Vereador professor Lisboa visita desabrigados na Vila Apaco e vai cobrar providências

As 135 famílias da Vila Agrícola Apaco, localizada nas mediações da Cidade Operária, continuam alojadas em tendas da Defesa Civil Estadual e em barracos precários construídos por eles próprios.

Os moradores tiveram suas casas destruídas e perderam tudo no temporal da madrugada do dia 13 de fevereiro, inclusive os documentos e até hoje continuam esperando dos órgãos públicos uma solução para o problema.

Na sessão realizada hoje na Câmara de Vereadores, o vereador Prof. Lisboa mostrou sua preocupação perante a situação e convocou a todos os vereadores para irem ao local. O parlamentar pediu que a Câmara realize um trabalho itinerante e de forma urgente, exigindo uma solução por parte da prefeitura.

No domingo(17) à tarde o vereador esteve no local e se sensibilizou com a situação dos moradores que sobrevivem sem nenhuma infraestrutura. Um barraco abriga um único fogão e uma geladeira responsáveis por alimentar quase 400 pessoas. A única água disponível no local está sendo doada pela comunidade.

O professor Lisboa garantiu às famílias buscar apoio das secretarias de educação e saúde para garantir que as crianças possam voltar a estudar e que tenham o mínimo de acesso à saúde.

São 135 famílias, no total de 396 pessoas, entre elas 125 crianças, que estão sem escola. O temporal chegou de madrugada e atingiu as casas que eram de taipa e palha. Quando as famílias acordaram as casas já estavam alagadas e elas tiveram que abandonar tudo e saíram somente com a roupa do corpo.

Depois de tanto tempo a situação continua grave. As tendas não são suficientes e cada uma abriga cerca de 6 a 8 famílias. Essa aglutinação aumenta os casos de doenças. As crianças são as que mais sofrem. Há casos de pneumonia, dengue, diarréia, frieira, coceira. Não tem médico enem há água potável. Os moradores não têm uma previsão de quando sairão dessa situação e as famílias estão desesperadas, já houve inclusive casos de suicídio.

A maioria dos vereadores apoiou a iniciativa do vereador Prof. Lisboa para a realização de uma visita ao local e a exigência de uma intervenção urgente dos órgãos públicos para dar uma solução às famílias.

Assessoria de comunicação Vereador Prof. Lisboa