.

Incluindo os gastos do falecido deputado João Castelo ( R$ 862.107,03) e dos suplentes que assumiram o cargo por alguns meses, o valor sobe para R$ 16.750.736,11 (16, 6 milhões).

O deputado licenciado Sarney Filho (PMDB), atual Ministro do Meio Ambiente gastou R$ 558.808,38 entre janeiro de 2015 e maio de 2016.

Cotão

Além do salário de R$ 33.763,00  e do auxílio moradia de R$ 3.800,00 cada parlamentar do estado tem direito a um valor mensal de R$ 42.151,69, para gastar. O valor também é conhecido como “cotão”, e está previsto no Ato da Mesa nº 43 de 2009.  Por ano, só de salário cada deputado embolsa R$ 438.919,00

A verba é destinada à manutenção dos escritórios estaduais dos deputados e cobrem despesas como manutenção de diretórios estaduais, aluguel, locação de veículo, divulgação de mandato, passagens aéreas entre outros gastos.

Os valores foram levantados pelo blog do Hilton Franco no Portal da Transparência da Câmara dos Deputados, em Brasília.

Veja os valores que cada deputado gastou:

  1. Pedro Fernandes (PTB) R$ 1.035.675,57
  2. Rubens Pereira Júnior (PC do B) R$ 1.028.817,37
  3. José Reinaldo Tavares (PSB) R$ 1.011.073,53
  4. Junior Marreca (PEN) R$ 1.001.143,23
  5. Vitor Mendes (PSD) R$ 998.937,16
  6. Juscelino Filho (DEM) R$ 998.509,59
  7. Hildo Rocha (PMDB) R$ 996.325,08
  8. Cléber Verde (PRB) R$ 897.614,84
  9. João Marcelo de Souza (PMDB) R$ 966.864,44
  10. Alberto Filho (PMDB): R$ 935.191,65
  11. Zé Carlos (PT) R$ 960.201,41
  12. Aluísio Mendes (PTN) R$ 926.305,32
  13. Weverton Rocha (PDT) R$ 812.241,31
  14. André Fufuca (PP) R$ 790.452,57
  15. Eliziane Gama (PPS) R$ 663.581.57
  16. Waldir Maranhão (PP) R$ 502.203,95
  17. Julião Amin (PDT) 100.928,76 (fevereiro de 2015, e novembro de 2016 até fevereiro de 2017)
  18. Luana Alves (PSB) R$ 4.689,12 (dezembro de 2016 a fevereiro de 2017)

Deputados que assumiram o mandado por alguns meses:

  1. Davi Alves e Silva (PR) R$ 268.383,25 (entre maio de 2016 a novembro de 2016)
  2. Ildon Marques (PMDB) R$ 160.062,80 (entre junho e outubro de 2016)
  3. Deoclides Macedo (PDT) R$ 52.051.40 (entre fevereiro e abril de 2015)
  4. Rosangela Curado (PDT) R$ 152.110,48 (entre setembro de 2015 e janeiro de 2016)